O time não precisa ser velho para ser experiente

Em 25 de julho, durante o sorteio em São Petersburgo dos jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo, Dunga lamentou a pouco experiência da Seleção que tinha disputado a Copa América no Chile:

– No nosso grupo, apenas três jogadores haviam jogado uma Copa América ou as Eliminatórias. Outros até fizeram parte do grupo, mas experiência se adquire jogando, não adianta ir à biblioteca ler livros. É dentro de campo. As seleções com média de 27, 28 anos, jogaram de uma forma mais segura. Tivemos de nos adequar e agora sabemos como vão ser as Eliminatórias.

O argumento tinha sido usado por Luiz Felipe Scolari após o vexame na Copa do Mundo de 2014, seguido da promessa: “teremos 12, 13 ou 14 jogadores deste grupo preparados para a Copa de 2018”.

Dunga tem boas razões para renovar aquele grupo, mas nesta quinta-feira voltou a confundir a média de idade do time com a experiência em campo. O time não precisa ser velho para ser experiente, como lembrei numa coluna  que assinava no site Migalhas durante a Copa do Mundo e me permito repetir parcialmente aqui:

Na verdade, dos 23 jogadores de Felipão, somente Neymar, Oscar e Bernard terão menos de 30 anos na Copa que será disputada na Rússia. Farão 30 anos em 2018 o lateral Marcelo, o volante Paulinho e o meia Willian. O zagueiro David Luiz, destaque de 2014 apesar da atuação atabalhoada contra a Alemanha e candidato a líder da nova geração, e os volantes Luiz Gustavo e Ramires já terão feito 31 anos.

Renovação é com a Alemanha.

Não terão ainda 30 anos na Copa de 2018 os titulares Boateng, Hummels, Ozil, Muller, Kroos. Quase sempre titular agora, Goetze terá 26 anos. Hoewedes, se for à Rússia, lá desembarcará com 30 anos. Khedira terá feito 31 dois meses antes da abertura. Reservas que foram utilizados por Joachim Low no Brasil, o zagueiro Shkodran Mustafi terá 26 anos, o volante Christoph Kramer terá 27 e o meia Julian Draxler ainda não terá completado 25. O goleiro Ron-Robert Zieler chegará à Copa com 29 anos, mas muito dificilmente tomará o lugar do excepcional Neuer, que terá então 32 anos e três meses – ou seja, dois anos e meio a menos do que tem hoje o nosso Júlio César.

Toni Kroos, o meia de 24 anos que foi o grande destaque dos 7 a 1, completou contra o Brasil seu décimo jogo numa Copa do Mundo – quatro em 2010, seis agora em 2014. Thomas Muller, que vai fazer 25 anos em setembro, já tem 12 jogos em Copas – seis na última, seis nesta. Mesut Ozil tem 13 – os sete de 2010 e os seis de 2014.

Neymar, Oscar e Bernard, somados, participaram de 14 partidas da Copa.

A experiência será sempre importante no futebol de alto nível, mas o jogo corrido dos tempos atuais também pede juventude. É obrigação do treinador mesclar jogadores que possam atender às duas exigências.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s