Arquivo diário: 7 de agosto de 2015

Lucas dá vitória ao PSG na abertura do campeonato

O Paris Saint-Germain abriu o Campeonato Francês vencendo, fora de casa, o Lille por 1 a 0, com a decisiva contribuição de seu contingente brasileiro.

Estiveram em campo os zagueiros Thiago Silva e David Luiz, o lateral Maxwell, o volante Thiago Motta e o atacante Lucas, autor do belo gol visto da tribuna pelo argentino Di Maria.

Lucas larga bem na briga por uma vaga na linha de frente do atual campeão francês, que nesta temporada conta ainda com Cavani e Ibrahimovic.

Anúncios

É dos trintões que Eurico gosta mais

Cada vez mais ameaçado pelo fantasma do rebaixamento, o Vasco finalmente contratou dois reforços capazes de contribuir tecnicamente para a salvação do time:

Nenê e Eurico: esbanjando confiança - Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Nenê e Eurico: autoconfiança – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

O meia Nenê, como é conhecido o jundiaiense Anderson Luiz de Carvalho, que acaba de fazer 34 anos e passou os últimos 12 perambulando pelo mundo da bola, tendo jogado pelos espanhóis Mallorca, Alavés, Celta de Vigo e Espanyol, pelos franceses Monaco e PSG, pelo catariano Al-Gharafa e, não muito, pelo inglês West Ham.

Chegou ao clube inglês em fevereiro, entrou em campo oito vezes, tendo jogado menos de 130 minutos ao todo, saiu no final da temporada europeia e desembarcou em São Januário esbanjando autoconfiança em entrevista acompanhada com atenção pelo onipresente Eurico Miranda:

– Tenho habilidade, gosto de driblar, meu passe é bom e gosto de fazer gol também.

O último gol que Nenê marcou um foi em novembro de 2014, ainda pelo Al-Gharafa.

Eurico e Jorge Henrique: pesando em títulos - Foto: Carlos Gregório Jr./Vasco.com.br

Eurico e Jorge Henrique: título? – Foto: Carlos Gregório Jr./Vasco.com.br

Jorge Henrique, de sobrenome Souza, 33 anos, atacante por vocação, polivalente por necessidade, também cigano da bola, mas com circulação restrita aos campos brasileiros, tendo vestido em pouco mais de uma década as camisas de Náutico, Atlético Paranaense, Santo André, Ceará, Santa Cruz, Botafogo, Corinthians e Internacional.

Estava no Inter desde a metade de 2013 e, nesta temporada, participou de 22 jogos e marcou um gol. Menos personalista, prometeu acabar com a fama de indisciplinado e também mostrou confiança ao lado de Eurico:

– Conquistei títulos por onde passei e espero que não seja diferente no Vasco. A primeira missão é ajudar a tirar o time da situação incômoda no Brasileiro, mas um clube com a grandeza do Vasco tem de pensar sempre em títulos importantes.

Com a dupla Nenê e Jorge Henrique, o Vasco de Eurico completa uma dúzia de trintões em seu elenco. Experiência para encarar o sufoco não vai faltar. Fôlego, talvez.

PS: Em meio a tantos veteranos, o Vasco desistiu de abrir vaga no elenco para o jovem Antônio Wellington Batista da Silva, aquele cearense de 23 anos vindo do Gonçalense de quem falamos aqui em 25 de julho na nota É de Sabão que o Vasco está precisando?  Sabão foi dispensado na terça-feira e vai disputar a Série B do Brasileirão pelo Macaé. Melhor assim.

E quem investiga a Fifa e a Conmebol?

A Fifa e a Conmebol investigam a Federação Boliviana de Futebol para saber quem ficou com a renda do amistoso Bolívia x Brasil promovido  em abril de 2013 em benefício da família do garoto Kevin Espada, morto num jogo da Libertadores entre Corinthians e San Jose. A família não recebeu nada.

E quem investiga a Fifa e a Conmebol? Por razões diversas, o FBI.

Palmas para Dilma que ela merece

Dilma: veto acertado

Dilma: veto irrita árbitros

Bombardeada por todos os lados, a presidente Dilma Rousseff virou alvo também da tal Associação Nacional dos Árbitros de Futebol porque, muito acertadamente, vetou o artigo da Medida Provisória 671, transformada em lei pelo Congresso, que repassava às equipes de arbitragem 0,5% do direito de arena devido a quem faz o espetáculo em campo – os jogadores, claro.

O árbitro está lá para fazer “cumprir as regras do jogo”. São pagos para soprar o apito. Embora alguns sejam bastante exibidinhos, eles não fazem o espetáculo. Muitas vezes, atrapalham.

Agora, estão ameaçando fazer greve se não receberem parte do dinheiro que, por direito, é dos donos do espetáculo.

Você conhece alguém que liga a televisão num jogo de futebol para ver o árbitro?

No finalzinho do turno, mudanças no G-4

Quando se encerrar o primeiro turno do Brasileirão, daqui a três rodadas, o líder Atlético Mineiro e o vice-líder Corinthians continuarão em suas posições, separados por uma distância ligeiramente menor, no entanto. O líder, que hoje tem 35 pontos, irá a 41; o vice-líder, atualmente com 33, chegará a 40.

Calma, o blogueiro não foi ao Além dar trato à bola com Mãe Dináh. Trata-se de uma simples, talvez simplista, conta de somar, levando em conta os pontos que os times fizeram nas últimas três rodadas.

Se os 20 times que disputam o Brasileirão somarem nas três rodadas que faltam para fechar o turno o número de pontos obtidos nas três anteriores, a tabela de classificação terá mudanças no G-4, mudará muito pouco no meio e apenas inverterá as posições de Joinville e Goiás no Z-4.

A única equipe com 100% de aproveitamento nas rodadas recentes é o Atlético Paranaense, que em casa venceu a Chapecoense por 1 a 0 e, fora, venceu o Avaí por 2 a 1 e o Palmeiras por 1 a 0.

Hoje, é assim a classificação do Campeonato Brasileiro:

        1          Atlético-MG                         35

2          Corinthians                         33

3          Fluminense                         30

4          Sport                                    29

5          Atlético Paranaense           28

6          Palmeiras                             28

7          São Paulo                             27

8          Grêmio                                  27

9          Chapecoense                       23

10        Internacional                       21

11        Flamengo                             20

12        Figueirense                         19

13        Ponte Preta                        19

14        Cruzeiro                               18

15        Santos                                  17

16        Avaí                                       17

17        Goiás                                     14

18        Joinville                                12

19        Vasco                                    12

20        Coritiba                                12

 Ao final da 19ª rodada, seria assim:

1          Atlético-MG                         41

2          Corinthians                          40

3          Atlético Paranaense          37

4          Palmeiras                              34

5          Sport                                      34

6          Fluminense                          33

7          São Paulo                              30

8          Grêmio                                   28

9          Chapecoense                        27

10        Flamengo                              27

11        Internacional                       26

12        Figueirense                           23

13        Santos                                    21

14        Ponte Preta                          21

15        Cruzeiro                                20

16        Avaí                                        18

17        Joinville                                 16

18        Goiás                                      15

19        Vasco                                     15

20        Coritiba                                 15

Para quem acredita que ‘futebol é momento’: se valesse apenas a campanha das 14ª, 15ª e 16ª rodadas, o campeão seria o Atlético Paranaense; e seriam rebaixados o Grêmio, a Ponte Preta e o Avaí,  em companhia do Goiás, que já está no Z-4.