Arquivo da tag: Palmeiras x Santos

Será a noite dos Gabrieis?

Gabriel Jesus x Gabigol: duelo de jovens estrelas na final da Copa do Brasil

Gabriel Jesus x Gabigol: duelo de jovens estrelas na finalíssima da Copa do Brasil

Palmeiras x Santos decidirá no Allianz Parque, a partir das 22 horas, o título da Copa do Brasil, que vale ao campeão uma vaga na Libertadores de 2016 e um prêmio em dinheiro, um tanto mixuruca, de R$ 4 milhões. É o que a CBF tem a oferecer.

Fique o caneco com o Palmeiras ou com o Santos, pode ser a noite dos Gabrieis.

Pelo Santos, jogarão Gabriel, o Gabigol, artilheiro da competição, e Marquinhos Gabriel, o meia que veio por empréstimo do Al-Nassr, assumiu a vaga que Geuvânio abriu ao se contundir e não mais quer voltar para a Arábia Saudita.

Pelo Palmeiras, deve jogar Gabriel de Jesus, tido quase unanimemente como a maior revelação do futebol brasileiro em 2015.

Obrigado a deixar o campo antes dos 15 minutos do primeiro jogo da final, sentindo fortes dores no ombro direito, o garoto de 18 anos ainda é tratado oficialmente pelo Palmeiras como dúvida para a finalíssima, mas deve ser uma das estrelas da noite no Allianz Parque.

O jogo é propício ao futebol dos três Gabrieis, que já tiveram atuações decisivas nesta Copa do Brasil.

O Palmeiras vai precisar muito da criatividade do seu Gabriel. O Santos espera que, obrigado a vencer em casa, o Palmeiras saia para o jogo e abra espaços para contra-ataques iniciados por Marquinhos Gabriel e finalizados por Gabigol.

Espera-se o Palmeiras com Fernando Prass, João Pedro, Jackson, Vitor Hugo, Zé Roberto, Arouca, Matheus Sales, Robinho, Dudu, Gabriel Jesus e Lucas Barrios.

O Santos está escalado por Dorival Junior. É o mesmo time que venceu o jogo da Vila Belmiro por 1 a 0: Vanderlei, Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique, Zeca, Renato, Thiago Maia, Lucas Lima, Marquinhos Gabriel, Gabriel e Ricardo Oliveira.

 

Palmeiras e Santos apostam nos números – do outro!

Amanhã, quarta-feira, Palmeiras e Santos farão no Allianz Parque a finalíssima da Copa do Brasil.

Ao Santos, que venceu o primeiro jogo na Vila Belmiro por 1 a 0, bastará um empate para ser campeão.

O Palmeiras conquistará o título se vencer o jogo por, no mínimo, dois gols de diferença. A decisão irá para os pênaltis se o Palmeiras vencer por apenas um gol de diferença.

Você apostaria no Santos?

Saiba que, fora de casa, o Santos venceu apenas um dos 19 jogos que fez no Brasileirão, perdeu 11 e empatou sete.

Perder como visitante tem sido rotina, embora não tanto na Copa do Brasil, em que os santistas venceram quatro de seis jogos em casa alheia, incluindo o Itaquerão e o Morumbi.

É o caso de apostar no Palmeiras?

Saiba que, após vencer o Figueirense por 2 a 0 em 12 de setembro, o Palmeiras sofreu pelo menos um gol em cada um das 17 partidas que fez depois – 12 pelo Brasileirão, cinco pela Copa do Brasil.

Repetindo a sina amanhã, o Palmeiras teria de marcar, no mínimo, dois gols para levar a decisão para os pênaltis; ou três para ganhar o caneco nos 90 minutos de jogo. Afinal, o Santos marcou pelo menos um golzinho em todos os 13 jogos que fez até agora pela Copa do Brasil.

Os números de Palmeiras e Santos em 2015 não iluminam muito a finalíssima de amanhã? Que tal examinar o confronto direto?

Seis vezes o clássico já foi disputado nesta temporada – três no Paulistão, duas no Brasileirão e uma na Copa do Brasil. Foram quatro jogos na Vila Belmiro, todos com vitória santista, todos por um gol de diferença; e dois jogos no Allianz Parque, ambos com vitória palmeirense, ambos por um gol de diferença.

Esqueça os números.

Não falta torcida por um empate entre Sport e São Paulo

Jogo na Arena Pernambuco vale vaga no G-4

Jogo na Arena Pernambuco vale vaga no G-4

Se o clássico do Maracanã pode dar um novo líder ao Brasileirão, em caso de vitória do Fluminense, o jogo da Arena Pernambuco entre Sport e São Paulo deve ser o mais emocionante deste domingo que começou com Atlético Paranaense 1 x 0 Chapecoense na matinê da Arena da Baixada.

São Paulo, quinto colocado, e Sport, sexto, ambos com 24 pontos, entrarão em campo com a ambição de voltar ao G-4. A quarta vaga na elite está à disposição do vitorioso no jogo das 16 horas, pois o Grêmio, após a derrota de ontem para o Flamengo, tem somente dois pontos a mais do que a dupla.

Se vencer no Recife, o São Paulo pode até chegar à terceira posição. Precisará, então, de uma boa ajuda da sorte – vitória do Vasco sobre o Flu no Rio.

Para os são-paulinos, não será fácil transformar o possível em realidade.

O Sport perdeu apenas uma vez neste Brasileirão – para o Atlético Mineiro, em Belo Horizonte – e venceu seis dos sete jogos que disputou em casa. O único empate aconteceu na semana passada, com o Palmeiras.

Como visitante, o São Paulo perdeu três jogos, venceu dois (um deles, 4 a 0 no Vasco, foi disputado na neutra Brasília) e empatou um. O aproveitamento é de quase 39%.

É verdade que o Sport atravessa seu pior momento no campeonato, tendo vencido pela última vez na décima rodada. De lá para cá, empatou dois jogos e perdeu um. No período, o São Paulo empatou um e venceu dois.

Palpite bastante razoável para o Sport x São Paulo de hoje: empate.

É o tudo o que a torcida do Palmeiras quer. Assim, vencendo o Santos no , o Palmeiras ultrapassaria os dois e colaria no G-4, logo atrás do Grêmio, que também torce pelo empate no Recife.

A turma do Z-4 torce hoje para sofrer menos amanhã

Se no topo da classificação, já disputados um terço dos pontos, os times mostram em 2015 um rendimento melhor do que em 2014 (como você pode conferir na nota Foi assim que a bola rolou em 2014), no fundão só se salva o Santos, que está em 17º lugar com 13 pontos, dois a mais do que tinha o Coritiba a essa altura do Brasileirão de 2014.

Coritiba, novamente a perigo, Vasco e Joinville, vindos da Segundona, estão em pior situação do que estavam no ano passado o Bahia, o Figueirense e o Flamengo.

O que pode animar os quatro sócios atuais do G-4 é a constatação de que, dos quatro colocados na zona de rebaixamento ao final da 13ª rodada em 2014, somente o Bahia foi para o bebeléu. Os outros três se salvaram, tendo ido para a Segundona deste ano o Vitória, o Botafogo e o Criciúma.

Para reverter a situação atual, no entanto, os quatro da rabeira (que, juntos, têm até agora tantas vitórias quanto o líder Atlético) precisam torcer contra os mais próximos e, principalmente, começar a fazer pontos já neste domingo, 19 de julho.

E a tabela mostra que nem todos têm facilidade à vista:

♦ Palmeiras x Santos, no Allianz Parque

♦ Fluminense x Vasco, no Maracanã

♦ Figueirense x Coritiba, no Orlando Scarpelli

Joinville x Ponte Preta, na Arena Joinville

Enquanto roem as unhas à espera do domingo, seus torcedores podem gastar as energias torcendo pela dupla gaúcha neste sábado contra os vizinhos do Z-4  – o Grêmio pega o Flamengo e o Internacional pega o Goiás.

Para sorte dos necessitados, o Grêmio tem muito a ganhar no Maracanã; no mínimo, a permanência no G-4. E o Inter tem muito a perder no Beira-Rio; fundamentalmente, a curta distância de três pontos que o separa do fundão.