Arquivo diário: 1 de junho de 2015

Imagem do dia: vida dura antes do reencontro com a bola

Jefferson na Seleção - 1.6.2015

No domingo, dia 7, a bola vai rolar no Allianz Parque e o botafoguense Jefferson, com a camisa 1 da Seleção, recuperará a alegria de boleiro no amistoso contra o México. Até lá, os escolhidos de Dunga terão dias de sofrimento e trabalho duro na Granja Comary. Nesta segunda-feira, foram feitos os exames médicos e a avaliação fisiológica. Amanhã, terça, começam os treinos com bola e os exercícios de preparação física.  No sábado, voo para São Paulo. Na segunda-feira, 8, a alegria do reencontro com o capitão Neymar, que terá disputado a final da Liga dos Campeões dois dias antes em Berlim. E, finalmente completa, a Seleção se preparará para o segundo amistoso, com Honduras, antes de embarcar para o Chile em busca do título da Copa América.

Foto: RAFAEL RIBEIRO/CBF

Anúncios

De: Rubinho Para: Neymar Assunto: Ameaça

Com a autoridade de reserva do reserva do goleiro Buffon, o brasileiro Rubinho manda um recado a Neymar sobre “as consequências que um drible como a carretilha poderia gerar” no Juventus x Barcelona que decidirá a Liga dos Campeões da Europa:

– Eu acho que ele receberia uma advertência. Um aviso, ele iria certamente receber. O Neymar é livre para fazer o que ele quiser, tudo é lícito, mas depois não pode falar nada se sofrer uma falta, porque o futebol assim. Acho normal que um zagueiro ache ruim.

A ameaça, não muito velada, foi registrada pela repórter Claudia Garcia, no Globoesporte.com.

Da família Moedim, tenho mais admiração por Zé Elias, que batia, mas não ameaçava, e sabia jogar bola.

Jamais se viu um Cruzeiro x Flamengo como esse

Poderia ser o grande jogo da quarta-feira: de um lado, o atual bicampeão brasileiro; do outro, o campeão de 2009, vice de 2013.

No entanto, o jogo das 22 horas, no Mineirão, confrontará o 18º e o 19º colocados no Brasileirão de 2015, cada qual com um ponto depois de quatro rodadas, tanto quanto tem o lanterninha Joinville.

O jogo é Cruzeiro x Flamengo.

Em compensação, na quinta-feira, Sport x Goiás pode até valer a liderença do Brasileirão.

Vasco festeja rápida adaptação de Riascos

Riascos: de mal com o gol

Riascos: gol???

Os dirigentes do Vasco estão muito satisfeitos com a rápida adaptação do colombiano Riascos, que veio do Cruzeiro, foi oficialmente apresentado em São Januário na quinta-feira, treinou na sexta e estreou em Belo Horizonte no domingo.

Em 45 minutos de idas e vindas com a camisa do Vasco pelo gramado do Independência na derrota por 3 a 0 para o Atlético Mineiro, o atacante colombiano não deu sequer um chute a gol.

Duvier Orlando Riascos Barahona mostrou-se mais do que afinado com o ataque vascaíno, que em quatro rodadas do Brasileirão marcou um único golzinho.

Acima de Messi, outro argentino: Di Stéfano

Se Messi fizer gol no Barcelona x Juventus do sábado, dia 6, entrará para a história como o primeiro jogador a deixar a marca de goleador em três finais da Liga dos Campeões da Europa.

Não é pouco, mas ainda ficará devendo a seu compatriota Di Stéfano, que marcou gols pelo Real Madrid nas finais de 1956, 1957, 1958, 1959 e 1960.

Eram outros tempos e, claro, outro o formato da Liga dos Campeões.