Arquivo diário: 12 de julho de 2015

Faltou pouco para o Palmeiras subir

Por um minutinho, o Palmeiras não saiu do Recife mais bem posto no Brasileirão, em quinto lugar, a um pontinho só do G-4.

O Sport largou em vantagem, com um gol de Matheus Ferraz aos 21 do primeiro tempo, mas Leandro Pereira empatou aos 43 e, já no segundo tempo, virou aos 13. Aos 44, porém, André fechou o placar em 2 a 2.

Assim, nada muda nas cercanias do G-4: o São Paulo é o quinto, o Sport é o sexto, o Palmeiras é o sétimo.

Lá embaixo, porém, para infelicidade santista, o Avaí venceu a Chapecoense por 2 a 1 e subiu para o 13º lugar. Com seus 13 pontos e pior saldo de gols do que o Goiás e o Flamengo, o Santos voltou para o Z-4.

Anúncios

Por enquanto, não há mais vagas no G-4

Elias e Fred comandam Corinthians e Flu no G-4

Elias e Fred comandam Corinthians e Fluminense no G-4

Sport e Palmeiras enfrentam-se daqui a pouco no Recife em esforço que pode valer aos pernambucanos encostar no G-4 e aos paulistas ficar ali por perto.

Vagas no grupo de elite não há mais, pois o Fluminense venceu o Atlético Paranaense em Curitiba por 2 a 1 e manteve a vice-liderança que havia conquistado na semana passada, e o Corinthians fez surpreendentes 3 a 0 no Flamengo em pleno Maracanã, subindo para o terceiro lugar, graças ao saldo de gols.

Elias fez um e comandou o Corinthians no Maracanã. Na Arena da Baixada, brilhou o artilheiro Fred, que também marcou o seu, já nos acréscimos, e liderou o Flu durante toda a partida.

O quarto colocado é o Grêmio. O líder, claro, é o Atlético Mineiro.

Com 23 pontos, o Sport pode até igualar-se a Grêmio e Corinthians, com 26, mas terá uma vitória a menos mesmo que derrote o Palmeiras na Arena Pernambuco. O Palmeiras, se vencer, chegará aos 24, como o São Paulo, e lhe roubará o quinto lugar, também pelo saldo de gols.

Lá embaixo, sim, a porta está aberta para mais um no clube dos desesperados.

Se o Avaí vencer a Chapecoense na Ressacada, sairá do Z-4, cedendo a vaga para o Santos, o pior do quarteto que, a esta altura do Brasileirão, se iguala nos 13 pontos. Coritiba, Vasco e Joinville de lá já não saem, nem mesmo na próxima rodada.

Pato dá vitória ao São Paulo e anima Brasileirão

Pato brilha na matinê: dois gols e uma assistência

Pato brilha na matinê: dois gols e uma assistência

O jogo das 16 horas na Arena da Baixada ganhou ainda mais importância depois da vitória do São Paulo sobre o Coritiba por 3 a 1 na matinê do Morumbi. Cada vez mais disposto a mostrar serviço, desmentindo a longa fase de apatia com a camisa tricolor, Alexandre Pato garantiu os três pontos com dois gols e uma assistência.

Por ora, o São Paulo está de volta ao G-4. Os jogos da tarde e da noite deste domingo, dia 12, vão definir se o retorno é alegria passageira ou valerá pelo menos até a próxima rodada do Brasileirão.

Em Curitiba, o Fluminense precisará bater o Atlético Paranaense para continuar na vice-liderança. O anfitrião, que venceu apenas uma vez nas seis últimas rodadas, tem de se reencontrar com a vitória para resgatar minimamente a esperança de voltar à briga por uma vaga no G-4. O problema é que o Flu não perde há cinco rodadas, tendo vencido seus compromissos em quatro.

Também às 16 horas, o Maracanã reserva muitas aflições para Sheik e Guerrero, que saíram há pouco do Corinthians e ainda estão engatinhando no Flamengo. Os corintianos entram em campo de olho no G-4 e os rubro-negros, sem poder contar com a dupla ilustre, precisam desesperadamente da vitória para não correr o risco de retrocesso aos limites do Z-4.

Se der Flu no Paraná e Corinthians no Rio, a permanência do São Paulo no G-4 não resistirá ao cair da tarde.

E ainda tem o jogo da noite no Recife: Sport x Palmeiras. Se Flu ou Corinthians não tiverem vencido à tarde, os pernambucanos voltarão ao G-4 caso ganhem os três pontos em casa. E até o Palmeiras, vencendo o jogo das 18h30 na Arena Pernambuco, tem chances de dormir no G-4.

Mais um domingo animado neste Brasileirão de futebol apenas mediano, mas bastante equilibrado.

Vale a pena ver

Confira no Globo.tv o vídeo que mostra a excessiva irritação de Paulo Henrique Ganso ao ser substituído por Boschilia aos 31 minutos do segundo tempo de São Paulo 3 x 1 Coritiba. Juan Carlos Osorio não deve ter gostado. A torcida não gostou de Ganso em campo, tanto que o vaiou na saída.

Jogo de sombras no começo da noite: Portuguesa x Guarani

Jogo pelo Grupo B da Série C do Campeonato Brasileiro às 19 horas deste domingo: Portuguesa x Guarani.

A que ponto chegou boa parcela do forte futebol paulista de outros tempos!

A Portuguesa chega à sétima rodada da competição em quinto lugar no grupo, o Guarani é o sexto. Ambos têm sete pontos, três a menos do que o Juventude, último dos quatro que hoje estariam classificados para as quartas de final.

No Canindé, logo mais, uns poucos gatos pingados verão apenas sombras de um passado glorioso.

A Lusa, que um dia foi de Dener, disputou 35 edições da Série A e foi vice campeã em 1996. Em 2011, foi campeã da Série B.

O Guarani, que revelou Careca e Neto e participou de 29 edições da Série A, foi campeão em 1978 e vice em 1986 e 1987.