Arquivo da tag: Campeonato Alemão

Bayern perde, mas Douglas Costa mantém invencibilidade

Douglas Costa continua invicto no Campeonato Alemão.

Eleito pela revista Kicker o melhor jogador da competição em novembro, o brasileiro tem sentido dores musculares e não participou neste sábado do Borussia Mönchengladbach 3 x 1 Bayern que encerrou  na 15ª rodada a invencibilidade do líder.

O Bayern ainda tem uma folga de cinco pontos à frente do vice-líder Borussia Dortmund, que venceu hoje o Wolfsburg por 2 a 1.

Robben brilha na volta aos campos

Robben: goleada, na volta - Foto: twitter.com/FCBayern

Robben: de volta na goleada – Foto: twitter.com/FCBayern

Arjen Robben, o cracaço holandês que estava fora dos campos desde 3 de setembro, baleado no joelho, voltou em grande estilo a atuar pelo Bayern neste sábado, multiplicando-se em campo, como sempre, antes e depois de marcar o primeiro gol nos 4 a 0 sobre o Colonia em Munique.

Ovacionado por 75 mil torcedores ao ser substituído aos 20 minutos do segundo tempo na Allianz Arena, Robben voltou aos campos num sábado que vai entrar para história: foi a décima vitória consecutiva do líder Bayern, feito inédito no Campeonato Alemão.

Nem só de gols vive o artilheiro

Lewandowski: "Quero sempre mais"

Lewandowski e o gol: “Quero sempre mais”

Depois de marcar gols em seis jogos seguidos, pelo Bayern e pela seleção polonesa, o artilheiro Robert  Lewandoski certamente não gostou de passar em branco no 1 a 0 do sábado sobre o Werder Bremen, pela nona rodada do Campeonato Alemão, pois se trata de fominha assumido, que já chegou a dizer:

– Não importa quantos gols marquei, quero sempre mais.

Pep Guardiola cobra menos de seu goleador, como reconhece o próprio Lewandowski em entrevista  ao site da Uefa na véspera do Arsenal x Bayern pela terceira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa:

– Sei que não tenho de marcar em todos os jogos para o treinador ficar satisfeito com o meu desempenho. Ele está satisfeito com os meus gols, mas também quer que eu pratique bom futebol e ajude os meus colegas. Às vezes, a movimentação em campo e a forma como exploro os espaços vazios são mais importantes para ele.

O artilheiro não se furta ao trabalho de equipe, mas parece mesmo ligar é em mandar a bola para as redes:

– Sei que sempre vão aparecer oportunidades de gol. É uma questão de tempo até começar a transformá-las em gols. Estou muito feliz com a fase atual e trabalho bastante para que ela continue.

O Arsenal, que perdeu os dois primeiros jogos e está na lanterna do Grupo F, corre perigo em Londres.   Lewandowski  não fez gol nos 3 a 0 sobre o  Olympiacos, mas marcou três nos 5 a 0 sobre o Dinamo Zagreb e quer a terceira vitória consecutiva na Liga dos Campeões para manter o Bayern na liderança isolada do grupo. Com gols seus, claro.

Bayern não tem time para continuar sendo campeão

Líder do Campeonato Alemão, com 100% de aproveitamento em oito rodadas, sete pontos à frente do vice-líder Borussia Dortmund, o Bayern de Munique visitará amanhã o Werder Bremen – 14º colocado, com apenas sete pontos ganhos até agora – num jogo que está tirando a tranquilidade do sempre tranquilo Pep Guardiola:

– Não tenho mais do que 13 jogadores e muitos deles estão com problemas de lesões – lamenta o treinador.

A situação atual do tricampeão alemão é mesmo grave: Mario Gotze, Kirrchhoff, Sebastian Rode, Benatia, Coman, Arjen Robben, Javi Martinez e Alex Vidal estão em tratamento, Badstuber e Frank Ribery voltaram a treinar no começo da semana.

Guardiola avisa:

– É impossível ser campeão com 13 jogadores.

Lewandowski, o artilheiro dos artilheiros

Lewandowski, centroavante do Bayern e da Polônia: 15 gols em seis jogos

Lewandowski, centroavante do Bayern e da Polônia: 15 gols em seis jogos

Depois dos dois gols no empate por 2 a 2 com a Escócia em Glasgow há três dias, o  artilheiro Robert Lewandowski marcou há pouco, em Varsóvia, o gol que fechou a vitória por 2 a 1 sobre a Irlanda e classificou matematicamente a Polônia para a Eurocopa de 2016.

É o 15º gol marcado pelo atacante polonês nas últimas seis vezes que entrou em campo.

Os outros doze foram marcados com a camisa do Bayern – todos os cinco, em apenas nove minutos, na goleada por 5 a 1 sobre o Wolfsburg pela sexta rodada do Campeonato Alemão, mais dois nos 3 a 0 sobre o Mainz na sétima rodada e dois nos 5 a 1 sobre o Borussia na oitava.

Faltam três? Levou-os o Dinamo de Zagreb ao ser goleado por 5 a 0 em Munique na segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa.

Aos 27 anos, completados em agosto, Robert Lewandowski é um exemplar muito vivo de uma espécie em extinção – o centroavante, dono absoluto da camisa 9, matador frio e implacável que apavora todos os goleiros.

Lewandowski fez nos últimos seis jogos apenas dois gols a menos do que Ricardo Oliveira em 29 rodadas do Brasileirão e mais do que todos os demais jogadores que brigam com o santista pela artilharia. Desde que voltou das férias, participou de 15 jogos e marcou 22 gols.

O Bayern sabe vencer – e vender!

Os cinco gols marcados por Robert Lewandowski  em nove minutos, garantindo a vitória de virada sobre o Wolfsburg por 5 a 1 pela sexta rodada do Campeonato Alemão, viraram vigoroso instrumento de marketing no site do Bayern de Munqiue.

Quem acessar hoje o site, usando o código ‘LEWA’, terá direito a um voucher de 5 euros e mais variados descontos na compra de produtos com a marca do artilheiro.

Os clubes brasileiros têm muito o que aprender com o Bayern – dentro e fora do campo.

A nova esperança de alemães e brasileiros

Douglas Costa: aposta de Guardiola e Dunga - Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Douglas Costa: aposta de Guardiola e Dunga – Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Ele alegrou a torcida ao marcar, aos 46 minutos do segundo tempo, o gol da vitória brasileira por 2 a 1 sobre o Peru na estreia da Copa América. Tinha entrado aos 20, substituindo Tardelli.

Passou em branco na derrota para a Colômbia por 1 a 0. Jogou então, meio tempo, tempo substituído Willian.

Nas quartas de final, entrou aos 15 do segundo tempo, novamente substituindo Willian, viu de perto o Paraguai empatar o jogo aos 25 e, depois do 1 a 1 no tempo normal, perdeu um dos pênaltis que custaram a eliminação do Brasil.

Depois da Copa América, o gaúcho Douglas Costa de Souza, que vai fazer 25 anos daqui a um mês, trocou o Shakhtar Donetsk pelo Bayern de Munique numa transação de 30 milhões de euros, sinal claro de que os alemães viram nele algo além do que mostrou nos campos do Chile.

A torcida do Bayern o recebeu com certa desconfiança, a mesma que o cerca por aqui desde que foi chamado pela primeira vez para a Seleção por Mano Menezes em 2010, mas Pep Guardiola apostou nele para substituir Ribéry, ainda às voltas com as renitentes lesões dos últimos tempos, e abrir pelos lados os caminhos para os gols do tricampeão alemão.

Douglas Costa tem correspondido tão bem à confiança do técnico que, há poucos dias, Guardiola chegou a dizer que ele será em pouco tempo um dos melhores jogadores do mundo.

É tudo que Dunga espera, tanto que ontem o convocou novamente, desta vez para os ensaios que a Seleção fará nos Estados Unidos visando os primeiros jogos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

E hoje Douglas Costa mostrou mais uma vez que Guardiola pode estar certo: na abertura do Campeonato Alemão, foi um dos destaques do Bayern nos 5 a 0 sobre o Hamburgo, com direito a um gol e uma assistência.