Arquivo da tag: PSG

Como se nada estivesse acontecendo em Paris

A comissão técnica do futebol feminino do Paris Saint-Germain marcou um treino para a manhã deste sábado.

As 13 estrangeiras do elenco, incluindo as brasileiras Cristiane e Érika, se recusaram a participar.

O Paris Saint-Germain, como sabe, tem dono: o catariano Nasser Al-Ghanim Khelaïfi.

Ibrahimovic, 34, conecta o futebol de hoje ao século 20

Ibrahimovic, 34 @310@Ibrahimovic: outubro é o mês dos craques Foto: Official Zlatan Ibrahimovic/Instagram

É verdade que ele mal entrou em campo na Copa do Mundo de 2002, decepcionou em 2006 e nem sequer conseguiu classificar a sua Suécia em 2010 e 2014, mas Zlatan Ibrahimovic não se abate facilmente.

Quando perdeu para a seleção portuguesa de Cristiano Ronaldo, que ele costuma tratar com superior indiferença, a chance de vir ao Brasil, que ele tanto admira, para disputar a Copa de 2014, fez questão de proclamar, mais marrento do que o rival lusitano:

– Uma coisa é certa: uma Copa do Mundo sem mim não vale a pena ser vista.

Tanto valia que ele mesmo apareceu por aqui para ver alguns jogos.

O craque boquirroto, companheiro dos brasileiros Thiago Silva, David Luiz, Marquinhos, Maxwell, Thiago Motta e Lucas Moura no Paris Saint-Germain, festeja seus 34 anos neste sábado, na véspera de defender a liderança do Campeonato Francês no Parque dos Príncipes contra o Olympique de Marselha.

Um dos mais criativos e surpreendentes atacantes do século 21, fã declarado do fenômeno Ronaldo e do futebol brasileiro, o grandalhão Ibrahimovic, filho de um bósnio mulçumano e de uma croata católica, nascido e criado num bairro pobre de Malmö, ídolo do Ajax, da Juventus, da Internazionale, do Milan, do Barcelona, como agora é do PSG, nos conecta neste sábado com o século 20 para relembrar um dos mais deliciosos mistérios do futebol: outubro é o mês dos craques.

Foi em outubro que nasceram supercraques como Pelé (dia 23), Garrincha (28) e Maradona (30) e craques como os brasileiros Didi (8), Falcão (16) e Careca (5), os uruguaios José Leandro Andrade (1º) e Darío Pereyra (20), o argentino Omar Sívori (2), o alemão Fritz Walter (31), o russo Lev Yashin (22), o inglês Bobby Charlton (11), o francês Raymond Kopa (13), o espanhol Francisco Gento (21), o holandês Marco Van Basten (31), o liberiano George Weah (1º) e o croata Zvonimir Boban (8).

E não tão craques assim, mas jogadores importantíssimos para suas seleções, também nasceram em outubro Niels Liedholm (8), compatriota de Ibrahimovic, vice-campeão do mundo, autor do primeiro gol contra o Brasil na final da Copa de 1958 e, anos mais tarde, treinador de Paulo Roberto Falcão e Toninho Cerezo na Roma; e Carlos Caetano Bledorn Verri, o nosso Dunga (31), destaque e capitão da Seleção que ganhou em 1994 o tetra mundial e a admiração do aniversariante de hoje pelo futebol brasileiro.

Monsieur Di Maria é o décimo sul-americano do PSG

PSG anuncia Di Maria em espanhol

PSG anuncia chegada de Di Maria em espanhol

Não há time mais sul-americano em todo o mundo da bola: o Paris Saint-Germain confirmou hoje, em sua conta no Twiter, a contratação do argentino Di Maria, que vai se juntar aos compatriotas Pastore e Lavezzi, aos brasileiros Thiago Silva, David Luiz, Marquinhos, Maxwell, Lucas e Thiago Motta, que tem também cidadania italiana, e ao uruguaio Cavani.

Não é uma boa notícia para Lucas, que passar a ter o próprio Di Maria, Cavani e Ibrahimovic como concorrentes na briga por uma vaga na linha de frente do campeão francês.

Futebol paga mais do que todos os outros esportes

Os jogadores do Paris Saint-Germain são os atletas mais bem pagos em todo o mundo – mostra levantamento que a ESPN publica anualmente e você pode conferir aqui, em inglês. Em média, cada jogador do PSG fatura US$ 9,1 milhões ao ano.

Os números levantados pela ESPN abrangem 333 equipes de 17 grandes ligas profissionais espalhadas por 13 países e cobrem sete esportes. Os 9.371 atletas pesquisados recebem anualmente um total de US$ 17,94 bilhões.

Talvez seja uma grande surpresa para muita gente, mas oito das dez equipes com os maiores salários são do futebol.

Curiosamente, os dois finalistas da Liga dos Campeões da Europa não estão no pódio dos pagadores milionários: o Barcelona é o quarto colocado no ranking, com um salário médio de US$ 8,1 milhões por ano; e a Juventus, fica em 24º lugar, com média de US$ 4,9 milhões.

No pódio, além do PSG, estão Real Madrid e Manchester City, ambos com salários médios de US$ 8,6 milhões ao ano.

Seleção de Dunga coleciona títulos na Europa

A Seleção convocada por Dunga para disputar a Copa América desembarcará no Chile com três campeões franceses: o PSG de David Luiz, Thiago Silva e Marquinhos venceu há pouco o Montpellier por 2 a 1 e, com uma rodada de antecedência, conquistou o terceiro título nacional consecutivo.

O trio francês terá a companhia em campos chilenos de Filipe Luís e Willian, campeões ingleses pelo Chelsea, e pode ganhar amanhã o reforço do capitão Neymar, que será campeão espanhol se o Barcelona bater o Atlético em Madri.

Barça e Bayern mostram força de campeões

 

Neymar e Daniel AlvesNeymar e Dani Alves festejam no Camp Nou os 2 a 0 sobre PSG  Imagem Beneclick

Iniesta voltou a brilhar como regente, mas desta vez o brasileiro Neymar foi o solista da afinadíssima orquestra no Camp Nou, assinando os gols da vitória por 2 a 0 sobre o PSG que confirma o Barcelona nas semifinais da Liga dos Campeões da Europa. No primeiro, assistência do capitão Iniesta. No segundo, assistência do cupincha Dani Alves.

Em Munique, sob a regência do brasileiro Thiago Alcântara, que é cidadão espanhol no mundo da bola, o Bayern fez 5 a 0 logo no primeiro tempo, deixou o Porto se animar no segundo, mas fechou a conta em 6 a 1 e festejou a classificação para as semifinais como se fosse dia de Carnaval na Baviera.

Amanhã, quarta-feira, tem mais, às 15H45 (de Brasília): Real x Atlético de Madrid, no Santiago Bernabéu; Monaco x Juventus, no Louis II.

Aconteça o que acontecer em Madri e no Mônaco, Barça e Bayern são candidatíssimos ao título europeu de 2015.

Liga dos Campeões: quem corre é o craque

Suárez, Neymar e MessiSuárez, Neymar e Messi: para tenta alegria, é preciso correr muitoImagem: Beneclick

Já vão longe os tempos em que os craques decretavam e as arquibancadas aplaudiam: ‘quem corre é a bola”.

Hoje em dia, quem corre é o craque.

E os craques correm muito, como se vai poder ver daqui a pouco na definição dos dois primeiros semifinalistas da Liga dos Campeões da Europa, tanto no Bayern x Porto quanto no Barça x PSG.

Mais claro favorito do quarteto que hoje estará em campo para começar a decidir as quartas de final da Liga, o Barça é ótimo exemplo do quanto têm de correr os craques no futebol atual.

Considerando apenas os jogos na Liga dos campeões, eis os números de seu trio ofensivo no levantamento, geralmente confiável, da própria Uefa:

  • Messi: nove jogos, 787 minutos em campo, 74.074 metros percorridos – 94,12 metros por minuto.
  • Neymar: 666 minutos em campo, 79.646 metros percorridos – 119,58 metros por minuto.
  • Suárez: 527 minutos em campo, 63.021 metros percorridos – 119,58 metros por minuto.

O PSG tem craques que correm mais ainda. Por exemplo:

  • Cavani: nove jogos, 840 minutos em campo, 103.117 metros percorridos – 122,75  metros por minuto.
  • Matuidi: nove jogos, 786 minutos em campo, 102.035 metros percorridos – 129,81 metros por minuto.

Para ter uma ideia mais precisa do que significam tais distâncias, lembre-se: o comprimento máximo de um campo de futebol, definido pela Regra 1, é de 120 metros.

Atualmente, os craque percorrem por minuto praticamente a extensão do campo e quem se movimenta menos, supercraque no caso, corre 8.5 quilômetros por partida, um absurdo para cracaços da era Pelé que se admiravam com jogadores como Zagallo e Zito que, incansáveis, chegavam a percorrer 3 quilômetros durante os 90 minutos de um jogo difícil.

O futebol mudou e nada mudou tanto quanto a velocidade do jogo. É o que mostram os números da mais importante competição de clubes em todo o mundo da bola.

Como é mesmo o nome dela?

Foto: @VeroBoquete/Twitter

Foto: @VeroBoquete/Twitter

Começaram ontem as semifinais da Liga das Campeãs da Europa com a derrota em casa do Wolfsburg para o Paris Saint-Germain por 0 a 2.

O confronto de hoje, Frankfurt x Brøndby, novamente na Alemanha, tem um sabor todo especial para uma jogadora espanhola de 28 anos, companheira de Marta no sueco Tyresö, derrotado na final de 2014 pelo Wolfsburg.

Meia e atacante, fã declarada da brasileira quatro vezes eleita a melhor jogadora do mundo, ela mesma candidato ao título no ano passado, a espanhola confessa ao site da Fifa:

– Aquela final ainda dói por tudo que o Tyresö significava para mim. Sempre carregarei esta frustração, mas agora ela vai me servir de motivação e me dará um gás extra.

Mais conhecida no mundo da bola pelo sobrenome do que pelo prenome, a estrela espanhola se chama Verónica Boquete e revelou, em antiga entrevista à jogadora e blogueira portuguesa Sandra Costa, como descobriu o significado do seu nome do lado de cá do Atlântico:

– Quando cheguei ao Chicago Red Stars nos Estados Unidos, em 2010, a Formiga e a Cristiane jogavam lá. Nos primeiros dias, elas não disseram nada. Depois, quando tínhamos mais intimidade, elas me perguntaram se eu sabia o que quer dizer o meu sobrenome no Brasil. E eu: “Não, em espanhol significa buraco, não é nada demais”. Aí elas me disseram o significado em português, e eu: “Nãããooo!”

E brincou:

– Ainda bem que não tive de jogar no Brasil…

Pois é: capitã da seleção espanhola, Boquete terá o nome muitas vezes repetido por narradores brasileiros durante o mês de junho. Afinal, Brasil e Espanha, além de Coréia e Costa Rica, estão no mesmo grupo da Copa do Mundo de Futebol Feminino que será disputada no Canadá.

Barça faz e desfaz em Paris, Porto manda em casa

Neymar faz gol no PSG 1 a 0Gol de Neymar abre o caminho para os  3 a 1 do Barça sobre o PSGImagem: Beneclick

Neymar fez 1 a 0 para o Barcelona, Suárez fez 2 a 0, fez 3 a 0 e, como o PSG não fazia nada, o francês Jérémy Mathieu resolveu dar uma ajudinha e, a menos de dez minutos do final do jogo, desviou o chute de Van der Wiel e tirou qualquer chance de Ter Stegen defender a bola.

Resultado em Paris: PSG 1 x 3 Barcelona. E o uruguaio Suárez passeou à vontade pela avenida David Luiz.

É quase impossível o sonho francês de dar o troco em Barcelona. O Barça está praticamente garantido nas semifinais da Liga dos Campeões.

Também não será fácil a vida do Bayern no jogo de volta, embora em Munique.

Em casa, o Porto venceu os alemães, também por 3 a 1, e continua invicto na competição. Pode até perder na Alemanha por um gol de diferença e não perderá a vaga nas semifinais.

Completo, o Bayern teria condições de reagir. Sem as estrelas Ribéry, Robben e Schweinsteiger, fica difícil, mesmo que feche ao trânsito lusitano a avenida Dante.