Arquivo da tag: Alain Prost

Vettel ultrapassa Senna em Cingapura

Vettel: pela 42ª vez, banho de champanhe

Vettel: pela 42ª vez, banho de champanhe

Nem as duas entradas de safety car impediram que o tetracampeão Sebastian Vettel dominasse inteiramente a corrida no circuito de Marina Bay para vencer o Grande Prêmio de Cingapura e, assim, ultrapassar nosso Ayrton Senna no pódio histórico da Fórmula 1.

Com 42 vitórias, Vettel é agora o terceiro maior vencedor da história, atrás apenas de Michael Schumacher, que venceu 91 GPs, e Alain Prost, que venceu 51.

No campeonato de 2015, Vettel é o terceiro colocado, com 203 pontos, a 49 do líder Lewis Hamilton.

Esbanjando alegria, sua marca registrada, o carismático piloto da Ferrari comemorou a vitória histórica em Cingapura:

– Esta deve ser uma das melhores corridas da minha carreira. Foi muito intensa. Comecei a ditar o ritmo e estava tentando administrar a vantagem. Foi realmente um grande fim de semana.

Anúncios

Adivinhe quem venceu em Mônaco

GP de Mônaco 245Mancada da Mercedes em Mônaco coloca Rosberg na história e tira vitória de Hamilton

Tá nas caras: Nico Rosberg conquistou neste domingo sua terceira vitória consecutiva no Grande Prêmio de Mônaco.

É um feito histórico. O piloto alemão entra para a seleta galeria de tricampeões em companhia de Ayrton Senna, Graham Hill e Alain Prost.

É um resultado importantíssimo para a briga pelo título de 2015: Rosberg ficou a apenas dez pontos do líder Lewis Hamilton, que terminou a prova em terceiro lugar, atrás de Sebastian Vettel.

Este 24 de maio que marcará para sempre a carreira de Nico Rosberg teria outro resultado se não fosse a monumental mancada da Mercedes, que chamou Hamilton para um pit stop extra a 14 voltas do fim da corrida,  quando o safety car entrou na pista após uma batida Max Verstappen.

Hamilton liderava folgadamente a prova, mas voltou em terceiro. E em terceiro ficou. De tão irritado, sempre com cara de poucos amigos, errou até o seu lugar no pódio. Ganhou apenas um pedido de desculpas do chefe Toto Wolff:

– Nós pensamos que a diferença era maior do que era. Foi um erro de julgamento completo.  Estragamos tudo para ele. Sentimos muito.

Rosberg fica devendo essa à equipe.