Arquivo diário: 5 de agosto de 2015

Por pouco, muito pouco, praticamente nada

Você tem ideia do que é um centésimo de segundo?

É o tempo que faltou para o nadador Felipe França conquistar mais uma medalha para o Brasil na prova dos 50m peito no Mundial de Kazan.

O brasileiro nadou a prova dos 50m peito em 26s87 e o bronze foi para o norte-americano Kevin Cordes, com 26s86.

O que se pode fazer em um centésimo de segundo?

Na era da fotografia analógica, os fotógrafos usavam no escurinho do laboratório uma fórmula muito especial para chegar ao tempo exato de exposição do filme aos preparados químicos: ‘papagaio um’, ‘papagaio dois’… iam contando cada segundo em voz alta.

Divida o tempo de dizer ‘papagaio um’ por 100 e você terá noção da distância que separou Felipe França de Kevin Cordes na piscina de Kazan. Para ter uma ideia mais aproximada, pode dividir o tempo de dizer ‘pa’ por 25. É o que tirou o brasileiro do pódio.

Anúncios

Os gêmeos que a bola está separando

Fábio e Rafael: o Manchester é passado

Fábio e Rafael: depois de oito anos, o Manchester é passado

Os gêmeos Rafael e Fábio Pereira da Silva, petropolitanos nascidos em 1990, trocaram o Fluminense pelo Manchester United em 2008, antes de completarem 18 anos.

De lá para cá, o lateral direito Rafael fez 170 jogos e marcou cinco gols pelo Manchester.

Fábio, lateral esquerdo, jogou só 22 vezes pelo Manchester, pois passou uma temporada no Queens Park Rangers e outra no Cardiff City, do País de Gales.

Os dois frequentaram com certa assiduidade a lista de convocações das seleções de base e chegaram a ser convocados para amistosos da seleção principal do Brasil, mas nunca se firmaram de verdade no Manchester.

Agora, vão tentar a sorte em novos ares. Fábio, mais uma vez por empréstimo, está voltando para o Cardiff, que disputa a Segunda Divisão do Campeonato Inglês. Rafael assinou um contrato de quatro anos com o Lyon, que pagou 3 milhões de euros ao Manchester.

Para que mexer no que está dando certo?

O que era simples tititi entre cartolas de alguns grandes clubes começa a circular nos corredores da CBF como ideia para aumentar o faturamento do Brasileirão: o retorno à fórmula do mata-mata.

A discussão na CBF se dá quando o campeonato por pontos corridos, em sua 13ª edição, alcança a média de 16.843 pagantes por jogo, 30.442 na 16ª rodada.

Nas 13 edições anteriores a 2003, o mata-mata só conseguiu média melhor em 1999, com 17.018 pagantes por jogo.

E quanta gente pagou até agora para ver a Copa do Brasil de 2015, disputada em regime de mata-mata? Em média, 4.730 pessoas em cada um dos 128 jogos das três primeiras fases da competição.

Média de ocupação dos estádios em 2015: 39% no Campeonato Brasileiro; 17% na Copa do Brasil.

É hora de discutir o calendário do futebol brasileiro, a criação da(s) Liga(s), a negociação dos direitos de transmissão e não de mexer no que está dando certo.

Como assistir à grande final da Libertadores

Reservada com antecedência para a grande final da Libertadores, esta quarta-feira, 5 de agosto, não terá nenhum jogo do Brasileirão.

E a decisão não terá nenhum time brasileiro. De folga, espera-se que treineiros e boleiros do Brasil pelo menos vejam River Plate x Tigres às 22 horas.

Se não for por interesse pelo futebol, seja pela curiosidade de saber o que têm de bom estes times da Argentina e do México que atropelaram os brasileiros Cruzeiro e Internacional no caminho para as finais.

O jogo não será mostrado na TV aberta. No horário, a Globo, que tem os direitos exclusivos de transmissão da Libertadores, vai esticar a novela de cada dia e exibir um filminho americano, Fogo contra fogo, avaliado assim pelo crítico André Barcinski quando foi exibido nos cinemas em 2013:

O filme é um clichê do início ao fim: começa como uma trama policial e termina como mais um “filme de vingança”, em que o bombeiro elimina a gangue de bandidos, um a um, com crescentes requintes de crueldade e violência. Os atores atuam no piloto automático e parecem loucos para terminar logo e irem para casa.

Quem quiser ver a decisão da mais importante competição de clubes das Américas, tem de se ligar na Fox Sports ou no SporTV.