Morreu Zito, craque e líder inigualável

Morreu José Ely de Miranda, o Zito, neste domingo, 14 de junho. Um dos maiores volantes da história do futebol, foi também um dos principais líderes em campo do Brasil bicampeão do mundo em 1958 e 1962 e do Santos bicampeão mundial de clubes e da Libertadores em 1962 e 1963.  

 Há pouco mais de um ano, o repórter  Thiago Rabelo, do jornal O Popular, teve com ele o seguinte diálogo:

– Em campo, você dava muita bronca no Pelé?
– Eu dava bronca era em todo mundo, mas os jogadores me adoravam também. Eu quebrava o galho de todos. Eles vinham conversar comigo quando tinha um problema. O Pelé era bem pouco. Só que, em todo jogo,  eu tinha de dar bronca nele. Era palavrão o tempo todo. Senão era muito drible aqui, muito drible ali. Ele tinha era de fazer gols.

É o retrato fiel de um líder inigualável.

Leia mensagem de Neymar sobre Zito no Tiro Livre

Veja vídeo de Robinho e Neymar falando sobre Zito no site da CBF

Uma ideia sobre “Morreu Zito, craque e líder inigualável

  1. Thiago

    Obrigado por citar minha entrevista com o Zito. Ele já estava bem mal por causa do Alzheimer e se perdeu em algumas partes, mas foi uma enorme honra ter entrevistado essa lenda e ter o material repercutido por um grande jornalista como você. Abraço

    Curtir

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s