Arquivo diário: 2 de julho de 2015

Flu e Corinthians fazem o dever de casa

O Fluminense mostrou mais uma vez que é uma exceção no atual futebol carioca e, ao vencer o Santos no Maracanã por 2 a 1, instalou-se no G-4 do Brasileirão entre o Atlético Mineiro, vice-líder, e o Grêmio, quarto colocado, todos os três com 20 pontos, dois a menos do que o líder Sport.

Foi uma vitória merecida, embora o Santos não tenha jogado mal, mas, desde que Robinho saiu do time para servir à Seleção, esta tem sido a sina do time de Marcelo Fernandes: atuações razoáveis e resultados ruins.

E, assim, Lucas Lima, Geuvânio e o artilheiro amargam o 16º lugar, coladinho no Z-4. E o pior é que Robinho não vai voltar!

No Flu, a dúvida está no futuro: e se a Juventus levar o garoto Gérson?

Um pouco mais cedo, o Corinthians também fez o dever de casa em Itaquera, bateu a Ponte por 2 a 0 e está ali na beiradinha do G4 com 19 pontos, em sexto lugar, perdendo para o Atlético Paranaense apenas no saldo de gols. A Ponte também não jogou mal, mas vai se distanciando da turma da frente e já está em oitavo lugar, com 16 pontos.

A quarta vitória corintiana nas últimas cinco rodadas sugere que Tite talvez consiga  remontar um time minimamente forte depois de perder Emerson Sheik e Guerrero.

A conferir nas próximas rodadas.

Anúncios

O Brasil já tem o seu Robben?

Douglas Costa: elogios - Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Douglas Costa: elogios – Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Nós não vimos nada disso em sua participação na Copa América, mas o brasileiro Douglas Costa, que está trocando o Shakhtar Donetsk pelo Bayern comandado por Pep Guardiola, leva na bagagem uma referência ultra elogiosa de Mircea Lucescu.

Veja só o que disse seu ex-treinador a  Philip Röber, do site da Uefa:

– O Douglas já não tem mais como evoluir aqui. Vejo-o ocupando a posição do Robben. Ele tem apenas 24 anos e pode atingir o nível do Robben nas próximas temporadas. É um jogador muito forte, um canhoto que também pode atuar pela direita. Além disso, é implacável e imarcável quando fecha para o meio. Está no mesmo nível de James Rodríguez.

É de pelo menos um jogador assim que a Seleção Brasileira está urgentemente precisando!

Um reencontro com o capitão Bellini

Bellini: reencontro com vascaínos

Bellini: reencontro com vascaínos

Atenção, vascaínos do Rio: será nesta quinta-feira, a partir das 19 horas, na Livraria da Travessa de Ipanema, o lançamento de Bellini, o primeiro capitão campeão.

Giselda Bellini, viúva do capitão que recebeu a Jules Rimet das mãos do rei Gustavo em 1958, vai autografar o livro que escreveu com paixão e rigor histórico e já lançou com muito sucesso em São Paulo.

Prefaciado pelo Rei Pelé, o livro é elogiado pelo rubro-negro Ruy Castro:

– Bellini, capitão do Vasco, do São Paulo e da Seleção, passou à história do futebol brasileiro como um líder, um herói, um gigante. O que ele era. Mas faltava descobrir o homem que existia dentro desse super-homem. Agora, com o livro de Giselda, não falta mais.

Para a torcida vascaína, é uma oportunidade histórica de reencontrar o orgulho perdido nas últimas temporadas.

O Grêmio de Roger vence mais uma e anima Brasileirão

Fábio pega tudo, menos o pênalti cobrado por Douglas

Fábio pega tudo, menos o pênalti cobrado por Douglas

Ninguém pega o Sport de Eduardo Baptista, que manteve a liderança isolada ao derrotar no Recife o Internacional de Diego Aguirre por 3 a 0, mas o Atlético Mineiro de Levir Culpi e o Grêmio de Roger Machado continuam vencendo e estão chegando cada vez mais perto, colocados a apenas dois pontos do líder.

Em Minas, o Atlético venceu o Coritiba, agora vice-lanterna, por 2 a 0. No Rio Grande do Sul, o Grêmio quase empacou no goleirão Fábio, mas acabou vencendo-o com um  pênalti cobrado por Douglas.

O 1 a 0 sobre o Cruzeiro foi a quarta vitória consecutiva dos gremistas neste Brasileirão, a quinta sob o comando de Roger, que em sete jogos tem um aproveitamento de 76% dos pontos disputados – índice bem superior aos 70% que valeram ao adversário de hoje o título no ano passado e, mais ainda, aos 66% do título de 2013.

Quer dizer que o Grêmio vai ser o campeão de 2015?

Muito dificilmente, pois lhe falta elenco e lhe sobram adversários fortes, como o líder Sport,  o vice-líder Atlético Mineiroe até o Atlético Paranaense, que venceu o São Paulo por 2 a 1 e é o quarto colocado, pelo menos até que se encerrem os jogos desta quinta-feira, dia 2.

E não se esqueça que o Fluminense, apesar dos altos e baixos, está por perto, o Corinthians voltou a crescer e o Palmeiras, reanimado por Marcelo Oliveira venceu mais uma em casa, fazendo 2 a 0 sobre a Chapecoense, e está aos poucos retomando o caminho em direção ao G-4.

O Brasileirão está ficando animado, como se viu na noite desta quarta-feira.