Arquivo da tag: Eurico Miranda

Desta vez, Eurico Miranda acertou

Eurico Miranda: "O responsável pelo rebaixamento sou eu"

Eurico Miranda: “O responsável pelo rebaixamento sou eu”

Na entrevista coletiva em que está deitando falação e jogando pedras em Roberto Dinamite,  realmente tão culpado quanto ele pelos repetidos vexames do Vasco nos últimos sete anos, o cartola Eurico Miranda disse pelo menos uma verdade:

– Eu não passo a responsabilidade por essa queda do Vasco para ninguém. A responsabilidade é minha.O único e exclusivo responsável pelo rebaixamento sou eu.

O site Netvasco exibe uma enquete, neste momento com quase 10 mil votos que comprovam o quanto Eurico Miranda está certo no que acaba de reconhecer aos jornalistas em São Januário:

De quem é a culpa pelo rebaixamento do Vasco no Brasileiro?

Arbitragem (981 votos – 10,29%)
Celso Roth (2225 votos – 23,35%)
Doriva (159 votos – 1,67%)
Eurico (5675 votos – 59,56%)
Fatalidade (199 votos – 2,09%)
Jogadores (253 votos – 2,66%)
Jorginho (37 votos – 0,39%)

No final de 2008, a mesma enquete teve as seguintes respostas:

Arbitragem (253 votos – 1,93%)
Dinamite (1779 votos – 13,59%)
Eurico (8972 votos – 68,54%)
Fatalidade (206 votos – 1,57%)
Jogadores (1026 votos – 7,84%)
Lopes (92 votos – 0,70%)
Renato (87 votos – 0,66%)
Tita (676 votos – 5,16%)

No final de 2013, foram estas as respostas:

Arbitragem (235 votos – 1,87%)
Dinamite (10510 votos – 83,82%)
Fatalidade (203 votos – 1,62%)
Jogadores (889 votos – 7,09%)
Paulo Autuori (264 votos – 2,11%)
Dorival Jr. (340 votos – 2,71%)
Adílson Batista (98 votos – 0,78%)

A torcida está certa. Realmente, o rebaixamento para a Série B em 2016 é obra de Eurico, como o rebaixamento em 2014 foi obra de Dinamite e o de 2009 foi obra conjunta da dupla.

Eurico, que não para de falar, já disse também que não vai cumprir a promessa de se mudar para a Sibéria. Ou seja: o Vasco continuará correndo perigo.

Anúncios

Vasco x Corinthians: paz entre cartolas

O presidente Roberto de Andrade tem procurado tranquilizar o time e os jogadores do Corinthians, mas o jogo contra o Vasco em São Januário, na quinta-feira, continua preocupando um e outros, como deixou claro Vágner Love após o treino desta manhã:

– Morei uns dois anos em São Januário quando eu era mais novo. Conheço bem o estádio. Vai ter pressão, com certeza. É difícil o acesso. A torcida do Vasco vai querer nos intimidar, principalmente na nossa chegada,  mas futebol é dentro das quatro linhas.

Nota oficial, divulgada no site do Corinthians, ameniza:

O clube carioca vai liberar carga máxima permitida para os torcedores do Corinthians. O acordo sobre os ingressos, prova de cordialidade entre as equipes, ajuda a quebrar o clima de rivalidade entre as torcidas.

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, agradece ao presidente do Vasco, Eurico Miranda, pela forma cordial como foi tratado o assunto e dessa forma as duas equipes dão demonstração de bom senso e ajudam na questão de segurança do jogo.

A Sibéria é logo ali

Eurico na Sibéria @2610@

Invicto há nove rodadas, com quatro vitórias e cinco empates da 24ª à 32ª rodada, o Vasco continua à beira do rebaixamento segundo os sites de análise e previsão matemática.

É cada vez maior a probabilidade de Eurico Miranda se mudar para a Sibéria em 2016, conforme prometeu fazer se o Vasco for para a Segundona: de 95,7% , segundo o site Chance de Gol ; de 89%, segundo o Infobola ; de 90.1, segundo o Departamento de Matemática da UFMG.

Os demais fortes candidatos ao rebaixamento, segundo os três sites:

 Infobola

Joinville – 89%

Goiás   – 77%

Coritiba – 61%

Avaí    – 47%

Figueirense – 32%

 Departamento de Matemática da UFMG

Joinville – 87.4%

Goiás   – 78.7%

Coritiba – 60.6

Avaí    – 51.2%

Figueirense – 27.8%

 Chance de Gol

Joinville – 89.7%

Goiás   – 69.6%

Coritiba – 65.7%

Avaí – 57.7%

Figueirense – 20.2%

Indignada com a situação do Vasco, nossa copeira Maria Antonieta quer mandar de presente natalino para Eurico uma coleção de camisetas, estilo regata, para que ele use em seus passeios siberianos depois do Ano Novo.

(A imagem do encasacado Eurico Miranda, que evidentemente ainda não recebeu o presente da vascaína Maria Antonieta, é criação do site Guerreiros da Colina) 

Se…

Nas últimas três rodadas, o Vasco cedeu o empate ao Avaí aos 40 minutos do segundo tempo, à Chapecoense aos 39 e ao São Paulo aos 42.

Se tivesse vencido os três jogos, o Vasco estaria hoje com 35 pontos, em 15º lugar no Brasileirão, duas posições acima da linha de rebaixamento.

E Eurico Miranda não estaria tão indignado com a arbitragem.

Você sabia que o Vasco não tem sequer um CT?

Eurico Miranda, que nos últimos dias vem deitando falação sobre os problemas do futebol brasileiro, deveria ter vergonha de ler o que disse o técnico Jorginho e foi publicado hoje pelo jornal Extra:

– Infelizmente, não temos um centro de treinamento e, com isso, o gramado de São Januário não se encontra nas melhores condições. Às vezes, em trabalho de um toque, a bola não rola como deveria. Os caras que cuidam do campo estão fazendo um trabalho maravilhoso, mas é que treinamos nele todos os dias. É uma carga muito forte.

Aliás, o fato de não ter um CT deveria envergonhar também o velho ídolo Roberto Dinamite, parceiro de Eurico na incompetência administrativa que é responsável pela situação vexaminosa do futebol do Vasco nos últimos anos.

Como faz há quase três meses, o Vasco não mandará  em São Januário o jogo desta quinta-feira, contra a Chapecoense. Vai brigar pela sobrevivência no Maracanã.

Em face dos últimos desacontecimentos

No Fluminense, ninguém sabe quando Ronaldinho Gaúcho voltará ao time.

Tudo indica, porém, que será antes de o Corinthians vender os naming rights de seu estádio em Itaquera.

Pode ser que, antes disso, Eurico Miranda esteja morando na Sibéria. Pelo menos, a passagem de ida, gentileza do humorista Bruno Mazzeo, já está à sua disposição.

Vai-se o garoto, chegam mais velhinhos

Está viajando hoje para a Arábia Saudita o garoto Jhon Cley Jesus da Silva, brasiliense de 21 anos que estava em São Januário desde 2010 e foi o autor do gol que garantiu, no dia 19 de julho, a última vitória vascaína no Brasileirão, os 2 a 1 sobre o Fluminense.

De lá para cá, o Vasco marcou somente um gol, na derrota por 4 a 1 para o Palmeiras.

Vai-se o garoto bom de bola, o Vasco ‘fatura’ cerca de R$ 1,6 milhão do que o Al-Qadisiyah gastará com sua contratação, fica com os ‘experientes’ Dagoberto, 32 anos, Herrera, 32, Jorge Henrique, 33, Nenê, 34, e Andrezinho, 32, que em conjunto marcaram um dos oito golzinhos do time em 22 jogos do Brasileirão, e acaba de contratar Jéferson, 31, e Leandrão, 32.

O Vasco de Eurico Miranda deveria ser homenageado pelo Sindicato dos Aposentados.