Arquivo da tag: Buffon

Metade do melhor futebol europeu é da América do Sul

A Uefa divulgou nesta quarta-feira a lista dos candidatos ao prêmio de melhor jogador do futebol europeu na temporada 2014-15. Artilheiro da Liga dos Campeões e um dos destaques do Barcelona, o brasileiro

Cinco sul-americanos concorrem ao prêmio de melhor jogador do futebol europeu da última temporada: os argentinos Messi e Tévez, o brasileiro Neymar, o uruguaio Luis Suárez e o chileno Vidal.

A metade europeia da lista divulgada hoje pela Uefa: os italianos Buffon e Pirlo, o português Cristiano Ronaldo, o francês Pogba e o belga Hazard.

Os candidatos ao prêmio foram escolhidos por jornalistas das 54 federações filiadas à da Uefa.

Ficou faltando um argentino na lista: Mascherano.

Em compensação, outro argentino deve levar o prêmio em 28 de agosto: Lionel Messi.

Dois brasileiros na reserva de Buffon

Buffon e seus reservas brasileiros na Juve: Rubinho e Neto

Buffon e seus reservas brasileiros na Juve: Rubinho e Neto

A Juventus, tricampeã italiana e vice-campeã europeia, já tem Rubinho, irmão do Zé Elias, e acaba de contratar mais um goleiro brasileiro: Neto, que era da Fiorentina e foi chamado por Dunga para substituir Diego Alves como um dos reservas de Jefferson na Copa América.

Rubinho era o reserva de Scolari, primeiro na lista de sucessão de Gianluigi Buffon até deixar a Juve no fim da temporada. O brasileiro não sabe o que é jogar uma partida oficial há séculos e continuará longe do gol por mais algumas.

O mineiro Norberto Murara Neto, que vai fazer 26 anos daqui a duas semanas, também ficará sem jogar por algum tempo, pois será o novo reserva de Buffon.

Incontestável, Buffon completou 37 anos em 28 de janeiro e, há uma década e meia, veste a camisa número 1 da Juve.

Um goleiro quase eterno luta por título inédito

Buffon: mais uma final em Berlim

Buffon: de novo, em Berlim

Na última vez que Juventus e Barcelona se enfrentaram numa Liga dos Campeões da Europa, em 2003, o técnico Luis Enrique ainda era jogador. Foi o capitão do Barça na derrota em casa por 2 a 1 que deu à Juve a classificação para as semifinais.

E quem era o goleiro daquela Juventus? Gianluigi Buffon, que completou 37 anos em janeiro e jamais conquistou o título europeu de clubes.

É o título que falta ao multicampeão goleiraço italiano, que vai tentar conquistá-lo no sábado ao revisitar o Estádio Olímpico de Berlim em que se sagrou campeão mundial pela Azurra em 2006.

Juve de Buffon fará final européia com Barça de Messi

Buffon 135Buffon, depois de brilhar contra o Real: “Não vamos fazer turismo em Berlim”

De certa maneira, o italiano Carlo Ancelotti chegou ao Santiago Bernabeu seguro de que o seu Real Madrid estaria em Berlim no dia 6 de junho, tanto que tinha declarado na entrevista coletiva que a Uefa organizou antes do jogo decisivo pelas semifinais da Liga dos Campeões da Europa:

– Estamos tão perto de disputar a segunda final consecutiva e de fazer história na competição!

E as coisas começaram bem para o Real, que procurava jogo enquanto a Juventus apenas negaceava, tentando desde muito cedo que o tempo passasse rapidamente como se os 2 a 1 de Turim fossem suficientes para leva-la à final.

Aos 23 minutos, cobrando um pênalti marcado com extremo rigor pelo sueco Jonas Eriksson, Cristiano Ronaldo fez 1 a 0.

A Juve tentou entrar no jogo, foi algumas vezes ao ataque, mas não fez mal nenhum a Casillas e, embora em ritmo menos intenso, o Real foi obrigando o eterno Gianluigi Buffon às boas defesas que o acabaram transformando no grande nome da Juve.

Por uma dessas maldades em que o futebol é pródigo, o garoto Morata, criado das divisões de base do Real, decretou a classificação da Juve ao marcar o gol de empate aos 11 minutos do segundo tempo.

Aproveitando uma jornada muito discreta de Tévez e a falta de ritmo de Pogba, o Real retomou o domínio da partida, insistiu no ataque, tentou o gol por todos os caminhos e de todas as formas, mas parou sempre em Buffon.

A italianíssima Juventus de Massimiliano Allegri tem um encontrado marcado com o Barcelona de Luis Henrique – e, sobretudo, de Messi, Neymar e Suárez – no dia 6 de junho.

Buffon já tratou de avisar:

– Não vamos fazer turismo em Berlim.