Arquivo diário: 2 de maio de 2015

A imagem do dia: nasce uma nova estrela

Angelo Assumpção

A grande atração era  Diego Hypolito, mas um novo astro fez a festa da torcida que foi ao Ginásio do Ibirapuera assistir à primeira final da Copa do Mundo de Ginástica. Aos 18 anos, Ângelo Assumpção conquistou a medalha de ouro no salto sobre o cavalo, com 15,025 de nota. Diego, com 14,837, ficou com o bronze. No pódio, entre os dois brasileiros, o alemão Mathias Fahrig, que conquistou a prata com nota 14,850.

Foto: PAULO PINTO/ Fotos Públicas

Melhor fora do que dentro de campo

Acostumada à mediocridade técnica do time atual, da qual o goleiro Martín Silva é solitária exceção, a torcida do Vasco vai se reencontrar com dois craques na decisão do título carioca de 2015: Edmundo e Juninho Pernambucano estarão no Maracanã a trabalho, infelizmente apenas como comentaristas, o primeiro pela Band, o segundo pela Globo.

Guardiola que se cuide

Pelo menos uma alegria Pep Guardiola terá na quarta-feira ao retornar ao Camp Nou: o telão do estádio vai exibir um vídeo em homenagem ao seu passado de ídolo como jogador e treinador do Barcelona.

Em seguida, o Barça de Messi, Neymar e Suárez entrará em campo com disposição de trucidar o Bayern, que hoje é comandado por Guardiola e tem boas razões para se preocupar com o resultado de seu primeiro jogo nas semifinais da Liga dos Campeões da Europa.

Suárez vai a Córdoba: três gols nos 8 a 0 - Foto: fcbarcelona.com/

Suárez vai a Córdoba: três gols nos 8 a 0 – Foto: fcbarcelona.com/

Problemas não faltam nestes dias que antecedem a partida contra o Barcelona. Robben, Ribéry, Badstuber e David Alaba continuam fora de combate, Lewandowski também pode desfalcar o time alemão.

É verdade que, nas quartas de final, Guardiola também teve se se virar sem quase todos eles, contando apenas com Lewandowski para massacrar o Porto por 6 a 1 no jogo que garantiu o Bayern na semifinal.

A ninguém ocorrerá, no entanto, comparar o bom time português ao Barcelona cada vez mais infernal que acaba de aplicar a segunda goleada consecutiva na campanha rumo ao título espanhol, enfiando 8 a 0 no lanterninha Córdoba após os 6 a 0 da terça-feira no Getafe. No jogo deste sábado, em Córdoba, Neymar andou longe de brilhar, fez apenas um, em cobrança de pênalti, mas Messi fez dois e Luis Suárez, que anda em fase iluminada, fez três.

Pep Guardiola corre o sério risco de voltar para Munique na quarta com uma única lembrança agradável: a homenagem que o Barcelona lhe prestará no telão do Camp Nou.

Até a Fifa se rende a Mayweather e Pacquiao

Pacquiao x Mayweather 1Uma luta milionária: US$ 160 milhões para Pacquiao, US$ 240 milhões para Mayweather

A luta em Las Vegas pela unificação dos títulos mundiais dos meio-médios entre Floyd Mayweather Jr., campeão da Organização Mundial de Boxe e do Conselho Mundial de Boxe, e Manny Pacquiao, campeão pela Organização Mundial de Boxe, transformou-se num evento comercial como há muito não se via no esporte.

A mídia de todo o mundo anuncia recordes de público, da venda de direitos de transmissão e de pay-per-view, e até das bolsas dos lutadores – algo como US$ 240 milhões para o norte-americano Mayweather e US$ 160 milhões para o filipino Pacquiao.

O dinheiro e a badalação em torno do evento foram parar no site da Fifa, que não costuma dar espaço a outros esportes, mas publica hoje o texto  Money contra Manny: os prognósticos do mundo do futebol (leia aqui em espanhol  ou em inglês).

Algumas das previsões de astros do mundo da bola sobre a luta que deve começar às 21 horas deste sábado em Las Vegas (uma da madrugada de domingo em Brasília):

  • Chris Smalling, do Manchester United: “Fecho com Mayweather. Acho que ele pode aguentar até o final e ganhar por pontos. Será uma luta muito mais renhida do que se espera”.
  • Tony Meola, antiga estrela do soccer que chegou a disputar três Copas do Mundo: “Pacquiao ganhará a luta por decisão dos juízes. O combate será longo e extenuante, o que o beneficia”.
  • Tim Cahill, meia australiano que joga no “Sou fã entusiasmado de Pac, mas acho que Mayweather ganhará ocombate”.
  • Petr Cech, goleiraço do Chelsea: “Creio que Mayweather ganhará por decisião dos juízos. Não haverá nocaute”.
  • Lukas Podolski, atacante da Internazionale: “Acho que a luta chegará a 12 assaltos”.
  • Fredy Montero, atacante do Sporting de Lisboa: “Pacquiao vai ganhar por nocaute”.

Tanta badalação não escapou ao espirito crítico de Mike Tyson, um dos maiores e mais ferozes boxeadores de todos os tempos. Convidado de honra para a apresentação dos dois lutadores, o multicampeão dos pesos pesados debochou, em entrevista ao jornal USA Today:

– O boxe, agora, está diferente. Foi tudo muito sutil, muito agradável, muito educado. Eles são homens de negócios e eu sou assassino nato. Quero vencer de forma dramática, machucando as pessoas. Não é que eu goste de machucar, é que eu sou bom nisso. Talvez eu seja um neandertal, mas eu ia querer matar o meu oponente.