Arquivo da tag: Gre-Nal

Um Gre-Nal como não se vê há mais de um século

Argel Fucks ainda trabalhava no Figueirense, mas sete dos 11 colorados que ele deve mandar a campo para enfrentar o Grêmio às 17 horas no Beira-Rio estão entre as vítimas do massacre de 9 de agosto: Alisson; William, Ernando, Rodrigo Dourado, Anderson, Vitinho e Lisandro López.

Foi pela 17ª rodada deste Brasileirão, diante de 46.010 torcedores, na Arena Grêmio. O Inter ainda procurava um substituto para Diego Aguirre, o Grêmio tinha trocado Luiz Felipe Scolari por Roger Machado 13 rodadas antes.

Mal o jogo começou, o gremista Douglas perdeu um pênalti. Mal sinal? Não para os gremistas.

Dali em diante, o Grêmio massacrou o Inter, enfiando-lhe 5 a 0, sua mais escancarada vitória num Gre-Nal desde 1912, quando tinha vencido por 6 a 0. Foi um dos três maiores vexames colorados na história do Campeonato Brasileiro, igual às derrotas 5 a 0 para a Chapecoense em 2014 e para o São Caetano em 2003.

Além do comandante Roger Machado, oito dos algozes gremistas daquele 9 de agosto vão se reencontrar com as vítimas daqui a pouco. São Marcelo Grohe, Rafael Galhardo, Pedro Geromel, Erazo, Marcelo Oliveira, Giuliano, Douglas e Luan.

O jogo vale para os colorados a última chance de continuar sonhando com uma vaga na Libertadores em 2016. Para o Grêmio, a permanência no terceiro lugar do Brasileirão,  a três pontos, no máximo, do Atlético Mineiro, uma semana antes de recepciona-lo em Porto Alegre em confronto direto pela vice-liderança.

Na verdade, o Gre-Nal deste domingo se basta como revanche daquele 9 de agosto.

Publicidade

Aguirre prepara mais de um Inter para os próximos jogos

A torcida do Internacional, que demorou a se acostumar ao estilo do técnico Diego Aguirre de escalar o time de acordo com o jogo, espera o Gre-Nal decisivo do Campeonato Gaúcho desconfiada de que vêm novas mudanças por aí.

Como o Inter emendará a final gaúcha com os jogos pelas oitavas de final da Libertadores contra o Atlético Mineiro e a estreia no Canmpeonato Brasileiro, contra o Atlético Paranaense, o próprio técnico tratou de avisar:

– Temos jogo decisivo domingo, jogo decisivo quarta, começa o Brasileiro no domingo, jogo decisivo na outra quarta. Não tem chance do mesmo time jogar os quatro jogos. Vou trocar.

Inter pensa na Libertadores, Grêmio joga Copa do Mundo

Diego Aguirre: segundo Gre-Nal - Imagem: Beneclick

Diego Aguirre: segundo Gre-Nal – Imagem: Beneclick

Finalmente vivendo alguns dias de merecida paz no comando técnico do Internacional, Diego Aguirre disfarça, disfarça, mas não consegue esconder de todo que dá mais importância aos jogos com o Atlético Mineiro por uma vaga nas quartas de final da Libertadores do que ao duplo Gre-Nal que definirá o campeão gaúcho da temporada.

Tudo indica que o uruguaio não escalará todos os titulares amanhã, dia 26, na Arena do Grêmio, mas o discurso é outro:

– Seria muito importante marcar um gol lá É similar ao que acontece na Libertadores. É a mesma definição de confronto em mata-mata. Então, obviamente precisamos fazer um bom jogo e tentar encaminhar a classificação. Claro, marcar um gol seria bom; dois, melhor ainda.

No Grêmio, Felipão é certeza absoluta:

– Será aquele mesmo time dos últimos jogos. Não tem surpresa nenhuma.

Para os colorados, o título do Gauchão não vale tanto quanto a Libertadores, mas, “para o Grêmio, o Campeonato Gaúcho é Copa do Mundo”, como fez questão de dizer, durante a semana, o goleiro Marcelo Grohe.

Este Gre-Nal que aos corações gremistas se assemelha à decisão de uma Copa do Mundo é o primeiro do treinador Diego Aguirre, mas será o segundo em sua carreira de futebolista: na semifinal do Campeonato Brasileiro de 1988, ele entrou em campo quando o Inter tinha um homem a menos e foi peça fundamental na vitória, de virada, por 2 a 1.

É claro que não se pode comparar as finais deste Gauchão àquele que ficou conhecido como Gre-Nal do século, mas também este duplo embate de 2015 carrega um ingrediente histórico. O título gaúcho será decidido pela 25ª vez num Gre-Nal. E o jogo está empatado: 12 a 12.