Arquivo da tag: Bayern

Vasco sofre aqui, Alex Teixeira multiplica gols por lá

Invicto há oito rodadas, o Vasco de Jorginho e seu auxiliar Zinho pode voltar a respirar sem a ajuda de aparelhos no Brasileirão se vencer o Grêmio às 17 horas no Maracanã e for ajudado por tropeços do Goiás, que recebe o Cruzeiro; do Coritiba, que recebe o São Paulo; e do Avaí, que visita a Chapecoense.

Não é tarefa fácil.

Terceiro colocado, o Grêmio precisa da vitória para se manter a uma distância segura do quarto e não perder de vista o vice-líder Atlético Mineiro. Fora de casa, o time de Roger Machado já empatou com o líder Corinthians e derrotou o Atlético, mas, em compensação, perdeu no Maracanã os jogos contra a dupla Fla-Flu.

A tarefa vascaína fica mais complicada quando se confere o baixo poder de fogo do seu ataque. O time fez 13 gols nos oito jogos sem derrota, mas nenhum atacante marcou nas cinco rodadas mais recentes.

Os gols do Vasco são de meias e zagueiros. Rafael Silva, autor dos dois no empate com o Cruzeiro em 16 de setembro, foi o último atacante vascaíno a marcar gol neste Brasileirão. O centroavante Leandrão passa em branco há seis rodadas.

Ironicamente, um atacante nascido e criado nas divisões de base do Vasco disputa gol a gol com o polonês Robert Lewandowski, do Bayern de Munique, e o gabonense Pierre do Borussia Dortmund, a Chuteira de Ouro de 2015.  Somente dois brasileiros conquistaram até hoje o prêmio ao mais destacado artilheiro do futebol europeu – Ronaldo, o Fenômeno, e Jardel.

Pois o ex-vascaíno Alex Teixeira, do Shakhtar Donetsk, com 16 gols em 2015, está brigando com Lewandowski e Aubameyang, que chegaram ao 13º  neste fim de semana e levam vantagem pois cada gol na liga alemã tem maior peso (2)  do que na liga ucraniana (1.5).

Como nem todas as lembranças são boas, no ano em que foi embora, 2009, Alex Teixeira disputou e foi campeão da Segundona pelo Vasco. Tinha 19 anos.

Lista da Fifa mostra força dos clubes e fraqueza das seleções

A lista de candidatos ao prêmio anual da Fifa tem três jogadores da seleção alemã, campeã do mundo, e três da seleção argentina, vice-campeã.

Dos 23 indicados, seis jogam no Barcelona, cinco no Real Madrid e outros cinco no Bayern de Munique.

Uma coisa é o futebol espanhol, com seus 11 indicados, outra é a seleção espanhola, que tem apenas Iniesta como candidato à Bola de Ouro.

Lewandowski, o artilheiro dos artilheiros

Lewandowski, centroavante do Bayern e da Polônia: 15 gols em seis jogos

Lewandowski, centroavante do Bayern e da Polônia: 15 gols em seis jogos

Depois dos dois gols no empate por 2 a 2 com a Escócia em Glasgow há três dias, o  artilheiro Robert Lewandowski marcou há pouco, em Varsóvia, o gol que fechou a vitória por 2 a 1 sobre a Irlanda e classificou matematicamente a Polônia para a Eurocopa de 2016.

É o 15º gol marcado pelo atacante polonês nas últimas seis vezes que entrou em campo.

Os outros doze foram marcados com a camisa do Bayern – todos os cinco, em apenas nove minutos, na goleada por 5 a 1 sobre o Wolfsburg pela sexta rodada do Campeonato Alemão, mais dois nos 3 a 0 sobre o Mainz na sétima rodada e dois nos 5 a 1 sobre o Borussia na oitava.

Faltam três? Levou-os o Dinamo de Zagreb ao ser goleado por 5 a 0 em Munique na segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa.

Aos 27 anos, completados em agosto, Robert Lewandowski é um exemplar muito vivo de uma espécie em extinção – o centroavante, dono absoluto da camisa 9, matador frio e implacável que apavora todos os goleiros.

Lewandowski fez nos últimos seis jogos apenas dois gols a menos do que Ricardo Oliveira em 29 rodadas do Brasileirão e mais do que todos os demais jogadores que brigam com o santista pela artilharia. Desde que voltou das férias, participou de 15 jogos e marcou 22 gols.

Como sonhar com o hexa sem Rafinha?

O sonho do hexa, que já não estava na cogitação da torcida brasileira para os próximos tempos, ficou mais distante: Rafinha pediu dispensa da Seleção e não vai mais disputar as Eliminatórias.

Rafinha?

Não é o meia Rafael Alcântara do Nascimento, do Barcelona, mas o lateral Marcio Rafael Ferreira de Souza Cunha, paranaense de 30 anos ironicamente completados no dia 7 de setembro, jogador do Bayern de Munique

Rafinha acha que vai jogar na seleção alemã.

Craque não tem preço, pelo menos para Rummenigge

O Manchester United se dispõe a pagar 85 milhões de euros ao Bayern de Munique para levar Thomas Muller.

Pelo menos é o que se especula em boa parte da mídia europeia. E mais: o clube inglês pagaria 1,3 milhão de euros de salário ao craque alemão. Salário! Mensal, portanto!

O problema é que Karl-Heinz Rummenigge, presidente do Bayern, não se abala com os milhões e garante: o craque não tem preço.

Vida nova para o trintão Bastian Schweinsteiger

Schweinsteiger: do Bayern para o Manchester United

Schweinsteiger: do Bayern para o Manchester United

O Bayern de Munique não será o mesmo nesta temporada.

Depois de muitas informações desencontradas, o diretor executivo Karl-Heinz Rummenigge confirmou na manhã deste sábado que Schweinsteiger vai para o Manchester United:

– Bastian quer fazer algo diferente no final da carreira. Pediu-me para satisfazer o seu desejo.

Bastian Schweinsteiger, que vai fazer 31 anos no dia 1º e estava no Bayern desde os 14, foi oito vezes campeão alemão, disputou três finais da Liga dos Campeões da Europa, tendo conquistado o título em 2013, ano em que foi também campeão mundial de clubes.

É um dos maiores ídolos da história Bayern.

O Brasil já tem o seu Robben?

Douglas Costa: elogios - Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Douglas Costa: elogios – Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Nós não vimos nada disso em sua participação na Copa América, mas o brasileiro Douglas Costa, que está trocando o Shakhtar Donetsk pelo Bayern comandado por Pep Guardiola, leva na bagagem uma referência ultra elogiosa de Mircea Lucescu.

Veja só o que disse seu ex-treinador a  Philip Röber, do site da Uefa:

– O Douglas já não tem mais como evoluir aqui. Vejo-o ocupando a posição do Robben. Ele tem apenas 24 anos e pode atingir o nível do Robben nas próximas temporadas. É um jogador muito forte, um canhoto que também pode atuar pela direita. Além disso, é implacável e imarcável quando fecha para o meio. Está no mesmo nível de James Rodríguez.

É de pelo menos um jogador assim que a Seleção Brasileira está urgentemente precisando!