Arquivo da tag: Lewandowski

Você tem de escolher: Bayern ou Barça?

É uma pena que sejam no mesmo horário – como deveriam ser e não serão vários e decisivos jogos do Brasileirão no fim de semana – e a gente tenha de escolher entre Bayern x Olympiacos e Barcelona x Roma, jogões das 17h45 (no horário de Brasília) desta terça-feira pela fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa.

Imagino que até Pep Guardiola, que pariu um e está gestando o outro, teria dificuldade de escolher entre o Barça de Messi, Neymar, Suárez e Iniesta e o Bayern de Lahm, Robben, Müller e Lewandowski se não fosse obrigado por contrato a acompanhar os seus pupilos em Munique.

Bayern e Olympiacos estão empatados em pontos no Grupo F, cada um com nove. O Bayern já foi derrotado pelo Arsenal; o Olympiacos, em casa, pelo próprio Bayern. Os alemães marcaram 13 gols e sofreram três até agora; os gregos marcaram seis e sofreram outros seis.

Se der empate no jogo de hoje, os dois times estarão classificados para as oitavas. Alguém arrisca um palpite?

Em casa, com Messi de volta, o Barcelona precisa apenas de um empate com a Roma para garantir antecipadamente o primeiro lugar do Grupo D, que lidera folgadamente com 10 pontos, cinco a mais do que o adversário. Em Roma, foi 1 a 1.

Pep Guradiola: fez o Barça, comanda o Bayern

Pep Guardiola: fez o Barça, comanda o Bayern

Deixemos Luis Enrique, que herdou de Guardiola este Barça multicampeão e vem lhe dando maior ímpeto ofensivo, falar do jogo:

– É a oportunidade de terminar em primeiro lugar. Creio que podemos fazer melhor do que fizemos sábado nos 4 a 0 sobre o Real Madrid, mas espero um jogo difícil porque eles precisam vencer. Deve ser um jogo muito aberto.

Voltando ao começo: é pena não ver o Bayern, que tem a média 3,25 gols por jogo, fica com a bola durante 71% do tempo e acerta 91% dos passes, mas, obrigado a escolher, vou ver o Barça de Messi. Talvez veja o Barça de Neymar.

Guardiola não vai reclamar.

Atualização

Valeu a pena ver o Barcelona, que desta vez não teve gol de Neymar. Gols não faltaram, porém: foram dois de Messi, dois de Suárez, um de Piqué e um de Adriano,  6 a no total. Neymar participou das jogadas dos seis gols e ainda perdeu um pênalti.

Os adversários que se cuidem que este Barça cada vez mais afinado, pois o técnico Luis Enrique prometeu depois da goleada sobre a Romsa:

– O melhor ainda está por vir. Falta muito. Estamos em um momento mágico e temos que estender isso ao máximo.

Anúncios

Espanhóis reverenciam Neymar

A torcida brasileira certamente ainda está frustrada com o pífio desempenho de Neymar no 1 a 1 com a Argentina e nos 3 a 0 sobre o Peru pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, mas os espanhóis estão enfeitiçados pelo nosso craque, como escancara hoje o jornal Marca num texto  de múltiplos elogios:

– O brasileiro é possivelmente o jogador em melhor forma no futebol mundial. Somente Lewandowski, no Bayern, tem sido tão decisivo com seus gols.

– Nenhum outro jogador exibe uma regularidade tão acachapante.

Neymar, em ótima parceria com Luis Suárez, tem marcado gols, feito assistências, provocado pênaltis…

– Se continuar na forma atual, logo poderá estará disputando (com Cristiano Ronaldo e Lionel Messi)  o cetro de melhor jogador do mundo.

Depois de tanta reverência, o jornal mostra preocupação com o rendimento de Neymar no Real x Barça de logo mais:

– A única dúvida que existe para a partida desta tarde é o possível cansaço que ele pode sentir depois da viagem e dos jogos pela Seleção Brasileira.

Vasco sofre aqui, Alex Teixeira multiplica gols por lá

Invicto há oito rodadas, o Vasco de Jorginho e seu auxiliar Zinho pode voltar a respirar sem a ajuda de aparelhos no Brasileirão se vencer o Grêmio às 17 horas no Maracanã e for ajudado por tropeços do Goiás, que recebe o Cruzeiro; do Coritiba, que recebe o São Paulo; e do Avaí, que visita a Chapecoense.

Não é tarefa fácil.

Terceiro colocado, o Grêmio precisa da vitória para se manter a uma distância segura do quarto e não perder de vista o vice-líder Atlético Mineiro. Fora de casa, o time de Roger Machado já empatou com o líder Corinthians e derrotou o Atlético, mas, em compensação, perdeu no Maracanã os jogos contra a dupla Fla-Flu.

A tarefa vascaína fica mais complicada quando se confere o baixo poder de fogo do seu ataque. O time fez 13 gols nos oito jogos sem derrota, mas nenhum atacante marcou nas cinco rodadas mais recentes.

Os gols do Vasco são de meias e zagueiros. Rafael Silva, autor dos dois no empate com o Cruzeiro em 16 de setembro, foi o último atacante vascaíno a marcar gol neste Brasileirão. O centroavante Leandrão passa em branco há seis rodadas.

Ironicamente, um atacante nascido e criado nas divisões de base do Vasco disputa gol a gol com o polonês Robert Lewandowski, do Bayern de Munique, e o gabonense Pierre do Borussia Dortmund, a Chuteira de Ouro de 2015.  Somente dois brasileiros conquistaram até hoje o prêmio ao mais destacado artilheiro do futebol europeu – Ronaldo, o Fenômeno, e Jardel.

Pois o ex-vascaíno Alex Teixeira, do Shakhtar Donetsk, com 16 gols em 2015, está brigando com Lewandowski e Aubameyang, que chegaram ao 13º  neste fim de semana e levam vantagem pois cada gol na liga alemã tem maior peso (2)  do que na liga ucraniana (1.5).

Como nem todas as lembranças são boas, no ano em que foi embora, 2009, Alex Teixeira disputou e foi campeão da Segundona pelo Vasco. Tinha 19 anos.

Lewandowski, o artilheiro dos artilheiros

Lewandowski, centroavante do Bayern e da Polônia: 15 gols em seis jogos

Lewandowski, centroavante do Bayern e da Polônia: 15 gols em seis jogos

Depois dos dois gols no empate por 2 a 2 com a Escócia em Glasgow há três dias, o  artilheiro Robert Lewandowski marcou há pouco, em Varsóvia, o gol que fechou a vitória por 2 a 1 sobre a Irlanda e classificou matematicamente a Polônia para a Eurocopa de 2016.

É o 15º gol marcado pelo atacante polonês nas últimas seis vezes que entrou em campo.

Os outros doze foram marcados com a camisa do Bayern – todos os cinco, em apenas nove minutos, na goleada por 5 a 1 sobre o Wolfsburg pela sexta rodada do Campeonato Alemão, mais dois nos 3 a 0 sobre o Mainz na sétima rodada e dois nos 5 a 1 sobre o Borussia na oitava.

Faltam três? Levou-os o Dinamo de Zagreb ao ser goleado por 5 a 0 em Munique na segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa.

Aos 27 anos, completados em agosto, Robert Lewandowski é um exemplar muito vivo de uma espécie em extinção – o centroavante, dono absoluto da camisa 9, matador frio e implacável que apavora todos os goleiros.

Lewandowski fez nos últimos seis jogos apenas dois gols a menos do que Ricardo Oliveira em 29 rodadas do Brasileirão e mais do que todos os demais jogadores que brigam com o santista pela artilharia. Desde que voltou das férias, participou de 15 jogos e marcou 22 gols.

O Bayern sabe vencer – e vender!

Os cinco gols marcados por Robert Lewandowski  em nove minutos, garantindo a vitória de virada sobre o Wolfsburg por 5 a 1 pela sexta rodada do Campeonato Alemão, viraram vigoroso instrumento de marketing no site do Bayern de Munqiue.

Quem acessar hoje o site, usando o código ‘LEWA’, terá direito a um voucher de 5 euros e mais variados descontos na compra de produtos com a marca do artilheiro.

Os clubes brasileiros têm muito o que aprender com o Bayern – dentro e fora do campo.

Lewandowski quer jogo

Lewandowski: pronto para jogar - Foto: Instagram

Lewandowski: pronto para jogar – Foto: Instagram

Com direito a um pouco sutil exercício de merchandising, Robert Lewandowski tranquiliza a torcida do Bayern em sua página  no Instagram e anuncia:

– Estou chegando.

Ou seja: com máscara e tudo, após sofrer fraturar no maxilar e no osso nasal, Lewandowski está disposto a enfrentar o Barcelona no primeiro jogo entre as duas equipes pelas semifinais da Liga dos Campeões, quarta-feira, dia 6.

Ainda não se sabe se Pep Guardiola e sua comissão técnica vão avalizar o desejo do goleador ou preferirão preservá-lo para o jogo de volta, em Munique.

Guardiola que se cuide

Pelo menos uma alegria Pep Guardiola terá na quarta-feira ao retornar ao Camp Nou: o telão do estádio vai exibir um vídeo em homenagem ao seu passado de ídolo como jogador e treinador do Barcelona.

Em seguida, o Barça de Messi, Neymar e Suárez entrará em campo com disposição de trucidar o Bayern, que hoje é comandado por Guardiola e tem boas razões para se preocupar com o resultado de seu primeiro jogo nas semifinais da Liga dos Campeões da Europa.

Suárez vai a Córdoba: três gols nos 8 a 0 - Foto: fcbarcelona.com/

Suárez vai a Córdoba: três gols nos 8 a 0 – Foto: fcbarcelona.com/

Problemas não faltam nestes dias que antecedem a partida contra o Barcelona. Robben, Ribéry, Badstuber e David Alaba continuam fora de combate, Lewandowski também pode desfalcar o time alemão.

É verdade que, nas quartas de final, Guardiola também teve se se virar sem quase todos eles, contando apenas com Lewandowski para massacrar o Porto por 6 a 1 no jogo que garantiu o Bayern na semifinal.

A ninguém ocorrerá, no entanto, comparar o bom time português ao Barcelona cada vez mais infernal que acaba de aplicar a segunda goleada consecutiva na campanha rumo ao título espanhol, enfiando 8 a 0 no lanterninha Córdoba após os 6 a 0 da terça-feira no Getafe. No jogo deste sábado, em Córdoba, Neymar andou longe de brilhar, fez apenas um, em cobrança de pênalti, mas Messi fez dois e Luis Suárez, que anda em fase iluminada, fez três.

Pep Guardiola corre o sério risco de voltar para Munique na quarta com uma única lembrança agradável: a homenagem que o Barcelona lhe prestará no telão do Camp Nou.