Arquivo da tag: Rebaixamento

Desta vez, Eurico Miranda acertou

Eurico Miranda: "O responsável pelo rebaixamento sou eu"

Eurico Miranda: “O responsável pelo rebaixamento sou eu”

Na entrevista coletiva em que está deitando falação e jogando pedras em Roberto Dinamite,  realmente tão culpado quanto ele pelos repetidos vexames do Vasco nos últimos sete anos, o cartola Eurico Miranda disse pelo menos uma verdade:

– Eu não passo a responsabilidade por essa queda do Vasco para ninguém. A responsabilidade é minha.O único e exclusivo responsável pelo rebaixamento sou eu.

O site Netvasco exibe uma enquete, neste momento com quase 10 mil votos que comprovam o quanto Eurico Miranda está certo no que acaba de reconhecer aos jornalistas em São Januário:

De quem é a culpa pelo rebaixamento do Vasco no Brasileiro?

Arbitragem (981 votos – 10,29%)
Celso Roth (2225 votos – 23,35%)
Doriva (159 votos – 1,67%)
Eurico (5675 votos – 59,56%)
Fatalidade (199 votos – 2,09%)
Jogadores (253 votos – 2,66%)
Jorginho (37 votos – 0,39%)

No final de 2008, a mesma enquete teve as seguintes respostas:

Arbitragem (253 votos – 1,93%)
Dinamite (1779 votos – 13,59%)
Eurico (8972 votos – 68,54%)
Fatalidade (206 votos – 1,57%)
Jogadores (1026 votos – 7,84%)
Lopes (92 votos – 0,70%)
Renato (87 votos – 0,66%)
Tita (676 votos – 5,16%)

No final de 2013, foram estas as respostas:

Arbitragem (235 votos – 1,87%)
Dinamite (10510 votos – 83,82%)
Fatalidade (203 votos – 1,62%)
Jogadores (889 votos – 7,09%)
Paulo Autuori (264 votos – 2,11%)
Dorival Jr. (340 votos – 2,71%)
Adílson Batista (98 votos – 0,78%)

A torcida está certa. Realmente, o rebaixamento para a Série B em 2016 é obra de Eurico, como o rebaixamento em 2014 foi obra de Dinamite e o de 2009 foi obra conjunta da dupla.

Eurico, que não para de falar, já disse também que não vai cumprir a promessa de se mudar para a Sibéria. Ou seja: o Vasco continuará correndo perigo.

Anúncios

Uns lutam pela sobrevivência, outros estão de brincadeira

Luís Fabiano @2811@Contra o Figueirense, despedida de Luís Fabiano: último jogo pelo São Paulo no Morumbi

São três jogos neste sábado, cada um num horário, todos valendo muito na reta final do Brasileirão, seja no topo da tabela de classificação, seja no fundão:

Às 17 horas, no Morumbi: São Paulo x Figueirense

Será o último jogo de Luís Fabiano diante da torcida tricolor e deveria ser a despedida oficial de Rogério Ceni em seu estádio. Ainda sentindo dores no pé direito, o goleiro não jogará, mas vai reforçar a torcida do São Paulo, que tem de vencer para se segurar no G-4. Dois pontos fora da zona de rebaixamento, o Figueirense precisa da vitória quase impossível ou, no mínimo, de um empate para continuar na trilha da salvação. Desde 2005, o time catarinense não vence o São Paulo.

Às 19h30, no Maracanã: Fluminense x Internacional

O time carioca já está fazendo hora extra no campeonato, sem receber adicional, é claro. Nem se concentrou para o jogo. Recém casado, o artilheiro Fred curte a lua-de-mel longe dos campos. Para os colorados, porém, vencer é a única chance de continuar brigando pela última vaga no G-4. Com 56 pontos, como o São Paulo, o Inter não pode desperdiçar a chance de vencer um adversário desligados de suas obrigações.

Às 21 horas, na Ressacada: Avaí x Ponte Preta

Primeiro dos quatro situados abaixo da linha de rebaixamento, o Avaí pode até cair para a Segundona nesta rodada se perder hoje em casa. A Ponte está em Santa Catarina a passeio.

Como todos os interessados nos jogos de hoje continuarão dependendo de resultados de amanhã, fica mais uma vez muito claro que a penúltima rodada do Brasileirão, como a última, deveria ser inteiramente disputada no mesmo horário.

Não é coisa que preocupe a CBF.

Também é óbvio que todos os times deveriam entrar em campo com a força máxima.

Não é coisa que preocupe os dirigentes dos clubes.

Santos dá passagem ao São Paulo no G-4

Depois de 12 vitórias consecutivas na Vila Belmiro, o Santos não conseguiu sair do 0 a 0 com o Flamengo ontem à noite, num momento decisivo para suas pretensões de fechar o Brasileirão no G-4 e, assim, se garantir na Libertadores de 2016, independentemente dos resultados das finais da Copa do Brasil com o Palmeiras.

Segundo os cálculos do matemático Tristão Garcia, em seu site Infobola, o Corinthians e o Atlético Mineirão já estão garantidos na Libertadores, o Grêmio tem 99% de chances de conquistar a terceira vaga e três times brigam pela quarta:

♦ São Paulo, que venceu o Atlético Mineiro por 4 a 2, com 53% de chances

♦ Santos, com  26% após o empate na Vila

♦ Internacional, que perdeu para a Chapecoense por 1 a 0, com 13%

A briga para escapar ao rebaixamento tem três times na faixa de altíssimo risco e ainda inclui o Fluminense, com apenas 1%, mas obrigado a fazer força contra o Avaí e o Figueirense nas rodadas finais do Brasileirão.

20º – Joinville: 31 pontos – 7 vitórias – 99% de risco

19º – Vasco: 34 pontos – 8 vitórias – 94% de risco

18º – Goiás: 34 pontos – 9  vitórias  – 94% de risco

17º – Coritiba: 37 pontos – 9 vitórias – 50% de risco

16º – Avaí: 38 pontos – 10  vitórias – 45% de risco

15º – Figueirense: 39 pontos – 10 vitórias – 17% de risco

14º – Fluminense: 43 pontos -13 vitórias – 1% de risco

Há mais coisa em jogo do que o título corintiano

A torcida do Corinthians passará o fim de noite desta quinta-feira dividida entre o jogo contra o Vasco em São Januário e o São Paulo x Atlético Mineiro no Morumbi.

Embora Tite venha repetindo que quer a vitória no Rio, basta que tudo termine como começou nos dois jogos para que o título brasileiro de 2015 esteja enfim matematicamente assegurado aos corintianos.

Não é apenas o sonho corintiano que estará rolando nos dois jogos das 22 horas.

Se não vencerem em casa, o Vasco precisará de múltiplos milagres nas próximas três rodadas para escapar ao rebaixamento e o São Paulo pode despregar-se de vez do G-4, desde que o Santos vença o Flamengo na Vila Belmiro e o Internacional, um pouco antes, tenha vencido a Chapecoense na Arena Condá.

No Morumbi, onde defenderá o zero, alguma coisa de chance matemática que ainda tem de ser campeão brasileiro, o Atlético jogará por interesse mais concreto: a manutenção dos seis pontos de vantagem com o Grêmio, com quem disputa a honra pouco reconhecida de ser o vice-campeão.

Não parece muito, mas vale um prêmio de R$ 6,3 milhões – ou R$ 2 milhões a mais do que a CBF entregará ao terceiro colocado.

Para que a disputa com o Atlético se mantenha pelo menos até o jogo entre os dois em Porto Alegre, daqui a duas rodadas, o Grêmio precisará ter vencido o Fluminense às19h30. Jogando em casa, não é mais do que obrigação.

Mourinho diz que não foi seu último jogo pelo Chelsea

Muitos torcedores foram embora pouco depois que Benteke fez 3 a 1 para o Liverpool a menos de dez minutos do final do jogo, consolidando  a virada que o brasileiro Philippe Coutinho construíra com um gol aos 47 do primeiro tempo e outro aos 28 do segundo.

Outros cantaram que Mourinho já não é mais “especial”.

O treinador do Chelsea mal falou com os jornalistas, repetindo exaustivamente:

– Não tenho nada a dizer.

Mais tarde, respondeu secamente à dúvida de um repórter:

– Se eu acho que este foi o meu último jogo no Chelsea? Não, não acho e não foi.

Com 11 pontos ganhos em 11 jogos, o Chelsea está em 15º lugar no Campeonato Inglês, 14 pontos atrás do líder Manchester City e do vice-líder Arsenal, apenas cinco à frente do Sunderland, que abre a zona de rebaixamento e amanhã visitará o Everton.

A Sibéria é logo ali

Eurico na Sibéria @2610@

Invicto há nove rodadas, com quatro vitórias e cinco empates da 24ª à 32ª rodada, o Vasco continua à beira do rebaixamento segundo os sites de análise e previsão matemática.

É cada vez maior a probabilidade de Eurico Miranda se mudar para a Sibéria em 2016, conforme prometeu fazer se o Vasco for para a Segundona: de 95,7% , segundo o site Chance de Gol ; de 89%, segundo o Infobola ; de 90.1, segundo o Departamento de Matemática da UFMG.

Os demais fortes candidatos ao rebaixamento, segundo os três sites:

 Infobola

Joinville – 89%

Goiás   – 77%

Coritiba – 61%

Avaí    – 47%

Figueirense – 32%

 Departamento de Matemática da UFMG

Joinville – 87.4%

Goiás   – 78.7%

Coritiba – 60.6

Avaí    – 51.2%

Figueirense – 27.8%

 Chance de Gol

Joinville – 89.7%

Goiás   – 69.6%

Coritiba – 65.7%

Avaí – 57.7%

Figueirense – 20.2%

Indignada com a situação do Vasco, nossa copeira Maria Antonieta quer mandar de presente natalino para Eurico uma coleção de camisetas, estilo regata, para que ele use em seus passeios siberianos depois do Ano Novo.

(A imagem do encasacado Eurico Miranda, que evidentemente ainda não recebeu o presente da vascaína Maria Antonieta, é criação do site Guerreiros da Colina) 

Se…

Nas últimas três rodadas, o Vasco cedeu o empate ao Avaí aos 40 minutos do segundo tempo, à Chapecoense aos 39 e ao São Paulo aos 42.

Se tivesse vencido os três jogos, o Vasco estaria hoje com 35 pontos, em 15º lugar no Brasileirão, duas posições acima da linha de rebaixamento.

E Eurico Miranda não estaria tão indignado com a arbitragem.