Arquivo da tag: Engenhão

Festa de campeão: o Bota é Maitê e mais 11

Maitê: em campo, mas não 'peladíssima'

Maitê: em campo, mas não ‘peladíssima’

Com o título de campeão garantido na semana passada, ao derrotar o ABC por 2 a 1, o Botafogo encerra hoje sua segunda participação na Série B do Campeonato Brasileiro recebendo o América Mineiro no Engenhão.

A ideia de Ricardo Gomes é escalar um time misto, com poucos titulares, mas o sábado será de festa. Com Maitê Proença e mais 11, o Bota  vai receber em casa as faixas de campeão.

Ainda não será hoje que a musa comemorará peladíssima o retorno do seu Botafogo à elite do futebol brasileiro, mas ela é a grande estrela da festa no estádio que oficial e mui justamente se chama Nilton Santos.

Maitê Proença promete cumprir na edição de amanhã do Extra Ordinários a promessa que tanto animou os torcedores de se apresentar no  programa usando “só uma coleira, escrito Botafogo” quando o time garantisse o retorno à Primeira Divisão.

Já tem botafoguense querendo mais, como o engenheiro Carlos Monte, que pede em marchinha bem carioca:

Agora eu apresento um novo plano
Você não vai resistir
Tirar a roupa todo ano
Pro Glorioso nunca mais cair

E o time? Vai ter de se reforçar muito para não voltar a correr risco na Série A.

Atualização

Muita festa, pouca gente (13.765 pagantes, 2.325 convidados, aspones e penetras) e quase nada de futebol: Botafogo 0 x 0 América Mineiro, que acabou em quarto lugar.

Maitê Proença entregou as faixas aos campeões, mas resistiu aos pedidos da torcida: “Maitê, tira a roupa aê”. Nudez, só na telinha.

O vice-campeão da Série B é o Santa Cruz, que no Recife venceu por 3 a 1 o Vitória, terceiro colocado.

Em Fortaleza, o Ceará derrotou por 1 a 0 o Macaé, empurrando-o para a Série C, em que já estavam o ABC, o Boa Esporte e o Mogi Mirim.

Bota é campeão e vai fazer festa com Maitê

Num campinho ruim de doer, vinte anos depois de ter sido verdadeiramente campeão brasileiro, o Botafogo acaba de se sagrar antecipadamente campeão da Série B de 2015 ao derrotar o ABC por 2 a 1.

Foi no Mané Garrincha, em Brasília. A festa será sábado que vem no Nilton Santos, o Engenhão,  na partida contra o América Mineiro.

Maitê Proença estará lá – ainda não se sabe com que traje.

Botafogo apanha e cartolas se vingam nos técnicos

Renê Simões: demitido após sai da Copa do Brasil

Renê Simões: demitido após sair da Copa do Brasil

O Botafogo, você já sabe, perdeu ontem para o Cricíúma a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Pelo que se entende do comportamento dos diretores do clube, a culpa foi dos técnicos.

Em primeiro lugar, de Argel Fucks, que ousou armar o seu Criciúma para vencer no Engenhão. Encerrado o jogo, que teve de acompanhar da tribuna pois está suspenso, Argel só não foi agredido pelo dirigente Antonio Carlos Mantuano porque os seguranças do Botafogo contiveram o valentão.

Nem 24 horas se passaram e o presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, também resolveu entrar em ação, demitindo o próprio treinador, Renê Simões, como se ele fosse o culpado pela derrota. A demissão foi acompanhada por uma curiosa justificativa:

O clube agradece pelos serviços prestados desde o início do ano, como a formação da equipe, o título da Taça Guanabara e a liderança do Campeonato Brasileiro da Série B, mas entende que o momento é de mudança visando alcançar os objetivos na temporada.

Renê Simões comandou o Botafogo em 38 jogos – 22 vitórias, oito empates e oito derrotas, ou seja, 65% de aproveitamento.

É um índice que deixaria o Bota em quinto lugar no Brasileirão de 2015 e, na edição de 2014, o teria feito vice-campeão e não vice-lanterna, como acabou sendo, com apenas 29% de aproveitamento.