Arquivo da tag: Figueirense x Atlético Mineiro

Um domingo para deixar o torcedor nervoso

Num domingo carregado de aflições, os corintianos vão curtir as emoções do Brasileirão tranquilamente postados à frente do televisor na esperança, talvez vã, de que o Atlético Mineiro não consiga vencer o Figueirense.

Os atleticanos estarão preocupados com o que acontecerá no Orlando Scarpelli. A razão da preocupação atleticanas não é o Corinthians, que já é o campeão, pouco importa quando receberá o caneco. O problema é que um tropeço do Atlético dará ao Grêmio a chance de encostar na briga pelo segundo lugar do Brasileirão.

O Grêmio, a três pontos do Atlético, tem parada dura no Recife, pois o Sport ainda alimenta remotas esperanças de chegar ao G-4 e só perdeu um jogo em casa neste campeonato, tendo vencido 11 e empatado quatro. Os gremistas também têm com que se preocupar.

Tranquila poderia ser a noite do Santos, que vai defender sua posição no G-4 diante do quase lanterna Joinville, mas que santista não perde a tranquilidade quando esse time quase imbatível na Vila tem de jogar fora de casa? Em 16 jogos como visitante, o Santos só venceu uma vez.

É o que anima os são-paulinos, empatados com os santistas em pontos e vitórias, mas fora do G-4 pelo pior saldo e menor número de gols. Terá força, porém, o São Paulo para abater o reanimado Cruzeiro de Mano Menezes no Mineirão? A torcida tricolor está preocupada.

E preocupação é o que não falta a palmeirenses e vascaínos, que costumam conviver bem, mas hoje se enfrentarão num jogo de vida ou morte. O Palmeiras é obrigado a vencer para não perder de vista o G-4, já muito, muito distante. E o Vasco precisa da vitória para continuar remando contra o rebaixamento.

Moleza? Neste domingo, é exclusividade do Flamengo, que já não corre risco de cair, a nada mais aspira neste Brasileirão e recebe no Maracanã o desesperado Goiás.

Anúncios

Corinthians ri no final e depois chora de felicidade

Corinthians quase campeão @0711@@@Festa para Lucca: gol a três  minutos do final – Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Os corintianos que andaram falando em antecipar as férias não estavam brincando. Nem todos compareceram ao trabalho hoje em Itaquera e, assim, o Corinthians penou para fazer os 2 a 1 sobre o  Coritiba que podem valer a festa de campeão brasileiro de 2015 já amanhã se o Atlético Mineiro não vencer o Figueirense no Orlando Scarpelli.

Abraçado a Cristian, Tite chora

Abraçado a Cristian, Tite chora no final

Para a felicidade de Tite, o lateral Edílson tem de brigar para continuar entre os titulares e Lucca e Danilo, mais ainda, para entrar neste time que se dá bem até quando joga mal, como hoje testemunharam os 43.688 pagantes que estabeleceram o novo recorde de público no Itaquerão e deixaram R$ 2.772.735,50 nas bilheterias.

Um gol de pênalti, sofrido por Edílson e cobrado por Jadson aos 15 minutos do primeiro tempo, e um de puro oportunismo de Lucca, tocando a para as redes a bola que lhe foi passada por Danilo já aos 42 minutos do segundo, fizeram a festa da torcida e levaram jogadores e Tite às lágrimas.

É o choro de campeão. De felicidade, portanto.

Copa do Brasil: jogos valem mais do que vaga nas quartas

Muita coisa estará em jogo nos confrontos de hoje e amanhã além de definir as vagas nas quartas de final da Copa do Brasil, valiosas por si mesmo, pois encurtam para seis rodadas o caminho dos oito classificados até a Libertadores de 2016.

As emoções começam às 19h30 desta quarta-feira:

No Orlando Scarpelli, bastará ao Figueirense segurar o 0 a 0 para tirar o Atlético Mineiro da frente e seguir sonhando com o título muito improvável. Não seria melhor cair logo fora dessa e concentrar as forças na luta para escapar de vez ao rebaixamento no Brasileirão? Para o Atlético, atual campeão da Copa do Brasil, também não é mais negócio lutar pelo título do Brasileirão, muito mais importante, principalmente porque a vaga na Libertadores já está bem encaminhada?

No Mangueirão, o Paysandu pode eliminar o Fluminense com uma vitória por 1 a 0, mas terá força depois para se dividir entre a luta para chegar ao G-4 da Série B, e portanto à Série A em 2015, e o sonho quase impossível do título da Copa do Brasil? O Flu, em queda no Brasileirão, precisa ir adiante. Além de recuperar a autoestima, é um time com boas chances de continuar brigando pelo título da Copa até a final.

No Castelão, o desespero é duplo. O Ceará, que na Série B aspira unicamente a escapar ao rebaixamento para a C, tem na Copa do Brasil a chance de animar minimamente sua torcida. O São Paulo, que ainda pode voltar ao G-4 no Brasileirão, precisa mostrar que não perdeu de todo a capacidade de reagir. Aos cearenses, basta o empate. Nem mesmo uma derrota por 0 a 1 os tirará da competição. Os são-paulinos vão sofrer.

Não faltarão também emoções nos três jogos das 22 horas:

No Itaquerão, o Corinthians entra perdendo por 2 a 0 para o Santos, que, além da vantagem, tem muito mais motivação para lutar pela vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. Aos corintianos, importa mais poupar energia que lhes permita continuar defendendo a liderança do Brasileirão, até porque alguns de seus dirigentes, liderados por Andrés Sanchez, acham que não vale a pena disputar a Libertadores de 2016.

No Mineirão, o Cruzeiro tem uma pequena chance de salvar o ano e o Palmeiras quer manter mais uma via aberta no rumo da Libertadores. Basta-lhe o empate para continuar alimentando as  esperanças de seus torcedores num 2016 de vitórias e conquistas e afundar de vez o Cruzeiro nesta temporada.

No Maracanã, o Vasco defenderá com todas as forças, que não são muitas, o 0 a 0 que tiraria o Flamengo da festa e lhe daria a ilusão de continuar brigando como grande por um título quase impossível de conquistar na temporada em que o terceiro rebaixamento no Brasileirão está muito perto de se concretizar. O Fla, com alguma sorte, pode até chegar ao título da Copa do Brasil, mas quer principalmente interromper a vergonha de perder seguidamente para o rival que não bate mais em ninguém.

Amanhã tem mais: Grêmio x Coritiba  e Ituano x Internacional.