Arquivo diário: 14 de agosto de 2015

A nova esperança de alemães e brasileiros

Douglas Costa: aposta de Guardiola e Dunga - Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Douglas Costa: aposta de Guardiola e Dunga – Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Ele alegrou a torcida ao marcar, aos 46 minutos do segundo tempo, o gol da vitória brasileira por 2 a 1 sobre o Peru na estreia da Copa América. Tinha entrado aos 20, substituindo Tardelli.

Passou em branco na derrota para a Colômbia por 1 a 0. Jogou então, meio tempo, tempo substituído Willian.

Nas quartas de final, entrou aos 15 do segundo tempo, novamente substituindo Willian, viu de perto o Paraguai empatar o jogo aos 25 e, depois do 1 a 1 no tempo normal, perdeu um dos pênaltis que custaram a eliminação do Brasil.

Depois da Copa América, o gaúcho Douglas Costa de Souza, que vai fazer 25 anos daqui a um mês, trocou o Shakhtar Donetsk pelo Bayern de Munique numa transação de 30 milhões de euros, sinal claro de que os alemães viram nele algo além do que mostrou nos campos do Chile.

A torcida do Bayern o recebeu com certa desconfiança, a mesma que o cerca por aqui desde que foi chamado pela primeira vez para a Seleção por Mano Menezes em 2010, mas Pep Guardiola apostou nele para substituir Ribéry, ainda às voltas com as renitentes lesões dos últimos tempos, e abrir pelos lados os caminhos para os gols do tricampeão alemão.

Douglas Costa tem correspondido tão bem à confiança do técnico que, há poucos dias, Guardiola chegou a dizer que ele será em pouco tempo um dos melhores jogadores do mundo.

É tudo que Dunga espera, tanto que ontem o convocou novamente, desta vez para os ensaios que a Seleção fará nos Estados Unidos visando os primeiros jogos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

E hoje Douglas Costa mostrou mais uma vez que Guardiola pode estar certo: na abertura do Campeonato Alemão, foi um dos destaques do Bayern nos 5 a 0 sobre o Hamburgo, com direito a um gol e uma assistência.

Anúncios

CBF prejudica times das Séries A e B

Como o Brasil não respeita as datas Fifa e vai tocar em frente seus campeonatos enquanto a Seleção fará dois amistosos nos Estados Unidos, em 5 e 8 de setembro, e a garotada olímpica jogará na França, no dia 8, preparem-se os times das Séries A e B para encarar duas ou três rodadas com vários desfalques.

Na Série A, em ordem alfabética, os times prejudicados serão:

Atlético Mineiro: Douglas Santos, Eduardo e Carlos

Atlético Paranaense: Otávio

Corinthians: Elias e Luciano

Cruzeiro: Alisson

Flamengo: Jorge

Fluminense: Marlon

Grêmio: Marcelo Grohe e Luan

Internacional: Alisson

Palmeiras: Kelvin

Santos: Lucas Lima

São Paulo: Lucão e Rodrigo Caio

Na Série B:

Bahia: Jean

Botafogo: Jefferson

É impressionante como os dirigentes dos clubes engolem passivamente o prejuízo técnico e, em segunda instância, financeiro que lhes impõe a CBF.

PF investiga superfaturamento em arena da Copa

Informações do Diário de Pernambuco, postadas há pouco, exatamente às 10h40, em seu site:

♦A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira a Operação Fair Play, que apura superfaturamento na construção da Arena Pernambuco, no município de São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife. A obra foi construída pela empreiteira Odebrecht, que é alvo de buscas em São Paulo, assim como o Comitê Gestor de Parcerias Público-Privadas de Pernambuco.

♦ O custo inicial da construção do estádio era R$ 530 milhões, mas, no fim das contas, a obra saiu por R$ 700 milhões. Informações preliminares dão conta que os serviços estariam inflados em, pelo menos, R$ 42,8 milhões.

Em seu site, a PF informa:

♦ As provas reunidas na investigação indicam a formação de organização criminosa voltada à corrupção de agentes públicos, à obtenção, mediante fraude, de financiamento e à fraude em licitações.

Análise concluída: Del Nero fica por aqui

Marco Polo Del Nero: longe da Seleção

Marco Polo Del Nero: longe da Seleção

Marco Polo Del Nero, presidente da CBF que não sai do Brasil desde que retornou da Suíça em seguida à prisão de José Maria Marin, respondeu ontem a um repórter que lhe perguntou se acompanhará a Seleção aos Estados Unidos em setembro:

– Estou analisando. Não há nenhum óbice às minhas viagens. Posso ir a qualquer lugar do mundo.

‘Óbice’, registra o Aurélio, tem diversos significados – similares, é claro, mas não exatamente iguais: ‘impedimento, embaraço, empecilho, obstáculo, estorvo’.

De fato, não há impedimento a viagens do presidente da CBF, mas ir agora aos EUA pode lhe causar embaraços.

Este blog apurou que a análise anunciada por Del Nero já foi concluída: ele não vai.