Arquivo da tag: Roland Garros

Um sábado inesquecível

Foi um sábado que deixará pelo menos dois registros importantes na história do esporte brasileiro, relativos ambos a eventos em campo e quadro da Europa:

  • Ao conquistar no Estádio Olímpico de Berlim o título de campeão europeu pelo Barcelona, Neymar não apenas realizou um sonho de criança, mas também consolidou a imagem de supercraque, capaz de se superar a cada temporada, batendo sucessivamente recordes pessoais. Aos 23 anos, com os títulos da Libertadores e da Liga dos Campeões da Europa, artilheiro das duas competições, tendo feito gol nas finais de ambas, é o primeiro jogador a também marcar em todos os jogos das quartas, das semifinais e da final na era moderna da competição europeia.
  • Ao vencer, em parceria com o croata Ivan Dodig, os norte-americanos Bob e Mike Bryan por dois sets a 1 (parciais de 6/7, 7/6 e 7/5), Marcelo Melo se transformou no primeiro tenista brasileiro a conquistar o título de duplas do Torneio de Roland Garros, a quadra predileta do nosso Guga em seus bons tempos. Foi a primeira vez que Marcelo Melo, de 31 anos, ganhou um Grand Slam em sua longa carreira.

Também em campos do Brasil, o 6 de junho não foi um sábado qualquer:

  • No Morumbi, Rogério Ceni saudou a estreia do treinador Juan Carlos Osorio com mais um gol, ajudando o São Paulo a vencer o Grêmio por 2 a 0, e já é o décimo artilheiro da história tricolor, com 129 gols no total.
  • Em Santa Catarina, o Corinthians voltou a sentir o gosto da vitória, batendo o Joinville por 1 a 0, e a se aproximar do pelotão de frente no Brasileirão.
  • No Estádio Independência, finalmente o Cruzeiro quebrou um tabu de 11 jogos sem vencer seu grande rival e bateu o Atlético por 3 a 1. Parece ter se afastado definitivamente da zona de rebaixamento.
  • No Maracanã, o Flamengo conseguiu a primeira vitória neste Brasileirão: 1 a 0 na Chapecoense.
  • Na Vila Belmiro, o Santos mostrou mais uma vez que não é fácil a vida sem Robinho e empatou por 2 a 2 com a Ponte Preta, que continua no G4.
  • Na Arena da Baixada, nada de novo: o Vasco perdeu como sempre, agora por 2 a 0, e o Atlético Paranaense continua firme na liderança do Brasileirão, com 15 pontos, dois a mais do que o São Paulo, que pode perder o segundo ugar neste domingo se o Sport vencer o Fluminense no Rio.

Como já cantou o poetinha Vinicius de Moraes, com a sabedoria de bom botafoguense, “há um renovar-se de esperanças porque hoje é sábado”. Menos para os vascaínos, registre-se.

Anúncios

Um brasileiro na final de Roland Garros – e não é Guga

Marcelo Melo: dupla com croata Ivan Dodig

Marcelo Melo: dupla com croata

Boa notícia, vinda de Paris: o brasileiro Marcelo Melo e o croata Ivan Dodig vão fazer, no sábado, a final de duplas do Torneio de Roland Garros contra os irmãos norte-americanos Bob e Mike Bryan.

Melo e Dodig venceram, há pouco, o holandês Jean-Julien Rojer e o romeno Horia Tecau, por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/5. Os norte-americanos venceram os italianos Simone Bolelli e Fabio Fognini, com um duplo 6/3.

É a primeira vez que um brasileiro fará a final de duplas em Roland Garros.

A má notícia é que Bob e Mike venceram todos os últimos confrontos com Melo e Dodig.

Um brasileiro nas semifinais de Roland Garros

O brasileiro Bruno Soares e o austríaco Alexander Peya venceram, há pouco,  os argentinos Carlos Berlocq e Leonardo Mayer por 2 sets a 0 e vão enfrentar, nas quartas de final de Roland Garros,   o brasileiro Marcelo Melo e o croata Ivan Dodig,  que ontem derrotaram o francês Edouard Roger-Vasselin e o espanhol Guillermo Garcia-Lopez, também por  2 sets a 0.

Assim, o Brasil estará nas semifinais de duplas do torneio francês – com Soares ou com Melo.

Nosso Feijão não se cansa de perder

Parece que João Olavo Souza, o nosso Feijão, ainda não se recuperou do cansaço daquela histórica partida de 6h42min pela Copa Davis que perdeu por 3 sets a 2 para o argentino Leonardo Mayer em 8 de março.

De lá para cá, jogou outras oito vezes e foi derrotado em todas as oito. Pior ainda: nas oito, venceu apenas um set.

Feijão perdeu jogos em Miami, Houston, Barcelona, Munique, Madri, Roma e Genebra.

A última derrota foi hoje, em Paris, para o espanhol Daniel Gimeno-Traver por 3 sets a 0.

Assim, Feijão foi eliminado de Roland Garros  logo na primeira rodada.

Novamente campeão, Bellucci vai a Roland Garros

Bellucci: campeão em Genebra

Bellucci: campeão em Genebra

Thomaz Bellucci vai desembarcar em Roland Garros como campeão!

Depois de quase três anos de jejum, o principal tenista brasileiro voltou a conquistar o troféu de um torneio ATP neste sábado, 23, ao derrotar em Genebra o português João Sousa por 2 sets a 0.

O título do ATP 250 de Genebra vai colocar Bellucci na 39ª posição do ranking mundial  que será divulgado amanhã pela entidade. É a primeira vez, nos últimos dois anos, que o brasileiro alcança o top 40.

Bellucci estreará em Roland Garros, na segunda ou na terça-feira, contra o australiano Marinko Matosevic.

Feijão desembarca na Europa pensando em Roland Garros

Imagem: Beneclick

Imagem: Beneclick

Depois de um período de preparação no Rio, João Souza, tenista número 1 do Brasil e número 74 no ranking mundial, desembarca nesta quinta-feira na Espanha para iniciar pelo ATP 500 de Barcelona a participação numa série de torneios europeus em piso de saibro.

Feijão estreia em Barcelona na segunda-feira, dia 20, e depois vai disputar também o ATP 250 de Munique, os qualies dos Masters 1000 de Madri e Roma, o ATP 250 de Genebra e Roland Garros, em Paris.

Na bagagem, o tenista brasileiro levou uma boa dose de otimismo:

– São torneios importantes, no piso que mais gosto, ótima oportunidade para ter bons resultados e somar pontos. Espero chegar ao meu melhor nível em Roland Garros, que é o grande torneio desse giro europeu.

Djokovic faz pedido especial a Guga

Gustavo Kuerten, o nosso Guga, encontrou-se neste domingo, dia 5, com Novak Djokovic um pouco antes de o tenista número 1 da ATP vencer Andy Murray na final do Miami Open e ouviu um pedido um pedido muito especial:

– Quero agendar umas aulas com você antes de disputar Roland Garros.

O tenista iugoslavo chegou duas vezes à final de Roland Garros, em 2012 e em 2014, mas em ambas foi derrotado por Rafael Nadal. Guga foi três vezes campeão em Roland Garros – 1997, 2000 e 2001.