Arquivo da tag: Copa do Rei

Daniel Alves: pé, corpo e cabeça no Barça

Messi e Daniel na Copa do Rei: bons amigos

Messi e Daniel na Copa do Rei: bons amigos

Menos de duas semanas depois de dizer que estava com “um pé, o corpo e a cabeça fora do Barcelona”, Daniel Alves acertou a permanência no clube por mais duas temporadas – com opção para uma terceira.

Entre a bronca do lateral brasileiro e o novo acordo, o Barcelona conquistou os títulos da Copa do Rei e da Liga dos Campeões da Europa.

Daniel Alves, que completou 32 anos há pouco mais de um mês, brilhou nas duas finais. E é o melhor amigo de Lionel Messi no Barça.

Anúncios

Assim se conta a história da Copa do Rei

Messi Barça 305Foi bonita a festa no Camp Nou: Lionel Messi reinou soberanamente mais uma vez

Mais uma obra-prima de Messi, mais um gol de Neymar, mais um título do Barcelona, que acaba de bater o Athletic Bilbao no Camp Nou por 3 a 1 e conquistar o título da Copa do Rei.

Falta agora ao campeão espanhol o título da Liga dos Campões da Europa para fechar a temporada com a tríplice coroa.

Essa é uma conversa para o próximo sábado, 6 de junho, que envolve um adversário muito mais qualificado, que também quer chegar à tríplice coroa no encerramento da temporada europeia em Berlim, depois de conquistar os títulos do Campeonato Italiano e da Copa da Itália.

Em Barcelona, de onde pode ter se despedido o nosso Daniel Alves com direito a um penteado para sempre inesquecível, despediu-se mais uma vez o o inesquecível capitão Xavi, novamente homenageado pela torcida como um dos seus maiores craques em todos os tempos.

Foi bonita a festa que também consagrou o nosso Neymar como um dos artilheiros da Copa dos Reis e caprichoso encrenqueiro com a bola nos pés, cultor de firulas como o misto de carretilha e chapéu que procurava encurtar o caminho para o gol, mas apenas tirou do sério o lateral Bustinza e por pouco não transformou o espetáculo em batalha campal.

Durante muitas décadas, faltou talento ao futebol espanhol. Hoje lhe falta senso de humor. A criatividade alheia é tratada por alguns jogadores como ofensa pessoal. Os muito toscos que nos perdoem, mas a firula é fundamental – desde que tenha como objetivo a definição da jogada, claro.

O Barça ganhou neste sábado o menos importante dos três títulos que cobiça desde o começo da temporada, mas ninguém vai esquecer este jogo por muito tempo – e, acima de tudo, pelo primeiro dos dois gols assinados por Lionel Messi, aquele em que ele driblou meio mundo, no campo e nas arquibancadas, antes mandar a bola com jeito e com força no cantinho do goleiro Herrerín.

Assim se conta a história da Copa do Rei Lionel Messi 1º.  E único.

Barça é campeão espanhol e quer muito mais

Messi: campeão vai brigar por artilharia

Messi: campeão vai brigar por artilharia

Faltou Suárez, mas Pedro cumpriu bem o papel de coadjuvante no minuto decisivo, o 20º do segundo tempo: Messi recebeu a bola dentro da área do Atlético, tocou-a para ele, que a devolveu para que o camisa 10 fizesse 1 a 0, o bastante para o Barcelona conquistar o título espanhol sem depender das idas e vindas do placar de Espanyol x Real Madrid.

Cristiano Ronaldo acabou fazendo três na vitória do Real por 4 a 1 e lidera o pelotão de artilheiros, com 44 gols, três a mais do que Messi.

É o que resta para ser decidido na última rodada.

E o Barça de Messi ganhou tempo de sobra para as duas últimas batalhas da temporada, ambas valendo caneco: a Copa do Rei, no dia 30, e a Liga dos Campeões da Europa, no dia 6 de junho.

O título espanhol é apenas o começo. O Barça quer tudo e, ao que parece, tudo terá.