Arquivo da tag: Estados Unidos

Adivinhe quem é ouro de novo em Pequim

Usain Bolt: no revezamento 4 x 100m, o terceiro ouro no Mundial

Bolt: no revezamento 4 x 100m, terceiro ouro em Pequim

Pois é, ele promete e cumpre: Usain Bolt acaba de ganhar o terceiro ouro no Mundial de Atletismo em Pequim fechando a prova do revezamento 4 x 100m pela imbatível equipe da Jamaica, com a marca de 37s36, a melhor do ano.

Os Estados Unidos de Justin Gatlin ganharam a prata, com o tempo de  37s77. O bronze é dos chineses.

É o terceiro ouro conquistado por Usain Bolt em Pequim, o 11º na história dos Mundiais – três nos 100m, quatro nos 200m e  quatro nos 4x100m.

Atualização

Um erro na passagem do bastão de Tyson Gay para Mike Rodger acabou custando, depois da prova, a desclassificação da equipe norte-americana. Assim, a prata foi para os chineses, com o tempo de 38s01. O Canadá ganhou o terceiro lugar no pódio.

Anúncios

Análise concluída: Del Nero fica por aqui

Marco Polo Del Nero: longe da Seleção

Marco Polo Del Nero: longe da Seleção

Marco Polo Del Nero, presidente da CBF que não sai do Brasil desde que retornou da Suíça em seguida à prisão de José Maria Marin, respondeu ontem a um repórter que lhe perguntou se acompanhará a Seleção aos Estados Unidos em setembro:

– Estou analisando. Não há nenhum óbice às minhas viagens. Posso ir a qualquer lugar do mundo.

‘Óbice’, registra o Aurélio, tem diversos significados – similares, é claro, mas não exatamente iguais: ‘impedimento, embaraço, empecilho, obstáculo, estorvo’.

De fato, não há impedimento a viagens do presidente da CBF, mas ir agora aos EUA pode lhe causar embaraços.

Este blog apurou que a análise anunciada por Del Nero já foi concluída: ele não vai.

CBF entra em fase de reanálise

Em nota oficial na noite desta quarta-feira, dia 27, em que comunica o afastamento do “Sr. José Maria Marin do seu quadro diretivo até a definitiva conclusão do processo” que corre nos Estados Unidos, a CBF informa que decidiu “tornar pública a decisão, previamente tomada no início desta gestão, de reanalisar todos os contratos ainda vigentes e remanescentes de períodos anteriores”.