Arquivo da tag: GP da Rússia

Hamilton ultrapassa Senna e é quase tri

Lewis Hamilton venceu o Grande Prêmio da Rússia, chegando à 42ª vitória na história da Fórmula 1, uma a mais do que o seu e nosso ídolo Ayrton Senna, e, a quatro corridas do final da temporada, é já quase tricampeão.

Em 2015, Hamilton tem 302 pontos, 66 a mais do que o vice-líder Sebastian Vettel.

Depois do péssimo resultado no treino de classificação, tendo de largar na 15ª posição em Sochi, Felipe Massa deu a volta por cima e terminou a corrida em quarto lugar.

Massa continua em sexto lugar no campeonato, agora a apenas dois pontos de Valtteri Bottas. Beneficiado ao longo da corrida por outras quebras, o brasileiro estava atrás do companheiro de Williams e de Kimi Raikkonen, da Ferrari, mas, na última volta, uma batida entre os dois finlandeses lhe deu o quarto lugar.

Desta vez, Massa não reclamou de nada. Em compensação, Bottas estrilou com Raikkonen:

– Que merda ele fez? Eu estava na frente e daí alguém bateu por trás. É muito desapontador porque arruinou meu dia.

Anúncios

Massa vai ficando para trás

Sem ter marcado pontos em Cingapura e no Japão, o que o derrubou do quarto para o sexto lugar  no Mundial de Pilotos, o brasileiro Felipe Massa corre o risco de piorar ainda mais de posição no GP da Rússia de amanhã

No treino de classificação desta manhã no circuito de Sochi, ficou em 15º lugar, três posições atrás do compatriota Felipe Nasr, da Sauber, e 13 do companheiro de Williams, Valtteri Botas, que é o quinto colocado no campeonato e vai largar na segunda fila neste domingo. Na primeira, Nico Rosberg e Lewis Hamilton, a dupla quase imbatível da Mercedes.

Massa, sexto colocado na atual temporada da Fórmula 1, estacionou nos 97 pontos, 14 a menos do que Bottas, 24 à frente de Daniel Ricciardo, da RBR, sétimo colocado.

Cada vez mais reclamão, como se estivesse reencarnando Rubinho Barrichello também nas entrevistas, Massa chiou depois do treino, com desculpa em dose dupla: “eu peguei trânsito”, “meus pneus traseiros estavam já completamente sem aderência”.

explicado.