Arquivo mensal: julho 2015

Como é mesmo o nome dele?

Um gremista não pronuncia em vão o nome de Ronaldinho Gaúcho.

Na entrevista coletiva que concedeu hoje de manhã, ainda em Porto Alegre, o técnico Roger Machado enumerou as dificuldades que o Grêmio enfrentará contra o Fluminense amanhã, no Maracanã, e, entre elas, citou sem nomear:

– Ainda mais com a estreia de um jogador importante, que mobiliza muita coisa, a gente sabe disso, do seu talento.

O nome do jogador importante é Ronaldo de Assis Moreira, conhecido no mundo da bola como Ronaldinho Gaúcho, cria do Grêmio que hoje o rejeita.

Putin & Blatter: diálogo de cavalheiros

Blatter & Putin 317x                                  Vladimir Putin e Joseph Blatter: elogio com elogio se paga

Depois de receber Joseph Blatter no sorteio das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 em São Petersburgo no final da semana passada, Vladimir Putin defendeu uma ideia surpreendente nestes tempos em que a Fifa é cercada de denúncias por todos os lados:

– Acredito que pessoas como o senhor Blatter, que lideram grandes federações esportivas internacionais, merecem atenção e gratidão especiais por parte das organizações públicas. Se alguém merece o Prêmio Nobel, são estas pessoas.

Nesta sexta-feira, 31 de julho, a gentil proposta do presidente russo recebeu cavalheiresca retribuição na coluna que Blatter assina em The FIFA Weekly (leia na edição em espanhol  ou em inglês, sempre na página 23):

– Quando se vê a coerência, a produtividade e a eficácia com que trabalha o Comitê Organizador russo a três anos do início da Copa do Mundo, não há risco de erro; na Rússia só se aceita o melhor.

Zico ganha o apoio que pediu à CBF

Zico recebe de Marco Polo Del Nero o apoio da CBFZico recebe apoio de Marco Polo Del Nero como candidato à Fifa – Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Zico não deu muita bola aos comentários críticos que se sucederam na internet depois que ele pediu o apoio da CBF para se candidatar à presidência da Fifa e ouviu hoje do presidente Marco Polo que “terá o endosso” da entidade.

E respondeu:

– Fiquei feliz com a resposta. Isso é importante porque eu só daria o meu pontapé inicial depois de receber o sinal positivo da CBF.

Como a eleição acontecerá somente em fevereiro de 2016, pode ser que o Galinho ganhe, além do endosso, também o voto da CBF. Até lá, talvez Del Nero se sinta novamente em condições de viajar para o exterior.

Hospedagem não é problema. A sede da Fifa, como se sabe,  fica em Zurique, onde seu antecessor José Maria Marín passa uma temporada por conta do governo suíço.

Em casa, o campeão é o Sport

Se vencer o Cruzeiro domingo na Arena Pernambuco, o Sport não só garantirá a permanência no G-4, como será o time com mais vitórias em casa neste Brasileirão – oito ao todo, uma a mais do que Atlético Mineiro e Corinthians, que já fecharam a conta na 16ª rodada.

Em compensação, o Sport ainda não venceu fora de casa. Empatou seis jogos e perdeu um – para o líder Atlético.

Vascaínos se dividem entre a alegria e a preocupação

Alegria maior a torcida vascaína não tem desde a conquista do título carioca em 3 de maio: serão 11 dias sem perder nenhum jogo no Brasileirão, pois, depois da derrota desta quarta-feira para o Corinthians por 3 a 0, o time só voltará a campo no segundo domingo de agosto, dia 9, para enfrentar o Joinville no Maracanã.

Até lá, o Vasco vai ficar treinando, treinando, treinando, o que talvez deva preocupar os seus torcedores.

Treinar muito é para quem sabe, ensinava Neném Prancha, filósofo da bola que se dividia entre o Botafogo e o futebol de praia em Copacabana:

– Time ruim, quanto mais treina, pior fica.

Libertadores: River fica mais perto do título

Ficou para Buenos Aires a decisão da Libertadores: o Tigres tentou, tentou, mas não conseguiu vencer o River Plate em Monterrey.

O 0 a 0 iguala teoricamente as chances dos dois na quarta-feira que vem no Monumental de Nuñez, pois um novo empate, por qualquer resultado, levará a decisão para os pênaltis.

Na prática, dificilmente o River entregará os pontos diante de seus torcedores. Parece que o caneco ficará mesmo na América do Sul. É o que acha a torcida, tanto que os ingressos para a  finalíssima em Buenos Aires já estavam esgotados antes do jogo em Monterrey.

No primeiro tempo, Atlético; no segundo, Corinthians

Lucas Pratto: três gols em 24 minutos

Lucas Pratto: três gols em 24 minutos liquidam o São Paulo

No Mineirão, o São Paulo poderia ter feito um ou dois gols até os 18 minutos e assim teria mudado a história do Brasileirão na noite desta quarta-feira, 29 de julho. Não fez. Lucas Pratto não perdoou. Fez 1 a 0 para o Atlético Mineiro aos 19, 2 a 0 aos 25 e 3 a 0 aos 43.

Estava decidido que o Atlético tiraria folga até o dia 9 de agosto na condição de líder isolado do Brasileirão, com 35 pontos.

É verdade que Pato ainda diminuiu para 3 a 1 no segundo tempo, mas já era tarde demais para mudar a história desta 16ª rodada que se vai completar no fim de semana.

No Itaquerão, o Corinthians poderia ter feito um ou dois gols no primeiro tempo. Não fez. A torcida já está acostumada a ver time dominar o adversário, como dominou o Vasco, e não transformar o domínio em gols. Espera com paciência a vitória.

Ela veio no segundo tempo. Tite ajudou, trocando Vágner Love pelo garoto Luciano. Os gols foram saindo com inédita naturalidade: logo no primeiro minuto, Renato Augusto fez 1 a 0; aos 15, Gil fez 2 a 0; aos 31, Elias fechou a conta em 3 a 0.

E o Corinthians vai curtir a folga até 9 de agosto isolado na vice-liderança do Brasileirão, a dois pontos do Atlético.

É Dunga aqui ou acolá

A Seleção fará dois jogos em campos norte-americanos no começo de setembro: dia 5, contra a Costa Rica; dia 8, contra os EUA.

Também no dia 8, a seleção olímpica jogará contra a França em Le Mans.

Como Dunga é o técnico das duas seleções, mas não tem o dom da onipresença, Rogério Micale comandará a garotada na França.