Arquivo diário: 5 de abril de 2015

E tudo vai acabar ou começar na quarta-feira

Fla-FluFla-Flu: jogadores protestam contra Federação e tribunais – Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

O Botafogo abriu o domingo fechando antecipadamente o caminho do Flamengo rumo à conquista antecipada do título da Taça Guanabara.

O time de Renê Simões foi dominado no primeiro tempo, saiu perdendo por 1 a 0, mas virou o jogo no segundo acabou goleando o Madureira por 4 a 1.

A vitória alvinegra no Engenhão não diminuiu o ânimo do Flamengo no Maracanã. O Fla-Flu começou com um silencioso protesto dos jogadores dos dois times contra a cartolagem da Federação Carioca e a intromissão dos tribunais nas discussões sobre futebol, e ganhou matiz rubro-negra logo aos 17 minutos, com um golaço de Jonas num inacreditável chute de canhota do meio da rua.

Aos 28, o jogo ficou ainda mais favorável ao Fla, graças ao árbitro: Fred sofreu falta de Anderson Pico, mas Wágner do Nascimento Magalhães marcou falta contra o Flu e expulsou o atacante, não se sabe se por simulação ou por ter tocado a bola com a mão enquanto caía.

Ao sair de campo, o artilheiro levantou outra dúvida e fez uma proposta: “Eu queria saber quem mandou isso aí… O Campeonato Carioca tem de acabar.”

Aos 10 minutos do segundo tempo, após arrancar da intermediária sem nenhum marcador por perto, Alecsandro entrou na área, gingou diante de um atarantado Diego Cavalieri e fez 2 a 0 para o Fla.

Parecia liquidada a fatura, mas, 12 minutos depois de entrar no jogo, Matheus Sávio decretou o placar final: 3 a 0 para o Fla. Desta vez, o garoto de 17 anos teve um público à altura do seu talento: 40.971 pagantes.

Em Friburgo, o Vasco de Doriva mostrou que não capenga somente no ataque, como escancaram os números da Taça Guanabara. É igualmente ruim na defesa. Perdeu por 5 a 4 para o Friburguense, que tinha marcado apenas 10 gols nas 13 partidas anteriores. Dois gols do Vasco foram marcados em cobrança de pênalti por Gilberto, que ainda desperdiçou o terceiro e a chance de empatar o jogo no último minuto.

E assim o domingo se encerra com o Flamengo e o Botafogo matematicamente classificados para as semifinais do Campeonato Carioca. O Fla está dois pontos à frente do Bota na briga pelo título da Taça Guanabara, que se decidirá na quarta-feira.

Com mais sorte do que futebol, o Vasco está quase garantido na semifinal do Carioca. Só não pode perder para o Volta Redonda por uma diferença maior do que uma eventual derrota do Madureira no confronto direto com Fluminense pela quarta vaga – tudo na quarta-feira!

Anúncios

Equilíbrio em Itaquera, nova decepção tricolor em Ribeirão

FelipeFelipe festeja gol que vale líderança do Paulistão – Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Empate justo em Itaquera, prestigiado por 32.199 pagantes: o Corinthians fez 1 a 0 no primeiro tempo e merecia mais, o Santos chegou ao 1 a 1 no segundo e também fez por merecer mais.

O gol de Felipe bastou ao Corinthians para garantir, antecipadamente, a liderança geral da primeira fase do Campeonato Paulista.

Em Ribeirão Preto, o São Paulo aumentou a dívida com a torcida: perdeu por 2 a 0 para o Botafogo e jamais passou a impressão de que poderia conseguir algo melhor.

Já estão definidos dois dos quatro confrontos das quartas de final deste Paulistão:

  • São Paulo x Red Bull
  • Corinthians x Ponte Preta

É quase certo que o terceiro será Palmeiras x Botafogo.

O Palmeiras já se garantiu, o Botafogo só perderá a vaga se não conseguir pelo menos um ponto contra o Mogi na quarta-feira, dia 8, e o Linense vencer o São Bernardo daqui a pouco, o Red Bull também na quarta e ainda descontar o déficit de dez gols que o separa do time de Ribeirão.

O quarto confronto será entre o Santos e a Penapolense ou o XV de Piracicaba, que levarão a disputa pela vaga nas quartas até a rodada final desta primeira fase.

Atualização

No jogo das 18h30, pouco gentil com o anfitrião, goleou o Linense por 4 a 1 e definiu o terceiro confronto das quartas de final do Paulistão:

  • Palmeiras x Botafogo

Longe do campo, perto do caneco

LuxemburgoLuxemburgo treina o Fla que não poderá ver no Maracanã – Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo

Vanderlei Luxemburgo, suspenso pelo tapetão da Federação Carioca com as bênçãos do tapetão dos tapetões sustentado pela CBF, garante que nem sequer irá ao Maracanã para ver de longe o Fla-Flu das 18h30.

Curiosamente, o Flamengo pode ser o campeão da Taça Guanabara na noite deste domingo, 5 de abril, data que marcaria o reencontro de Luxemburgo com as delícias de um título razoavelmente importante.

Desde 2011, quando conquistou os títulos da Taça Guanabara, da Taça Rio e do Campeonato Carioca em sua passagem anterior pelo Flamengo, Vanderlei Luxemburgo não é campeão de nada.

E não podemos esquecer que este é o técnico que, antes de tão prolongado jejum, deu dois títulos brasileiros ao Palmeiras, um ao Corinthians, um ao Cruzeiro e um ao Santos.

É verdade que Luxemburgo não depende apenas do seu Flamengo para levar hoje o caneco da Taça Guanabara. Além de bater o Flu do técnico Ricardo Drubscky, que precisa da vitória para não correr o risco de se despedir prematuramente do Campeonato Carioca, o Fla tem de torcer pelo Friburguense contra o Vasco e por um empate entre  Botafogo e Madureira.

De qualquer maneira, ganhar o título da Taça Guanabara a distância não faz justiça ao amordaçado Vanderlei Luxemburgo.

O que vale o clássico Corinthians x Santos?

() SPOCorinthians de Tite:  liderança e bom futebol – Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Vale pouco o Corinthians x Santos das 16 horas deste domingo em Itaquera: a liderança geral da primeira fase do Campeonato Paulista e, consequentemente, uma pequena vantagem a partir das quartas de final.

Líder folgado do Grupo 2, com 35 pontos, o Corinthians já sabe que mandará em seu estádio a partida contra a Ponte Preta pelas quartas. O Santos, líder do Grupo 4 com 30 pontos, receberá na Vila Belmiro a Penapolense ou o XV de Piracicaba.

Para ultrapassar o Corinthians nesta primeira fase, a equipe do técnico Marcelo Fernandes terá de vencer o clássico e o Rio Claro na última rodada e torcer por mais um tropeço corintiano, diante do XV em Piracicaba.

A vantagem em jogo no clássico de hoje valerá nas semifinais e na final, que terão tanto o cruzamento de times como o mando de campo definidos por índice técnico.

Nas semifinais, a equipe com melhor aproveitamento enfrentará a quarta colocada, também em jogo único, e, evidentemente, a segunda receberá a terceira.

A final será disputada em jogos de ida e volta. O time de melhor campanha joga a segunda partida em casa.

Regulamento à parte, o jogo desta tarde dará aos santistas a oportunidade de se reencontrar com o ídolo Robinho, que não participou do frustrante 2 a 2 com o São Bento no meio de semana, e aos corintianos a possibilidade de conferir se a esfuziante atuação do time nos 4 a 0 sobre o Danubio pela Libertadores traduz o que será a nova era Tite ou se limitou a uma simples exibição de força diante de um adversário fraquinho, fraquinho.

Em resumo: o clássico vale pela chance de se ver um bom futebol. Não é pouco.

Hoje não tem cartão

GuinazuGuiñazu: sete cartões em oito jogosImagem: Beneclick

Em oito jogos disputados em 2015, Guiñazu já recebeu seis cartões amarelos e um vermelho.

Hoje, o Vasco está livre de tal problema.

Como recebeu o vermelho na derrota para o Flamengo no clássico da rodada passada, o guardião sem cabeça da área vascaína está suspenso.

Guiñazu não enfrentará o Friburguense em jogo que o Vasco tem de vencer se quiser continuar dependendo apenas de si para chegar às semifinais do Campeonato Carioca.