Arquivo da tag: Magno Alves

Zebra cearense pasta no gramado do Morumbi

A primeira rodada das oitavas de final da Copa do Brasil fechou com uma vistosa zebra no Morumbi: São Paulo 1 x 2 Ceará.

Rafael Costa fez 1 a 0 logo aos 17 minutos. Bem que o time de Juan Carlos Osorio tentou reagir, foi para o ataque, dominou o jogo, martelou, martelou, mas o goleiro Luis Carlos fechou o gol e só foi vazado por Alexandre Pato aos 22 do segundo tempo, depois que Rafael Costa já tinha feito 2 a 0.

A surpreendente vitória permitirá ao time cearense, lanterninha absoluto da Série B do Brasileirão, classificar-se em casa para as quartas de final da Copa do Brasil mesmo perdendo por 1 a 0 o jogo da próxima quarta-feira.

Os jogos das 19 horas tiveram resultados mais previsíveis, embora o Fluminense tenha sofrido para vencer no Maracanã.

O calendário do futebol brasileiro não é muito propício aos velhinhos. E o Flu andou perto de se dar mal: perdeu os trintões Fred e Ronaldinho Gaúcho, machucados, e já estava quase conformado com o empate por 1 a 1 com o Paysandu, mas foi salvo pelo quase lateral Renato, que fez 2 a 1 aos 48 do segundo tempo.

O quase quarentão Magno Alves, que substituiu Fred, tinha feito o primeiro gol do Flu. Em Belém, na próxima quarta, o Flu joga por um empate, mas ao Paysandu basta uma vitória por 1 a 0 para ir em frente. E o retrospecto no Brasileirão mostra que o Flu dos velhinhos é uma visitante frágil: perdeu cinco dos nove jogos que fez fora de casa.

Com gols de Vitinho e Valdívia, no Beira-Rio, o Internacional derrotou o Ituano por 2 a 0 e ficou muito próximo das quartas de final da Copa do Brasil. Na semana que vem, em Itu, corre um único e pequeno risco: excesso de confiança.

Não é problema que possa afetar uma equipe comandada por Argel Fucks, acostumado a trabalhar permanentemente em alta tensão. Será sempre mais fácil se ver em campo um Inter excessivamente pilhado do que acomodado.

O Flu dos velhinhos está cheio de jovens promessas

O Fluminense vai atacar no Campeonato Brasileiro com dois ilustres goleadores: Magno Alves de Araújo, baiano de Aporá, 39 anos completados no dia 13 de janeiro, e Frederico Chaves Guedes, o Fred, mineiro de Teófilo Otoni que vai fazer 32 anos em 3 de outubro.

Dupla tão experiente deve inspirar a talentosa jovem guarda tricolor, com destaque para os meias Gerson, que fará 18 anos daqui a dez dias, e Robert, que chegará aos 19 em setembro, e o atacante Kenedy, que fez 19 em fevereiro.

A conferir, a partir deste sábado, quando o Fluminense estreia no Brasileirão enfrentando o Joinville às 21 horas no Maracanã.

Ceará e Bahia decidem ‘Lampions League’

Já foram vendidos todos os ingressos para o Ceará x Bahia das 22 horas que definirá o campeão da Copa do Nordeste ou, como prefere o bom humor nordestino, a Lampions League.

Espera-se um público de 63.500 torcedores na Arena Castelão, recorde da temporada em todo o país do futebol.

Ao Ceará, que venceu por 1 a 0 em Salvador, bastará um empate em casa. Vencendo também por 1 a 0, o Bahia levará a decisão para os pênaltis. Se vencer marcando mais de um gol, ficará com o caneco.

Magno Alves, do Ceará, e Kieza, do Bahia, cada um com cinco gols na competição, passaram em branco no jogo de Salvador, mas brigarão em Fortaleza para alcançar ou ultrapassar o artilheiro Max Brendon, do América-RN, que marcou seis.

Um duelo particular na Copa do Nordeste

Magno Alves e Kieza colagemNa final da Copa do Nordeste, Magno Alves e Kieza disputam artilhariaImagem: Beneclick

O baiano Magno Alves de Araújo começou no Ratrans Esporte Clube, de São Sebastião do Passé, perambulou pelo interior de São Paulo, apareceu para o resto do Brasil no Criciúma, tornou-se realmente conhecido no Fluminense, ganhou dinheiro na Coreia do Sul, no Japão, na Arábia Saudita e no Qatar, jogou também pelo Atlético Mineiro e pelo Sport e chegou a vestir a camisa da Seleção na Copa das Confederações de 2001.

Depois de correr tanto pelo mundo afora, sem jamais ter recebido um cartão vermelho, defende o Ceará desde 2012 e hoje, aos 39 anos, estará mais um vez na Fonte Nova para o primeiro dos dois jogos com o Bahia que valem o título da Copa Nordeste de 2015.

Welker Marcal Almeida, o capixaba Kieza, foi revelado pelo Serra, transferiu-se para a Desportiva, saiu do Espírito Santo para jogar no Americano, defendeu também o Fluminense, o Cruzeiro, a Ponte Preta, o Náutico, andou pelos Emirados Árabes e pela China e está há quase um ano no Bahia.

Às 22 horas, diante de 41.500 torcedores que já comprar ingresso, entrará no campo da Fonte Nova para defender a invencibilidade do Bahia e garantir a vantagem para o segundo jogo da decisão da Copa do Nordeste, na semana que vem, em Fortaleza.

Magno Alves e Kieza, símbolos do futebol globalizado, travam nos dois jogos da final nordestina um duelo particular: cada um com cinco gols até agora, querem ultrapassar o artilheiro da competição, o maranhense Max Brendon, que defende o América de Natal e já marcou seis vezes.