Arquivo da tag: Criciúma

Mais Nordeste na Série A, mais Sul na Série B

Será outra a geografia do futebol brasileiro em 2016:

♦ O Nordeste ampliará a participação na Série A, com a chegada do Vitória e do Santa Cruz para fazer companhia ao Sport, e perderá espaço na Série B, com a queda do ABC para a Série C, que também pode receber o Ceará.

♦ O Sul terá menor presença na Série A com a queda do Joinville e, no mínimo, mais um time – o Avaí, o Figueirense ou o Coritiba. Em compensação, hoje representado apenas por Paraná e Criciúma na Série B, aumentará a bancada com os dois ou três rebaixados da A e mais o Londrina e o Brasil de Pelotas, promovidos da C.

Anúncios

Botafogo apanha e cartolas se vingam nos técnicos

Renê Simões: demitido após sai da Copa do Brasil

Renê Simões: demitido após sair da Copa do Brasil

O Botafogo, você já sabe, perdeu ontem para o Cricíúma a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Pelo que se entende do comportamento dos diretores do clube, a culpa foi dos técnicos.

Em primeiro lugar, de Argel Fucks, que ousou armar o seu Criciúma para vencer no Engenhão. Encerrado o jogo, que teve de acompanhar da tribuna pois está suspenso, Argel só não foi agredido pelo dirigente Antonio Carlos Mantuano porque os seguranças do Botafogo contiveram o valentão.

Nem 24 horas se passaram e o presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, também resolveu entrar em ação, demitindo o próprio treinador, Renê Simões, como se ele fosse o culpado pela derrota. A demissão foi acompanhada por uma curiosa justificativa:

O clube agradece pelos serviços prestados desde o início do ano, como a formação da equipe, o título da Taça Guanabara e a liderança do Campeonato Brasileiro da Série B, mas entende que o momento é de mudança visando alcançar os objetivos na temporada.

Renê Simões comandou o Botafogo em 38 jogos – 22 vitórias, oito empates e oito derrotas, ou seja, 65% de aproveitamento.

É um índice que deixaria o Bota em quinto lugar no Brasileirão de 2015 e, na edição de 2014, o teria feito vice-campeão e não vice-lanterna, como acabou sendo, com apenas 29% de aproveitamento.