Arquivo da tag: Aniversário

Ibrahimovic, 34, conecta o futebol de hoje ao século 20

Ibrahimovic, 34 @310@Ibrahimovic: outubro é o mês dos craques Foto: Official Zlatan Ibrahimovic/Instagram

É verdade que ele mal entrou em campo na Copa do Mundo de 2002, decepcionou em 2006 e nem sequer conseguiu classificar a sua Suécia em 2010 e 2014, mas Zlatan Ibrahimovic não se abate facilmente.

Quando perdeu para a seleção portuguesa de Cristiano Ronaldo, que ele costuma tratar com superior indiferença, a chance de vir ao Brasil, que ele tanto admira, para disputar a Copa de 2014, fez questão de proclamar, mais marrento do que o rival lusitano:

– Uma coisa é certa: uma Copa do Mundo sem mim não vale a pena ser vista.

Tanto valia que ele mesmo apareceu por aqui para ver alguns jogos.

O craque boquirroto, companheiro dos brasileiros Thiago Silva, David Luiz, Marquinhos, Maxwell, Thiago Motta e Lucas Moura no Paris Saint-Germain, festeja seus 34 anos neste sábado, na véspera de defender a liderança do Campeonato Francês no Parque dos Príncipes contra o Olympique de Marselha.

Um dos mais criativos e surpreendentes atacantes do século 21, fã declarado do fenômeno Ronaldo e do futebol brasileiro, o grandalhão Ibrahimovic, filho de um bósnio mulçumano e de uma croata católica, nascido e criado num bairro pobre de Malmö, ídolo do Ajax, da Juventus, da Internazionale, do Milan, do Barcelona, como agora é do PSG, nos conecta neste sábado com o século 20 para relembrar um dos mais deliciosos mistérios do futebol: outubro é o mês dos craques.

Foi em outubro que nasceram supercraques como Pelé (dia 23), Garrincha (28) e Maradona (30) e craques como os brasileiros Didi (8), Falcão (16) e Careca (5), os uruguaios José Leandro Andrade (1º) e Darío Pereyra (20), o argentino Omar Sívori (2), o alemão Fritz Walter (31), o russo Lev Yashin (22), o inglês Bobby Charlton (11), o francês Raymond Kopa (13), o espanhol Francisco Gento (21), o holandês Marco Van Basten (31), o liberiano George Weah (1º) e o croata Zvonimir Boban (8).

E não tão craques assim, mas jogadores importantíssimos para suas seleções, também nasceram em outubro Niels Liedholm (8), compatriota de Ibrahimovic, vice-campeão do mundo, autor do primeiro gol contra o Brasil na final da Copa de 1958 e, anos mais tarde, treinador de Paulo Roberto Falcão e Toninho Cerezo na Roma; e Carlos Caetano Bledorn Verri, o nosso Dunga (31), destaque e capitão da Seleção que ganhou em 1994 o tetra mundial e a admiração do aniversariante de hoje pelo futebol brasileiro.

Anúncios

O mundo da bola festeja Ronaldo, a CBF ignora

Ronaldo, 39 anos: festa na Fifa e na Uefa

Ronaldo, 39 anos: festa na Fifa e na Uefa

O aniversário de Ronaldo Luís Nazário de Lima, o Fenômeno que chega aos 39 anos nesta terça-feira, 22 de setembro, é festejado com alegria no mundo do futebol.

 A primeira página do site da Fifa registra:

¡FELIZ CUMPLEAÑOS! – Una historia ‘fenomenal’

A chamada leva a um grande e elogioso texto (leia em espanhol) sobre o craque brasileiro, com 15 links laterais para outros 17 artigos e álbuns publicados anteriormente no site.

A primeira página do site da Uefa http://pt.uefa.com/ chama, com destaque:

RECORDAÇÃO: Ronaldo

O UEFA.com assinala os 39 anos do brasileiro Ronaldo recordando os três golos que apontou em Old Trafford, em 2003, quando foi ovacionado de pé pelos adeptos da casa: “Foi especial.”

O texto interno pode ser lido clicando aqui.

E no site da CBF?

Nada.

Leia uma nota postada neste blog em 3 de junho : Artilheiros fazem dobradinha contra presidente da CBF. Talvez explique o esquecimento da CBF.

Um pouco de poesia num triste aniversário

Começam hoje em São Januário as festas do 117º aniversário do Club de Regatas Vasco da Gama, fundado em 21 de agosto de 1898.

Às 10 horas, será celebrada uma Missa de Ação de Graças na Capela Nossa Senhora das Vitórias.

Vitórias? Deve estar batendo bola em outra paróquia.

Bem dizia o vascaíno Carlos Drummond de Andrade, que jamais viu o seu time na Segundona:

É sempre no passado aquele orgasmo, é sempre no presente aquele duplo, é sempre no futuro aquele pânico.