No futebol de alta rotividade, Enderson é o cara

Enderson em 2015: Flu, após Santos e Atlético

Enderson em 2015: Flu, após Santos e Atlético

Enderson Moreira, que comandou o Fluminense em 13 jogos de 2011, é o substituto de Ricardo Drubscky, demitido após oito jogos nesta temporada.

É o terceiro emprego de Enderson nestes primeiros cinco meses de 2015.

Começou o ano no Santos, mas foi demitido em março. Foi para o Atlético Paranaense e ficou apenas 34 dias, coincidentemente demitido após comandar o time em oito jogos.

O contrato do treinador com o Flu vale até dezembro.

Uma eternidade, né?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s