Arquivo da tag: Rivaldo

Rivaldo barra o genro e veste a camisa 10 do Mogi

Rivaldo: presidente em campo - Fotos: Geraldo Bertanha/Mogi Mirim

Rivaldo: presidente em campo – Fotos: Geraldo Bertanha/MM

Preocupado com a situação do Mogi Mirim, lanterna da Série B do Campeonato Brasileiro com apenas três pontos ganhos nas dez primeiras rodadas, o presidente Rivaldo Vítor Borba Ferreira resolveu voltar aos campos e, com a camisa 10 e a faixa de capitão, vai enfrentar o Náutico às 19h30.

Para dar ao quarentão Rivaldo um lugar no time, o técnico Sérgio Guedes barrou o meia Gustavo, que tem 19 anos e namora a filha do presidente, capitão e novo camisa 10 do Mogi Mirim.

O adversário do Mogi, pernambucano como Rivaldo, está no G-4 da Segundona, em terceiro lugar, com 21 pontos, a  apenas dois do líder Botafogo.

Atualização

E, de virada, finalmente o Mogi venceu pela primeira vez na Série B. Estava 1 a 0 para o Náutico até Rivaldo ser substituído pelo genro Gustavo aos 22 minutos do segundo tempo. Três minutos depois, o Mogi empatou. Aos 43, virou.

Rei Pelé não vai mais ver o Mogi

Rivaldo demite Edinho - Foto: Geraldo Bertanha/Mogi Mirim

Rivaldo demite Edinho – Foto: Geraldo Bertanha/Mogi Mirim

Após o empate de ontem com o Oeste por 0 a 0 pela quarta rodada da Segundona, o técnico Edinho Nascimento, filho Dele, foi demitido pelo presidente Rivaldo Ferreira, ainda no vestiário do Mogi Mirim,  com uma explicação bem manjada:

– Infelizmente, o futebol profissional vive de resultados.

Foi o quarto jogo de Edinho no comando técnico do time e o segundo empate consecutivo, após duas derrotas.

Detalhe: no 0 a 0 com o Oeste, dois jogadores do Mogi foram expulsos na metade do segundo tempo por reclamação. Continuam empregados.

E o Rei Pelé, que havia prometido ir ao campo para ver um dos jogos do Mogi, está livre da obrigação.

Aquele La Coruña é apenas um pôster na parede

Djalminha: quando o Deportivo era campeão

Djalminha: quando o Deportivo era campeão

Parece que, dos titulares, o Barça vai escalar apenas os fominhas Messi e Neymar no jogo de logo mais contra o Deportivo La Coruña pela última rodada do Campeonato Espanhol.

Afinal, tudo é festa em Barcelona.

Campeão espanhol desde a penúltima rodada, o time de Luis Enrique está se guardando para a decisão do título europeu no dia 6 de junho, embora ainda tenha pela frente um jogo apronto de luxo, no próximo sábado, contra o Athletic Bilbao, valendo o caneco da Copa do Rei.

O Deportivo La Coruña, no entanto, jogará no Camp Nou para escapar ao rebaixamento. E precisa da vitória para não ficar na dependência de outros resultados. Bem que Luís Enrique poderia ser mais camarada e escalar os outros nove, mas poupar Messi e Neymar.

O jogo tem certo encanto para os brasileiros, não apenas aqueles que acompanham o Barça de hoje, mas também os que torceram pelo Deportivo La Coruña nas temporadas em que lá brilharam Mauro Silva, Bebeto, Rivaldo e, campeões espanhóis em 2000, o zagueiro Donato e o cracaço Djalminha.

Hoje, aqueles bons times são apenas pôsteres na parede de uns poucos saudosistas.

Atualização

Messi não perdoa: fez dois e chegou aos 43 gols em 38 jogos do Campeonato Espanhol.

Na despedida do capitão Xavi Hernández, diante de 93.743 torcedores no Camp Nou, Barcelona 2 x 2 Deportivo La Coruña.

Ufa! O Deportivo escapou da degola e continua na elite em 2016.