Arquivo da tag: Luiz Gustavo

Liga dos Campeões: o bilionário futebol inglês corre perigo

Concentram-se nos dois jogos do Grupo B, logo mais às 17h45 (horário brasileiro), as mais fortes emoções da última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa: um empate em casa com o Manchester United garantirá o Wolfsburg nas oitavas e dará  ao PSV a chance de conquistar a outra vaga se, também em casa, vencer o CSKA.

Três vezes campeão europeu (em 1968, 1999 e 2008), o Manchester não terá Wayne Rooney, sua maior estrela, contra o Wolfsburg dos brasileiros Dante, Naldo e Luiz Gustavo, mas está confiante de que sairá da Alemanha classificado para continuar a brigar pelo título que será decidido em 2016:

– Nós não dependemos dos demais resultados, apenas das nossas forças e isso, no meu entender,  é o mais importante – diz o avisou o técnico Louis Van Gaal.

Outra equipe poderosa do futebol britânico, o Chelsea campeão de 2012, também corre risco, embora reduzido, de se despedir amanhã da Liga. Derrotando o Porto em Londres, fechará a fase como o primeiro colocado do Grupo G. Dançará, porém, se perder e o Dinamo Kiev derrotar em casa o Maccabi Tel-Aviv, que não conseguiu nenhum ponto nas cinco rodadas anteriores, marcar um só gol e levou 15.

Bem mais complicada é a situação do Arsenal, que também amanhã visitará o Olympiacos precisando da vitória por um placar mínimo de 3 a 2, como lhe impingiram os gregos no jogo em Londres, para continuar na Liga.

Dos quatro representantes do badalado e bilionário futebol britânico nesta edição da Liga dos Campeões da Europa, somente o Manchester City chegou à última rodada da fase de grupos em situação relativamente cômoda: já classificado para as oitavas de final, pode até ficar em primeiro lugar no Grupo D se hoje vencer em casa o Borussia Mönchengladbach e a Juventus for derrotada pelo Sevilla na Espanha.

No total, ainda há sete vagas abertas nas oitavas. Também estão na briga até amanhã: BATE Borisov, Bayer Leverkusen, Gent, Roma e Valência.

Atualização

Não deu mesmo para o Manchester United, despachado da Liga dos Campeões ao perder para o Wolfsburg por 3 a 2 na Alemanha enquanto, na Holanda, o PSV vencia o CSKA por 2 a 1. O time alemão é o primeiro do Grupo B, o holandês é o segundo.

Para o Manchester City, no Grupo C, deu tudo certo: além de vencer o Borussia Mönchengladbach por 4 a 2, foi ajudado pela derrota da Juventus para o Sevilla por 1 a 0.

Pelo Grupo C, o Atlético de Madrid terminou em primeiro lugar ao derrotar o Benfica por 2 a 1 em  Portugal.

Nenhuma surpresa no Grupo A: o Real Madrid goleou o Malmoe por 8 a 0, com quatro gols de Cristiano Eonaldo, e o PSG venceu o Shakhtar Donesk por 2 a 0.

A sexta rodada se completará amanhã.

Barcelona, Bayern e Zenite já estão garantidos nas oitavas de final. Roma, Bayer Leverkusen, BATE Borisov, Olympiacos, Arsenal, Chelsea, Porto, Dinamo Kiev, Gent e Valencia brigarão pelas cinco vagas que ainda restam nas oitavas.

Anúncios

Chegou o dia de Lucas Lima na Seleção

Lucas Lima e Neymar       Lucas Lima e Neymar: treino da Seleção em Nova Jersey – Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Antes da Copa América, Muricy Ramalho já dizia:

– O melhor camisa 10 é o Lucas Lima. Respeito o Dunga, mas ele tinha de estar na Seleção. É um jogador moderno, joga em direção ao gol toda hora. Vai na diagonal, entra na área, pensa o jogo, faz gol, vem no meio-campo. A quilometragem dele é altíssima. É o melhor número 10 do Brasil hoje.

Dunga é um técnico cauteloso, até mesmo conservador em muitos aspectos, mas não é burro nem sequer teimoso. Na primeira convocação após a pífia atuação brasileira em campos no Chile, incluiu o nome do meia que não se deixou tentar pelas ofertas do futebol europeu no meio do ano e preferiu continuar regendo em campo o bom time do Santos.

Dunga fez mais nestes dias de treinamento da Seleção nos Estados Unidos: escalou Lucas Lima no time titular e procurou lhe transmitir confiança, prometendo respeito às suas características. É o que vamos ver no amistoso com a Costa Rica, em Nova Jersey:

– Ele vai jogar como joga no Santos. Ele vai ter liberdade para fazer o que faz no seu clube, tem que estar mais perto possível do que ele faz lá, com a responsabilidade que todos têm na Seleção.

O jogo das 17 horas deste sábado, 5 de setembro, pode ser um novo marco na história da Seleção. Lucas Lima tem tudo para acrescentar clarividência ao nosso meio de campo, até agora marcado por muita movimentação e combatividade e pouca inspiração criativa entre as duas intermediárias.

Se jogar como joga no Santos, Lucas Lima ajudará a reinventar o futebol da Seleção. A novidade foi percebida nos treinos pelo volante Luiz Gustavo?

– Ele tem a característica do último passe para deixar os atacantes em condições fazer o gol. Eu e o Fernandinho, com um jogador de tanta qualidade na nossa frente,  temos simplesmente dar  respaldo a ele.

É uma pena que, à frente dele, Lucas Lima não possa também contar com o incomparável Neymar. Por enquanto.

Luiz Gustavo tem alguma razão

Luiz Gustavo na Seleção: os melhores do mundo? - Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Luiz Gustavo na Seleção: os melhores do mundo? – Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Luiz Gustavo, o eficiente jogador do Wolfsburg que vem dando conta da cabeça de área com a camisa da Seleção desde a era Scolari, reclamou ao repórter Márcio Iannacca em entrevista publicada nesta quarta-feira no GloboEsporte.com:

– Infelizmente, no Brasil, todos acham que entendem de futebol. As pessoas pensam que podem falar o que querem.

E disse mais:

  – Se olhar jogador por jogador na Seleção, eles são os melhores no mundo do futebol.

Luiz Gustavo tem razão: as pessoas pensam que podem falar o que querem. E ainda acham ruim quando ouvem o que não querem.

Ou, como dizia Millor Fernandes: “O pior cego é o que quer ver”.