Arquivo diário: 13 de setembro de 2015

O Corinthians vence de manhã e festeja à tarde

Pato: vitória do São Paulo alegra o Corinthians

Alexandre Pato: gol na vitória do São Paulo dá alegria ao Corinthians

De manhã, o Corinthians cumpriu a obrigação e adicionou três pontos à sua conta corrente no Brasileirão, vencendo por 3 a 0 o Joinville. De tarde, comemorou na torcida o empate do vice-líder Atlético Mineiro com o Cruzeiro por 1 a 1 e a derrota do Grêmio, terceiro colocado, para o São Paulo por 1 a 2.

Aumentou neste domingo, dia 13, a folga no pelotão de frente, em parte graças à atuação em Porto Alegre de Alexandre Pato, que é jogador corintiano, mas está cedido por empréstimo ao São Paulo pelo menos até o fim desta temporada;

Terceiro na lista de artilheiros do Brasileirão, em dupla com o 100% corintiano Jadson, cada um com nove gols, Pato abriu o placar na Arena Grêmio aos 34 minutos do primeiro tempo e, aos 45 do segundo, ajudou com sua boa movimentação o novo companheiro Rogério a fazer 2 a 0 para o São Paulo.

O Grêmio ainda fez um golzinho nos descontos, mas já era tarde demais. Pato, ironicamente nascido para o mundo da bola no Internacional, tinha tirado os gremistas da luta pelo título.

Em Belo Horizonte, um ex-gremista impediu que fosse ainda maior a folga corintiana no topo da tabela de classificação. Aos 46 do segundo tempo, três minutos depois que o Atlético Mineiro tinha chegado ao empate, o goleiro Victor defendeu um pênalti, cobrado por Willian, que daria a vitória por 2 a 1 ao Cruzeiro.

O Corinthians fecha a 25ª rodada com 54 pontos, cinco a mais do que o Atlético, nove a mais do que o Grêmio, 13 a mais do que o Flamengo, que só há pouco entrou na festa, é o quarto colocado no Brasileirão e hoje, na Arena Condá, derrotou a Chapecoense por 3 a 1.

Vai-se esculpindo em preto e branco o caneco de campeão brasileiro, mais próximo do Corinthians do que do Atlético Mineiro, mas é multicolorida a disputa pelas outras duas vagas na Libertadores de 2016.

Derrotado pela primeira vez em casa no Brasileirão, o Grêmio puxa a fila em azul, e é seguido pelo vermelho e preto do Fla, do São Paulo e do Atlético Paranaense, e pelo verde palmeirense. Ainda há uma pontinha de esperança para quem se veste em P&B, como o Santos, ou em vermelho, como o Internacional.

Será que o Flu, tricolor, ainda pode encostar neles? Vamos saber daqui a pouco quando a bola rolar no Recife.

Anúncios

Corinthians avança, Santos recua

Vagner Love 139@        Vagner Love: gol tranquiliza o Corinthians – Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

O Corinthians fez o que tinha de fazer e, com gols de Malcom, Uendel e Vagner Love, bateu por 3 a 0 o Joinville no Itaquerão e vai aguardar os confrontos do Atlético com o Cruzeiro em Belo Horizonte e do Grêmio em São Paulo em Porto Alegre com a certeza de que fechará a 25ª rodada na liderança isolada do Brasileirão.

O que estará em jogo às tarde será o tamanho da distância entre o líder e seus perseguidores imediatos.

Em Campinas, no entanto, o Santos tropeçou num momento decisivo para suas pretensões de chegar ao G-4 e, tendo perdido por 3 a 1 para a Ponte Preta, não sairá desta rodada em posição melhor do que o oitavo lugar que ocupa antes do Sport x Fluminense das 18h30.

Jogos da matinê animam a rodada

Depois de perder, em duas rodadas, quatro dos sete pontos que tinha de folga à frente do Atlético Mineiro, o Corinthians encara o Joinville numa das matinês deste domingo com a obrigação de vencer para manter a tranquilidade na liderança do Brasileirão.

Reforçado pelo volante Elias, de volta da Seleção, o líder contará com o apoio do Itaquerão lotado na briga por uma vitória que botará pressão em seus perseguidores imediatos, com jogos bem mais difíceis marcados para as 16 horas: o Grêmio receberá o São Paulo e o Atlético Mineiro visitará o Cruzeiro.

Ainda na matinê, um pouco mais difícil do que a tarefa do Corintians diante do vice-lanterna do Brasileirão, será o compromisso do Santos contra a Ponte Preta em Campinas.

Em queda livre no campeonato, após um ótimo começo, a Ponte precisa desesperadamente da vitória para escapar ao risco imediato de cair para o Z-4.

O Santos, que não sabe o que é perder há dez rodadas, sonha em entrar para o G-4, o que pode acontecer neste domingo se vencer em Campinas e for ajudado, mais tarde, pelo tropeço de Flamengo em Chapecó, do São Paulo em Porto Alegre, e do Atlético Paranaense no Rio.

A despedida de um inigualável fanfarrão

Mayweather se despede dos ringues: contra Berto, 49ª vitória

Mayweather se despede dos ringues: contra Berto, 49ª vitória

Mais uma vitória por pontos, a 16ª em suas últimas 20 lutas, marca o fim da carreira invicta de Floyd Mayweather no boxe. Por decisão unânime dos juízes, o norte-americano de 38 anos venceu Andre Berto em Las Vegas e deixa os ringues, se realmente cumprir a promessa, tendo igualado o recorde do mitológico Rocky Marciano, com 49 vitórias em 49 lutas.

Campeão das categorias  super-pena, leve, meio-médio e médio-ligeiro, Mayweather despediu-se com a fanfarronie de sempre:

–  Eu deixo o esporte veloz, em forma. Sou o melhor, fui o melhor, o mais inteligente e sou o que mais fez dinheiro.

Foi, sem dúvida, o que mais fez dinheiro e o que mais o ostenta, tanto que é conhecido como The Money e embolsou US$ 35 milhões ao se despedir do boxe na madrugada deste domingo.

Ficou longe, porém, de ser o melhor pugilista de todos os tempos. Um supercraque na defesa, quase sempre inatingível pelos golpes do adversários, Mayweather nunca teve o punch de um verdadeiro campeão. E por isso, brilhantes esquivas à parte, acabou vaiado por parte do público que lotou o MGM Grand Hotel & Casino para ver sua despedida contra o medíocre campeão interino dos meio-médios na Associação Mundial de Boxe.