Colômbia costura, Venezuela arremata e vence

Algo está mudando muito recentemente no futebol, sem que se tenha dado até agora a devida atenção ao fenômeno: a posse de bola nem sempre significa o domínio real do jogo e, principalmente, a vantagem no placar.

Nesta Copa América, já se viu o fenômeno no 2 a 2 entre Argentina e Paraguai e se reviu, há pouco, no surpreendente 1 a 0 da Venezuela sobre a Colômbia, a primeira zebra inquestionável da competição.

A Colômbia teve 64% de posse de bola, mas a Venezuela fez o goleiro Ospina trabalhar muito mais do que Baroja e, pela primeira vez na história da Copa América, sai da estreia com uma vitória.

Como já se tinha visto em alguns jogos da Liga dos Campeões da Europa, mais do que ficar muito tempo com a bola nos pés está valendo fazê-la chegar à zona de conclusão. Vence o time que chuta a gol, não o que costura, costura, mas não arremata.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s