Arquivo diário: 21 de julho de 2015

Ufa! Deu Grêmio

Com um gol sem querer de Pedro Rocha na metade do primeiro tempo, o Grêmio devolveu em Criciúma o 1 a 0 que tinha levado em Porto Alegre e, nos pênaltis, garantiu a classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil.

Missão cumprida, Roger Machado tem com que se preocupar: o Grêmio vem perdendo o pique em seus últimos compromissos.

River decide Libertadores contra Inter ou Tigres

O River Plate confirmou em Assunção o favoritismo na briga pela vaga na final da Libertadores, empatou por 1 a 1 com o Guaraní num jogo até bem movimentado e agora espera que se defina amanhã, dia 22, o outro finalista.

O Internacional estará na decisão se pelo menos empatar com o Tigres em Monterrey. Não é fácil, mas não é impossível. O time mexicano já empatou dois dos cinco jogos que disputou em casa nesta Libertadores.

O problema do Inter é a própria inconstância, às vezes até durante o jogo, como se viu na vitória por 2 a 1 sobre o Tigres em Porto Alegre.

O River, é claro, torce pelo Tigres no jogo desta quarta, pois estará automaticamente garantido no Mundial de Clubes como representante da Conmebol se o Inter não chegar à final da Libertadores.

Palmeiras fatura mais do que Fla, Bota, Vasco e Flu juntos

O Palmeiras já arrecadou R$ 42.387.675,00 na bilheteria em 2015.

É mais do que a soma da arrecadação bruta de Flamengo, Botafogo, Vasco e  Fluminense – exatos R$ 41.127.082,00.

As contas, detalhadas por Rodolfo Rodrigues em seu blog Futebol em Números, no UOL, deveriam fazer certos dirigentes esquecer as picuinhas e pensar mais no futebol carioca.

São Paulo de Aidar não sabe vender nem comprar

A informação é de Carlos Miguel Aidar, em entrevista  a Bruno Faria, do site Esquema de Jogo:

As vendas de Souza, Denílson e Paulo Miranda significaram R$ 18 milhões, e esse valor não paga nem 15% da dívida do São Paulo.

Na entrevista, o presidente do São Paulo diz também que ofereceu ao Olympique de Marselha “5 milhões de euros por 80% do passe” do zagueiro Dória – ou seja, uma pouco mais de R$ 17 milhões.

Ou o São Paulo vende muito mal ou compra muito mal.

Aliás, tenta comprar, pois o Olympique nem sequer respondeu à proposta feita por Aidar.

River terá apoio de 10 mil argentinos em Assunção

Vamos conhecer hoje o primeiro finalista da Libertadores, provavelmente o River Plate, que venceu em casa o primeiro jogo contra o Guaraní  por 2 a 0 e, portanto, pode até perder por um gol de diferença em Assunção.

A vantagem é significativa, pois o time paraguaio baseia seu jogo na forte marcação e nos contra-ataques, e o River é uma equipe realista que não se vai arriscar além da conta. O treinador Marcelo Gallardo dá o tom à partida das 21 horas:

– O Guaraní em Assunção fez dois no Corinthians. Não podemos acreditar que tudo foi definido em Buenos Aires. Temos de jogar com inteligência.

Se o técnico está cauteloso, a torcida está animada. Esperam-se 10 mil argentinos no Defensores Del Chaco.