Arquivo da tag: Direitos de TV

Com conhecimento de causa

Chamada na primeira página do portal Globo.com: Corrupção e direitos de TV é o elo entre acusados.

Erro de concordância à parte, o portal das Organizações Globo sabe do que está falando.

Para ler todo o texto, Corrupção e direitos de TV: o elo comum entre acusados do Caso Fifa, clique aqui.

Anúncios

Conmebol negocia às escondidas e paga cotas ridículas

Sem divulgar os valores e prometendo aumentar a cota dos clubes sem também dizer em quanto, a Conmebol anunciou há poucos dias a extensão do contrato com a Fox Sports para a transmissão de todos os jogos da Libertadores da América até 2018.

Assim, ou o Palmeiras ou o Santos se juntará nesta noite, após a definição do campeão da Copa do Brasil, ao trio que já se classificou no Brasileirão para disputar a Libertadores – Corinthians, Atlético Mineiro e Grêmio – sem que nenhum de seus dirigentes saiba quando receberá da Conmebol em 2016.

É a política de transparência da entidade hoje presidida pelo paraguaio Juan Angel Napout.

Em 2015, cada participante da Libertadores recebeu, por fase, os seguintes valores:

  • Primeira fase (Pré-Libertadores): R$ 965 mil
  • Fase de grupos: R$ 3,4 milhões
  • Oitavas de final: R$ 2,1 milhões
  • Quartas de final: R$ 2,5 milhões
  • Semifinal: R$ 2,7 milhões
  • Final: R$ 8,8 milhões para o campeão, R$ 3,8 milhões para o vice

A Uefa paga um pouquinho melhor aos participantes da Liga dos Campeões:

  •  Fase de grupos: € 12 milhões, mais € 1,5 milhão por vitória e € 500 mil por empate
  • Oitavos de final: € 5,5 milhões
  • Quartas de final: € 6 milhões
  • Semifinais: € 7 milhões
  • Final: € 15 milhões ao campeão, € 10,5 milhões ao vice

A CBF premia o campeão brasileiro com R$ 10 milhões, dinheirinho que um clube europeu fatura com apenas duas vitórias na fase de grupos da Liga. Pouco, mas preste atenção: é mais do o prêmio da Conmebol ao campeão sul-americano.

O bilionário futebol chinês vai atacar o Brasil

A Superliga da China, que reúne 16 equipes em seu campeonato, vai faturar € 1,120 bilhão de 2016 a 2020 com os direitos de TV, negociados com a agência Ti’ao Power.

Serão € 140 milhões anuais em 2016 e 2017 e € 280 milhões nas três edições seguintes da competição.

Nesta temporada, o faturamento do Campeonato Chinês com as transmissões por tevê foi de apenas € 11,22 milhões.

Isso significa que o Brasil vai perder ainda mais jogadores para o futebol chinês nos próximos anos. Infelizmente.

Hoje, atuam na Primeira Divisão 28 jogadores brasileiros – entre eles, Robinho, Diego Tardelli, Paulinho e Ricardo Goulart.

Também trabalham na China os técnicos Luiz Felipe Scolari, comandante do Guangzhou Evergrande, atual líder do campeonato, e Cuca, do Shandong Luneng, quarto colocado.

E mais: para lá está indo Vanderlei Luxemburgo, que ganhará milhões se em 2016 tirar da Segunda Divisão o Tianjin Songjiang para dividir os bilhões da Primeira em 2017.