Arquivo da tag: River Plate

Próxima atração: Sanfrecce x Mazembe

Certamente você ainda não se ligou, mas começou no Japão o Mundial de Clubes.

Está definido o grande clássico das quartas de final que indicará o adversário do River Plate nas semifinais: o Sanfrecce Hiroshima, campeão japonês, que acaba de derrotar por 2 a 0 o Auckland City, campeão neozelandês, vai enfrentar o Mazembe, campeão africano, no domingo.

O Mazembe, talvez você se lembre, é aquele time que, em 2010, derrotou o Internacional nas semifinais e disputou o título com a Internazionale. Perdeu, é claro.

Curioso detalhe técnico do jogo de abertura do Mundial, disputado em Yokohama: o Auckland teve 67% de posse de bola. Provavelmente entediado com o andamento do jogo, o seu goleiro Spoonley papou dois frangaços que deram a vitória ao Sanfrecce.

Hoje não tem Neymar, mas este não é o problema

'Olé' escancara torcida contra Neymar e companhia

‘Olé’ escancara torcida contra Neymar e companhia

O Barcelona nada tem a perder com a ausência de Neymar no jogo das 17h45 (horário brasileiro) contra o Bayer em Leverkusen pela última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Garantidíssimo no primeiro lugar do Grupo E, com oito pontos de vantagem sobre o adversário desta tarde e sobre a Roma, terceira colocada, o Barça joga apenas para cumprir tabela e melhorar ainda mais as estatísticas.

Foi no treino de ontem, na Alemanha, que Neymar sofreu, segundo o comunicado do departamento médico do Barcelona, uma “pequena lesão” no músculo adutor da perna esquerda.

Pode ser que fique de fora também do jogo contra o Deportivo La Coruña, sábado, pelo Campeonato Espanhol. Nem por isso Luis Enrique morrerá de preocupação.

O que preocupa o Barça é a possibilidade de não contar com o craque brasileiro no Mundial de Clubes.

Daqui a oito dias, já pelas semifinais, o campeão europeu enfrentará o vencedor do confronto entre o América, do México, e o Guangzhou Evergrande, da China.

Três dias depois, deverá decidir o título, muito provavelmente contra o River Plate, que terá enfrentado nas semifinais o Mazembe ou o Sanfrecce Hiroshima ou o Auckland City.

O campeão sul-americano já está no Japão treinando para a grande final e torcendo para que Neymar continue em tratamento na Espanha. A mídia argentina também está na torcida, como mostra a despudorada primeira página do jornal Olé nesta quarta-feira.

Atualização

Vai começar o mata-mata na Liga dos Campeões. Fechada hoje a fase de grupos, estão definidos os 16 times que vão para as oitavas de final.

Em primeiro lugar em seus grupos, ficaram Real Madrid, Wolfsburg, Atlético de Madrid, Manchester City, Barcelona, Bayern, Chelsea e Zenit.

Não se cruzam nas oitavas.

O sorteio dos jogos vai cruzá-los com os segundos colocados em cada  grupo: PSG, PSV, Benfica, Juventus, Roma, Arsenal, Dínamo de Kiev e Gent.

O sorteio dos confrontos das oitavas será na segunda-feira, dia  14. Os jogos serão disputados em fevereiro e março de 2016.

River e Sportivo Luqueño ajudam times que brigam pelo G-4

Ninguém deu muito bola para a desclassificação do Atlético Paranaense e da Chapecoense nas quartas de final da Copa Sul-Americana, mas se trata de dupla boa notícia para os times que ainda estão na briga por vaga no G-4 do Camnpeonato Brasileiro.

O campeão da Copa Sul-Americana tem direito a uma das vagas do seu país na Libertadores de 2016 – e, portanto, se fosse o Atlético ou a Chapecoense, o G-4 do Brasileirão seria reduzido para G-3, com os lugares já ocupados por Corinthians, Atlético Mineiro e Grêmio.

Santos, São Paulo, Internacional, Sport, Palmeiras e Ponte Preta devem a chance de continuar na briga pela Libertadores ao River Plate, que desclassificou a Chapecoense, e ao Sportivo Luqueño, que desclassificou o Atlético Paranaense.

Melhor ainda para os demais pretendentes: como o campeão da Copa do Brasil também tem presença garantida na Libertadores, o quinto colocado no Brasileirão pode sonhar com a vaga.

Basta que o campeão da Copa do Brasil, Santos ou Palmeiras, também se garanta no G-4.

Libertadores: Tigres despacha Inter e faz final com River

Rafael Sóbis perdeu pênalti, mas não perdeu alegria: 'Poderia ter sido 4, 5..."

Rafael Sóbis perdeu pênalti, mas não perdeu a alegria

Diego Aguirre havia prometido que o Internacional não abdicaria de jogar em Monterrey para tentar proteger a acanhada vantagem dos 2 a 1 em Porto Alegre, mas o time andou longe de cumprir a promessa.

O Inter se limitou a correr atrás da bola que corria de pé em pé entre os jogadores do Tigres até um deles mandá-la para as redes de Alisson.

E assim o Tigres fez 1 a 0 aos 17 minutos, 2 a 0 aos 40, não marcou o terceiro aos 6 do segundo tempo porque Rafael Sóbis cobrou mal um pênalti que Alisson defendeu, mas fez 3 a 0 quatro minutos depois e mais faria se de mais precisasse.

Não fez e tomou um pequeno susto aos 44 minutos, quando Lisandro López diminuiu o vexame para 3 a 1. Era tarde demais para chegar aos 3 a 2 que lhe dariam a vaga na final.

A verdade em Monterrey era uma só: o Inter não jogou, o Tigres sobrou.

Rafael Sóbis resumiu bem o que foi o jogo:

– O mais justo não seriam os 3 a 1, mas 4 ou 5…

Sorte do River Plate, que já se garantiu no Mundial de Clubes, e vai decidir em casa o título da Libertadores, embora o Tigres tenha melhor campanha. É o preço que os mexicanos aceitaram pagar para entrar como convidados na competição sul-americana.

O Inter perdeu o jogo, a chance do tri e o ano.

Agora, tem de cuidar da vida no Brasileirão, instalado a meio do caminho do Z-4 e do G-4, pensando o que fará para recuperar em 2016 os sonhos que jogou fora em 2015. OU, com um pouco de sorte, recuperar-se ainda em 2015 na Copa do Brasil. Não será fácil.

Presidente diz que Corinthians não quer mais Teo Gutiérrez

Roberto de Andrade: não para Sheik, Guerrero e Teo Gutiérrez

Roberto de Andrade: não para Sheik, Guerrero e Teo Gutiérrez

Depois de não querer ficar com Emerson Sheik nem com Paolo Guerrero, o presidente Roberto de Andrade garante que também não quer mais o atacante colombiano Teo Gutiérrez no Corinthians.

Assim falou o cartola corintiano ao programa Seleção SporTV nesta quinta-feira:

– Fizemos uma proposta por escrito ao River, faz mais de uma semana, e o River nem respondeu que aceita ou que não aceita. Eu estou entendendo a falta de respostas como um não. Tenho lido que seu agente tem dito que ele vai para o Sporting. Então, se alguém estiver nos assistindo, em primeira mão: independentemente da resposta do River, quem não quer mais o jogador é o Corinthians. Ponto final na negociação.

Libertadores: éramos cinco, somos um

Gabriel Xavier agarra Gonzalo Martínez , é expulso e sai  aplaudido

Gabriel Xavier agarra Gonzalo Martínez , é expulso e sai aplaudido

Éramos cinco quando começou a Libertadores. Depois de alguns sustos na fase de grupos, os cinco chegaram às oitavas.

Como a tabela determinava dois cruzamentos locais, somente três dos cinco poderiam chegar às quartas: o Cruzeiro tirou o São Paulo, o Internacional tirou o Atlético Mineiro, o Corinthians tropeçou na própria incompetência e foi tirado pelo paraguaio Guaraní.

Nas quartas, então, éramos dois: Cruzeiro e Inter.

O Inter foi à Colômbia, perdeu para o Independiente Santa Fe, mas virou a parada no Beira-Rio nesta quarta-feira e está nas semifinais.

O Cruzeiro foi à Argentina, venceu o River Plate e voltou para Belo Horizonte precisando apenas de um empate. Parecia que seríamos dois nas semifinais. Parecia. O Cruzeiro acaba de ser trucidado pelo River no Mineirão.

Placar: 3 a 0 para o River.

E, no palco em que a Alemanha enfiou 7 a 1 no Brasil, o Cruzeiro não caiu de quatro por que, a três minutos do final, o garoto Gabriel Xavier agarrou o argentino Gonzalo Martínez por trás para evitar que ele invadisse sozinho a área do goleiro Fábio.

Levou o cartão vermelho e saiu aplaudido pela torcida.

Nem o Flamengo gosta do que a Globo vai mostrar

O Flamengo não anda nada satisfeito com o futebol do time, tanto que mandou embora o treinador Vanderlei Luxemburgo, mas a Globo está deslumbrada.

É o que prova a programação da emissora para a noite desta quarta-feira, 27, às 22 horas:

  • Flamengo x Naútico será mostrado em 22 estados.
  • Palmeiras x ASA será transmitido para paulistas, alagoanos e, sabe-se lá a razão do castigo, paranaenses.
  • Cruzeiro x River Plate, o biscoito fino da noite, será exibido apenas em Minas e no Rio Grande do Sul.

O que vale o confronto entre o Flamengo, hóspede ilustre do Z-4 no Brasileirão, e o Náutico, líder da Segundona? É o primeiro dos dois jogos que eles farão pela terceira fase da Copa do Brasil, valendo vaga nas oitavas de final.

Igual valia tem o jogo Palmeiras x ASA, embora com pequeno e injusto acréscimo: pode valer também o emprego de Oswaldo de Oliveira.

 De nada vale, então, o jogo entre o Cruzeiro, campeão brasileiro, e o River Plate, vice-campeão argentino – deduzirá o telespectador.

Engano global, meu caro: o jogo vale uma vaga nas semifinais da Libertadores. O vencedor ficará a 360 minutos do título de campeão sul-americano e, consequentemente, da classificação para o Mundial de Clubes que será disputado em dezembro no Japão.

Outro jogo da noite com o mesmo valor é Internacional x Independiente Santa Fe, às 19h30, mas este nem sequer será visto na televisão aberta. É reservado, por razões contratuais, a quem tem tevê por assinatura.

Sóbis põe o Tigres nas semifinais da Libertadores

Sóbis: gol e assistência classificam o Tigres

Sóbis: gol e assistência classificam o Tigres

Rafael Augusto Sóbis do Nascimento, gaúcho de Erechim, feito profissional do futebol nas divisões de base do Internacional, garantiu nesta quarta, 26, a classificação do mexicano Tigres para as semifinais da Libertadores.

Logo aos 5 minutos do jogo em Monterrey, Sóbis fez 1 a 0 para a equipe mexicana, que precisava de mais um gol para defenestrar o Emelec sem ter de ir aos pênaltis.

O Tigres mandou no jogo, teve paciência para procurar o segundo gol sem ceder espaço aos contra-ataques equatorianos e, aos  34 do segundo tempo, finalmente chegou aos 2 a 0, gol de Rivas concluindo uma bela jogada do brasileiro Tóbis pela esquerda.

Agora, por ironia da bola, Sóbis pode se reencontrar nas semifinais com o Inter, desde que os gaúchos passem nesta quinta, 27, pelos colombianos do Independiente Santa Fe e, por um desses absurdos do regulamento da Libertadores, o Cruzeiro caia no Mineirão diante do River Plate, o que  é bastante improvável.

Se os dois brasileiros chegarem às semifinais, terão de se enfrentar para definir qual será o finalista. É o que determinam as regras da Conmebol. E o Inter, então, só pegará Sóbis se ambos forem à final.

Gol de Marquinhos dá vitória e vantagem ao Cruzeiro

Marquinhos 1 a 0Marquinhos vibra com gol que deixa o Cruzeiro mais perto das semifinais da Libertadores

Era tudo o que o Cruzeiro queria em Buenos Aires na noite desta quinta-feira, 21: aos 36 minutos do segundo tempo, o garoto Gabriel Xavier ganhou a bola de graça numa saída errada do River e tocou para o gol, Barovero salvou, mas  Marquinhos aproveitou o rebote e fez 1 a 0.

Estava garantida uma ótima vantagem para o jogo de volta no Mineirão, quarta-feira que vem, dia 27.

No primeiro tempo, embora o Cruzeiro tenha começado bem, o jogo pendeu um pouco mais para o River, menos nervoso e mais consciente. Fábio fez uma grande defesa numa bola enfiada para Teo Gutiérrez entrar livre na área. Foi a grande chance dos argentinos em todo o jogo.

No segundo tempo, o Cruzeiro voltou melhor, com os nervos dominados, chegou muito perto de abrir o placar aos 18 minutos na primeira boa jogada criada por Gabriel Xavier, que rolou a bola para Willian ajeitar à sua feição e tocar para o gol no contrapé de Barovero. Vangioni salvou o gol em cima da na linha.

Estava provado que o Cruzeiro poderia bater o River no Monumental de Nuñez e cuidar em casa de garantir a vaga nas semifinais das Libertadores.

Mais uma Marcelo Oliveira mostrou que sabe o que está fazendo. Ao trocar o garoto Arrascaeta, em noite muito apagada, pelo garoto Gabriel Xavier, abriu os caminhos para a vitória.