Arquivo diário: 5 de julho de 2015

Três gols de Carli Lloyd dão tri mundial aos EUA

Carli Lloyd: estrela da final

Carli Lloyd: estrela da final

Aos 16 minutos de jogo, o sonho de bisar a conquista de 2011 já tinha morrido no fundo das redes da goleira Kaihori.

Carli Lloyd, o maior destaque do Mundial de Futebol Feminino do Canadá, fez 1 a 0 para os Estados Unidos aos 3 minutos, 2 a 0 aos 5, Lauren Holiday ampliou para 3 a 0 aos 14 e Lloyd acabou com qualquer esperança japonesa aos 16, fazendo 4 a 0.

Daí em diante, era meramente uma questão de levar a decisão do Mundial na maciota, embora as japonesas tenha diminuído o placar para 4 a 2, com um gol ainda no primeiro tempo e o outro no começo do segundo. Dois minutos depois, Tobin Heath fechou a conta: EUA 5 x 2 Japão.

Inverte-se assim a ordem de chegada de 2011: em Vancouver, as norte-americanas festejaram muito o título de campeãs, as japonesas choraram o vice.

É o terceiro título mundial do futebol feminino dos Estados Unidos.

Atlético Mineiro puxa a fila dos primeiros no Brasileirão

Não adiantou contar com a torcida do Grêmio: o Internacional de Diego Aguirre, que havia perdido por 3 a 0 para o então líder Sport no meio da semana, acaba de ser derrotado por 3 a 1 pelo Atlético Mineiro, que assim alcança no Beira-Rio a liderança do Brasileirão.

Fica assim o G-4 ao final da 11ª rodada:

♦ Atlético Mineiro – 23 pontos, sete vitórias, 14 gols de saldo

♦ Grêmio – 23 pontos, sete vitórias, cinco gols de saldo

♦ Sport – 23 pontos, seis vitórias, dez gols de saldo

♦ Fluminense – 21 pontos, seis vitórias, quatro gols de saldo

Nos outros jogos da noite, o Palmeiras venceu a Ponte Preta em Campinas por 2 a 0, chegou a 18 pontos, apenas três da porta de entrada do G-4, o Flamengo perdeu por 2 a 1 para o Figueirense, estacionou nos dez pontos, como Santos, que já está no Z-4.

Grêmio vence mais uma e agora torce pelo Inter

Grêmio faz festa na Vila e vai torcer pelo Inter

Grêmio faz festa na Vila Belmiro e vai torcer pelo Internacional

O Santos acaba de perder o terceiro jogo consecutivo no Brasileirão, o primeiro na Vila Belmiro em toda esta temporada, e já faz companhia a Vasco, Coritiba e Joinville no Z-4. Foi derrotado por 3 a 1 pelo time que, pelo menos até que se encerre Internacional x Atlético Mineiro, é o novo líder da competição – o Grêmio de Roger Machado.

Foi a quinta vitória consecutiva deste Grêmio que só se dá bem desde que Felipão pediu as contas e foi trabalhar no futebol chinês.

Desta vez, o Grêmio teve ajuda decisiva de Felipe Gomes da Silva, que expulsou Geuvânio aos 28 minutos. O garoto santista estava fora do gramado para receber atendimento médico e, ao retornar, recebeu um segundo cartão amarelo, pois, segundo o árbitro, não tinha sido autorizado. Acontece que o Senhor Confusão, como Felipe Gomes da Silva era conhecido no futebol carioca, tinha feito um gesto em direção ao jogador como se estivesse autorizando o seu retorno.

O Grêmio já vencia por 1 a 0 desde os 3 minutos, fez 2 a 0 aos 3 do segundo tempo, levou o gol do artilheiro Ricardo Oliveira aos 19 e fechou a conta aos 35.

Até agora, a 11ª rodada é toda favorável aos gremistas: ontem, o Atlético Paranaense foi derrotado pelo Cruzeiro por 2 a 0; hoje cedo, o Sport empatou com o Avaí por 2 a 2; agora à tarde, o Fluminense também empatou com o São Paulo por 0 a 0, mesmo placar de Goiás x Corinthians.

De bem com o time, a torcida gremista tem um programa bem diferente para emendar com os festejos pela vitória na Vila: torcer pelos colorados no confronto de daqui a pouco com o Atlético Mineiro, o único adversário que ainda pode desalojar o Grêmio da liderança nesta rodada do Brasileirão.

O país do vôlei invade as praias da Holanda

As duplas brasileiras brilham nas areias holandesas.

É todo brasileiro o pódio feminino do Mundial de Vôlei de Praia: Ágatha e Bárbara, campeãs, Fernanda Berti e Taiana, vice-campeãs, e Juliana e Maria Elisa, que ficaram em terceiro lugar.

No degrau mais alto do pódio masculino, os campeões Alison e Bruno Schmidt. No terceiro lugar, Evandro e Pedro Solberg. Entre as duplas brasileiras, os vice-campeões holandeses Christiaan Varenhorst e Reinder Nummerdor.

Não é em tudo que o Vasco está na rabeira

Em alguma coisa o Vasco está em primeiro lugar neste Brasileirão.

Em cartões vermelhos: são cinco no total, dois em oito jogos sob o comando de Doriva, três nos três jogos em que Celso Roth comandou a equipe.

Mantido o ritmo, o Vasco encerrará a competição com 32 cartões vermelhos.

Matinê na Ressacada deixa o Sport em perigo

O Sport saiu na frente, com um gol de Diego Souza aos 20 minutos, mas Renan empatou aos 37 e Anderson Lopes fez 2 a 1 para o Avaí aos 39.

O jogo já ia chegando ao fim quando, aos 44 do segundo tempo, Jubal fez pênalti em André. Diego Souza quis cobrar, mas deixou para o próprio André fechar o placar na Ressacada: 2 a 2.

O empate na matinê deste domingo pode custar ao Sport a liderança do Brasileirão.

Com 23 pontos, 6 vitórias e saldo de 10 gols, o time pernambucano perderá a liderança se, mais tarde,  o Atlético Mineiro vencer o Internacional no Beira-Rio ou o Fluminense vencer o São Paulo no Morumbi ou o Grêmio vencer o Santos na Vila Belmiro.

Os três aspirantes à liderança chegariam aos 23 pontos, com uma vitória a mais do que o Sport.

Em caso de tripla vitória dos visitantes, o Sport cairá para o quarto lugar.

É dura a briga na linha de frente do Brasileirão.

Imagem da véspera: tristeza argentina, alegria chilena

Reprodução

                                                                                                                                                             Reprodução

A cena é de ontem, 4 de julho, mas ocupa neste domingo metade da primeira página da edição impressa do jornal argentino Clarín.

Diz tudo sobre a tristeza de uma seleção que completou  22 anos sem conquistar um título sequer tanto quanto mostra a alegria que é ser campeão pela primeira vez na história.