Arquivo da tag: Rafael Sóbis

Libertadores: Tigres despacha Inter e faz final com River

Rafael Sóbis perdeu pênalti, mas não perdeu alegria: 'Poderia ter sido 4, 5..."

Rafael Sóbis perdeu pênalti, mas não perdeu a alegria

Diego Aguirre havia prometido que o Internacional não abdicaria de jogar em Monterrey para tentar proteger a acanhada vantagem dos 2 a 1 em Porto Alegre, mas o time andou longe de cumprir a promessa.

O Inter se limitou a correr atrás da bola que corria de pé em pé entre os jogadores do Tigres até um deles mandá-la para as redes de Alisson.

E assim o Tigres fez 1 a 0 aos 17 minutos, 2 a 0 aos 40, não marcou o terceiro aos 6 do segundo tempo porque Rafael Sóbis cobrou mal um pênalti que Alisson defendeu, mas fez 3 a 0 quatro minutos depois e mais faria se de mais precisasse.

Não fez e tomou um pequeno susto aos 44 minutos, quando Lisandro López diminuiu o vexame para 3 a 1. Era tarde demais para chegar aos 3 a 2 que lhe dariam a vaga na final.

A verdade em Monterrey era uma só: o Inter não jogou, o Tigres sobrou.

Rafael Sóbis resumiu bem o que foi o jogo:

– O mais justo não seriam os 3 a 1, mas 4 ou 5…

Sorte do River Plate, que já se garantiu no Mundial de Clubes, e vai decidir em casa o título da Libertadores, embora o Tigres tenha melhor campanha. É o preço que os mexicanos aceitaram pagar para entrar como convidados na competição sul-americana.

O Inter perdeu o jogo, a chance do tri e o ano.

Agora, tem de cuidar da vida no Brasileirão, instalado a meio do caminho do Z-4 e do G-4, pensando o que fará para recuperar em 2016 os sonhos que jogou fora em 2015. OU, com um pouco de sorte, recuperar-se ainda em 2015 na Copa do Brasil. Não será fácil.

Anúncios

Duelo de ídolos decide Tigres x Inter

Rafael Sóbis x Valdívia 227                  Rafael Sóbis x Valdívia: o herói colorado do bi contra o candidato ao tri

Gaúcho de Erechim, Rafael Augusto Sóbis do Nascimento, 30 anos, foi revelado pelo Cruzeiro do Rio Grande do Sul, passou rapidamente pelo Corinthians e acabou a formação nas divisões de base do Internacional. É quase cria da casa. Em 2004, entrou no elenco profissional e já no ano seguinte foi um dos destaques do Brasileirão, tendo marcado 19 gols.

Foi embora em 2006, para jogar no futebol espanhol com a camisa do Bétis, depois de brilhar na campanha que deu ao Inter seu primeiro título da Libertadores. Voltou em 2010 a tempo de participar da reta final da campanha do bi.

Pois este atacante técnico e raçudo pode desfazer nesta quarta-feira, 22, o sonho colorado de chegar ao tri da Libertadores na final de 5 de agosto, contra o River Plate, no Beira-Rio.

Rafael Sóbis é o principal jogador do Tigres, adversário derrotado pelo Inter por 2 a 1 em Porto Alegre, mas perfeitamente capaz de reverter a desvantagem logo mais em Monterrey.

Wanderson Ferreira de Oliveira, 20 anos, também quase cria da casa, é o antídoto colorado ao mal que o antigo ídolo possa lhe fazer em campos do México.

Matogrossense de Jaciara, nascido para o mundo da bola no Rondonópolis, foi ainda júnior para o Internacional e hoje, conhecido nacionalmente como Valdívia, é um dos principais jogadores do time que já perdeu o passo no Brasileirão de 2015, mas tem boa chance de conquistar, pela terceira vez neste milênio, o título de campeão da Libertadores.

Meia veloz, combativo, habilidoso, embora às vezes um pouco dispersivo, Valdívia está no elenco profissional há dois anos,  firmou-se entre os titulares sob o comando de Diego Aguirre, esbanja carisma na relação com a torcida e é o artilheiro do Inter na Libertadores, tendo marcado cinco gols nos sete jogos que disputou.

Passa por seus pés o caminho do tri.

É dia de decisão para o Internacional no Beira-Rio

Diego Aguirre de longe 157Será o jogo mais importante do Internacional desde o começo da temporada, menos apenas do que o da semana que vem lá no México.

Desde 27 de maio, quando se garantiu nas semifinais da Libertadores com a vitória por 2 a 0 sobre o Santa Fe , o Inter tem a cabeça no jogo das 22 horas desta quarta-feira, no Beira-Rio, contra o Tigres.

De lá para cá, quase sempre desfalcado de muitos titulares, o Inter acumulou decepções no Campeonato Brasileiro. Foram dez  jogos, com três vitórias, três empates e quatro derrotas – um aproveitamento de apenas 40% dos 30 pontos disputados, índice decepcionante para um time que entrou na competição como candidato ao título.

Hoje colocado em 12º lugar no Brasileirão, a dez pontos do G-4 e a 13 do líder, o Internacional não tem alternativa: ou se dá bem na Libertadores ou terá jogado fora toda a temporada de 2015.

Se a comparação servir de estímulo, Diego Aguirre poderá lembrar à sua rapaziada que o River Plate também sofreu uma queda de rendimento no Campeonato Argentino, mas ontem se redimiu com sua torcida ao vencer em casa o Guaraní por 2 a 0 e encaminhar a classificação para a final da Libertadores.

É o que o Inter tem de fazer hoje contra o Tigres de Rafael Sóbis. Não basta vencer. É preciso garantir alguma folga para o jogo de volta, quarta que vem, em Monterrey.

O desempenho recente não é animador, mas a volta de Juan, Aránguiz, Valdívia, Sasha e Nilmar, finalmente livres das lesões que os afastaram dos campos, dará a Diego Aguirre condições de remontar o time que fechou a primeira fase como líder de seu grupo, eliminou o Atlético Mineiro nas oitavas e o Santa Fe nas quartas.

Suspenso, Aguirre não estará na área técnica do Beira-Rio para empurrar Alisson, William, Ernando, Juan, Geferson, Rodrigo Dourado, Aránguiz, D’Alessandro, Valdívia, Nilmar e Lisandro López rumo à vitória. Vai torcer por eles.

Sóbis põe o Tigres nas semifinais da Libertadores

Sóbis: gol e assistência classificam o Tigres

Sóbis: gol e assistência classificam o Tigres

Rafael Augusto Sóbis do Nascimento, gaúcho de Erechim, feito profissional do futebol nas divisões de base do Internacional, garantiu nesta quarta, 26, a classificação do mexicano Tigres para as semifinais da Libertadores.

Logo aos 5 minutos do jogo em Monterrey, Sóbis fez 1 a 0 para a equipe mexicana, que precisava de mais um gol para defenestrar o Emelec sem ter de ir aos pênaltis.

O Tigres mandou no jogo, teve paciência para procurar o segundo gol sem ceder espaço aos contra-ataques equatorianos e, aos  34 do segundo tempo, finalmente chegou aos 2 a 0, gol de Rivas concluindo uma bela jogada do brasileiro Tóbis pela esquerda.

Agora, por ironia da bola, Sóbis pode se reencontrar nas semifinais com o Inter, desde que os gaúchos passem nesta quinta, 27, pelos colombianos do Independiente Santa Fe e, por um desses absurdos do regulamento da Libertadores, o Cruzeiro caia no Mineirão diante do River Plate, o que  é bastante improvável.

Se os dois brasileiros chegarem às semifinais, terão de se enfrentar para definir qual será o finalista. É o que determinam as regras da Conmebol. E o Inter, então, só pegará Sóbis se ambos forem à final.

Em campo, um dos candidatos ao título da Libertadores

Nada badalado por aqui, o Tigres abre hoje, contra o Emelec, as quartas de final da Libertadores e pode mostrar no Equador que é um dos reais candidatos ao título.

O time mexicano é o único invicto na competição, venceu três dos quatro jogos como visitante, conta com o ataque mais efetivo, com 19 gols, e não deixou de fazer gol em nenhuma partida.

O brasileiro Rafael Sóbis é um dos seus destaques.

Vale a pena conferir, a partir das 22 horas, este Emelec x Tigres que será mostrado pelo SporTV.

Atualização

Em Guayaquil, foi-se a invencibilidade do Tigres: 1 a 0 para o Emelec.