São Paulo adota rodízio à moda Aidar

Carlos Miguel Aidar parece querer imitar na administração do São Paulo o modelo adotado pelo treinador Juan Carlos Osorio na escalação do time: rodízio de nomes.

A diferença é que o cartola tem predileção notória pela fritura. Já foram para a frigideira em fogo alto Gustavo Vieira de Oliveira, demitido em maio do cargo de gerente executivo de futebol, e Alexandre Bourgeois, o CEO indicado por Abílio Diniz há menos de três meses e dispensado há menos de uma semana.

Paulo Ricardo de Oliveira, presidente da Penalty, entrou no rodízio logo em seguida.

É o sucessor de Bourgeois desde sexta-feira. Ainda não teve tempo de conhecer a frigideira que Aidar manipula no Morumbi. Terá.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s