Arquivo diário: 9 de maio de 2015

Palmeiras precisa trocar fantasia por mais trabalho

O Palmeiras já emitiu alguns sinais de que pode pagar nesta temporada parte da dívida que vem acumulando com a torcida nos últimos anos, mas ainda não mostrou força suficiente para merecer o crédito que lhe têm dado alguns críticos e torcedores, apontando-o, por exemplo, como um dos principais candidatos ao título brasileiro.

Pode ser, mas é cedo para tal aposta, como se viu no começo da noite. O otimismo de fora parece ter contagiado o time e a comissão técnica, que nem esperaram a bola rolar para contar com os três pontos em jogo no Allianz Parque numa conta de fantasia: 12 pontos nas quatro primeiras rodadas consolidariam a candidatura verde ao título.

Aliás, o jogo foi disputado num estádio sem nome. Ao que parece, por ordem da CBF, o Palmeiras teve de cobrir o nome do estádio nos espaços internos porque a Allianz não patrocina o Brasileirão.

O Atlético Mineiro, embora quase todo reserva, também deve ter feito suas contas, pois não pode prescindir de todo do Brasileirão para se dedicar exclusivamente à Libertadores e quase volta com uma vitória para Belo Horizonte.

O jogo se decidiu totalmente no segundo tempo e já estava no quinto minuto dos descontos quando o Palmeiras finalmente conseguiu escapar da derrota, chegando ao 2 a 2 salvador.

Estrear com um empate em casa é ruim, mas  por muito pouco a frustração não foi bem maior. Oswaldo de Oliveira terá de refazer as contas e trabalhar muito este time que evidentemente ainda está em processo de formação.

O Barça fica pertinho do título espanhol

Barça grita no Twitter para festejar Neymar

Barça grita no Twitter para festejar Neymar

Quando terminou o primeiro tempo, o Valencia vencia por 2 a 0 e o Real Madrid tinha acertado três vezes a trave do brasileiro Diego Alves, que ainda se deu ao trabalhou de defender um pênalti cobrado por Cristiano Ronaldo.

O resultado era mais do que um desastre. Deixaria o Real a cinco pontos de distância do líder Barcelona, que um pouco antes tinha vencera a Real Sociedad sem precisar forçar muito a barra, principalmente depois de Neymar abrir o placar aos 5 minutos do segundo tempo, coincidentemente aos 50 minutos de jogo.

Foi o 50º gol do craque brasileiro pelo Barça. O clube festejou imediatamente em sua conta no Twitter:

Minuto 50: GOOOOOOOOOL DEL BARÇA. GOOOOOOOOOOL DE NEYMAR (1-0)  #FCBlive

Em Madri, o Real voltou a fazer força no segundo tempo até diminuir a desvantagem com um gol de Pepe aos 10 minutos e finalmente chegar aos 2 a 2 a sete minutos do final.

Não era isso que o campeão europeu queria, mas pelo menos a distância para o Barcelona na briga pelo título espanhol ficou em quatro pontos.

Mesmo assim, é muito. Faltam só duas rodadas e ao Barça basta vencer um jogo.

O próximo é parada dura, duríssima, contra o Atlético, em Madri. O último é moleza pura, em Barcelona contra o Deportivo La Coruna, penúltimo colocado.

Brasileirão: uma festa muito exclusiva

De todas as 40 equipes que disputaram o Campeonato Brasileiro de 2003, quando foram adotados os pontos corridos, até 2014, apenas seis estiveram em todas as edições: São Paulo, Cruzeiro, Internacional, Santos, Fluminense e Flamengo.

Das seis, somente o Internacional não foi campeão nenhuma vez.  Em compensação, tanto o São Paulo, time de melhor aproveitamento, quanto o Cruzeiro conquistaram três vezes o título nessas 14 edições do Brasileirão.

Dos campeões, o Corinthians, que ganhou o título em 2005 e em 2011, é o único que já caiu para a Segundona – em 2008.

A edição de 2015, que está começando hoje, tem um estreante na era dos pontos corridos: o Joinville.

O levantamento é do pesquisador Júlio César Cardoso, economista catarinense que tem o bom gosto de torcer pelo Vasco e toca competentemente o site Futdados. Para ler todas as informações sobre a campanha dos 40 times, clique aqui.

Como se o futebol catarinense fosse uma potência!

Times no Brasileirão: 8 do Sul, 10 do Sudeste, 1 do Centro-Oeste e 1 do Nordeste

Times no Brasileirão: 8 do Sul, 10 do Sudeste, 1 do Centro-Oeste e 1 do Nordeste

Começa hoje o Campeonato Brasileiro de 2015 e o grande jogo da rodada de abertura será disputado às 18h30, no Allianz Parque, envolvendo dois times que a maioria dos analistas indica como candidatos ao título: Palmeiras x Atlético Mineiro.

Não por mera coincidência, dois times de Santa Catarina também estrearão neste sábado, 9 de maio: a Chapecoense recebe o Coritiba, igualmente às 18h30, e o Joinville enfrenta o Fluminense no Maracanã, às 21 horas.

O futebol catarinense entra neste Brasileirão com quatro equipes, uma a mais do que o badalado futebol carioca.

Parece uma demonstração de força técnica, mas nenhum dos times de Santa Catarina sonha com o título e todos eles têm de se preocupar com a ameaça de rebaixamento.

O Brasileirão de 2015 só não terá representante da Região Norte, mas será amplamente dominado pelo Sul e pelo Sudeste, que reúnem 18 das 20 equipes em ação a partir deste fim de semana.

Oito Estados estarão representados na mais importante competição do futebol brasileiro: São Paulo, Santa Catarina, Rio, Minas, Rio Grande do Sul, Paraná, Goiás e Pernambuco.

Enfim, Rosberg na frente de Hamilton

No quinto GP da temporada, finalmente o alemão Nico Rosberg vai largar na frente do inglês Lewis Hamilton, seu companheiro de Mercedes.

Até agora, só tinha dado Hamilton na pole position. Ele lidera o campeonato da Fórmula 1, com 93 pontos, e Rosberg é o segundo colocado, com 66.

Os dois formam a primeira fila da largada no GP da Espanha, que será disputado amanhã, dia 10, a partir das 9 horas (de Brasília).

Nosso Felipe Massa, quinto colocado no campeonato, com 31 pontos, vai largar na nona posição e nem pode culpar a Williams.

Seu companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas, em sexto lugar na temporada, com um ponto a menos, largará cinco posições à frente.