Arquivo diário: 27 de setembro de 2015

Palmeiras se salva no fim, Corinthians dispara na frente

Robinho festeja Prass com Prass gol que mantém Palmeiras no G-4

Robinho festeja com Prass golaço que mantém Palmeiras no G-4

O São Paulo mandou no primeiro tempo, o Palmeiras equilibrou o jogo o segundo, mas nenhum dos dois mostrava força bastante para vencer o forte calor do Morumbi e beliscar os três pontos que valiam a vaga no G-4.

Aos 15 minutos, porém, o garoto Gabriel Jesus marcou bobeira lá na frente e acabou permitindo que Thiago Mendes armasse rápido contra-ataque que passou pelos pés de Ganso e se encerrou com um belo gol de Carlinhos.

O 1 a 0 coincidiu com a diminuição do calor, mas não chegou a despertar o Palmeiras, que continua a sina de não vencer um jogo no Morumbi desde 2002. Nem por isso saiu triste do jogo: no último minuto, Robinho ganhou um presentaço do tricolor Rogério Ceni e empatou com um toque precioso por cobertura.

O 1 a 1 construído por erros do jovem Gabriel e do veteraníssimo Rogério empurra o São Paulo para o sexto lugar, atrás do Santos, e mantém o Palmeiras no G-4, agora a seis pontos do Grêmio, que foi também beneficiado pelo 2 a 2 entre Joinville e Atlético Mineiro e sai desta 28ª rodada apenas dois pontos atrás do vice-líder.

O que foi bom para o Grêmio foi igualmente bom para o Corinthians, que venceu o Figueirense no Orlando Scarpelli por 3 a 1 com gols do trio chamado por Dunga para a Seleção – Elias, Gil e Renato Augusto – e se isolou mais ainda na liderança do campeonato, com sete pontos de vantagem.

O maior trabalho de Tite nos próximos tempos vai ser segurar a euforia dos corintianos.

Levir Culpi tem de se preocupar é com o Grêmio de Roger Machado.

Juan Carlos Osorio deve agradecer aos vascaínos os 2 a 1, de virada, que prenderam o Flamengo em sétimo lugar, dois pontos atrás do seu São Paulo.

Dorival Junior e o seu Santos, que mais cedo venceu o Internacional por 3 a 1, também saíram ganhando com a derrota rubro-negra no Maracanã.

Anúncios

Por que o público do Brasileirão está crescendo?

Trecho de documento divulgado pelo Comitê Popular da Copa e das Olimpíadas do Rio de Janeiro, destacado hoje pelo jornalista José Cruz em seu blog  no UOL:

Depois da Copa das Confederações, o preço dos ingressos para jogos realizados no Maracanã subiu para uma média de R$ 45,00, enquanto ingressos para os mesmos jogos realizados em 2012 custavam em média R$ 14,00. Esse efeito da explosão dos valores dos ingressos é um traço comum em todos os estádios construídos ou reformados para a Copa do Mundo.  Em  curto  prazo,   já   é   visível a   exclusão da   maioria   dos   trabalhadores, que historicamente frequentava o estádio, pois esta não consegue mais pagar para assistir  aos jogos.

Média de público por jogo do Campeonato Brasileiro desde 2012:

♦ 2012: 13.148 pagantes

♦ 2013: 14.969 pagantes

♦ 2014: 16.537 pagantes

♦ 2015 – até a 27ª rodada: 17.278 pagantes

Deve haver alguma explicação para o fato de que, embora os ingressos estejam mais caros, não para de crescer o  número de brasileiros que pagam para ir aos estádios.

Real Madrid, é claro

Real Madrid 91 x 79 Bauru.

Acabou há pouco, no Ginásio do Ibirapuera, o sonho do Bauru de conquistar o título da Copa Intercontinental de Basquete.

A equipe do técnico Guerrinha havia vencido o primeiro jogo, na sexta-feira, por 91 a 90, mas não resistiu hoje ao poderio do campeão europeu.

Deu a lógica: Real Madrid, campeão.

Guerrinha gostou:

– Jogamos de igual para igual com o Real Madrid e isso é muito emocionante. A gente poderia ter vencido hoje, mas lógico que precisamos entender que o Real Madrid é uma equipe de muita qualidade.

Resultados da matinê animam tarde do domingo

O Corinthians ainda tem uma certa gordurinha para queimar nesta 28ª rodada do Brasileirão, mas o Atlético Mineiro não pode bobear, pois os 3 a 1 de ontem sobre o Avaí deixaram o Grêmio em seus calcanhares, apenas um pontinho atrás.

O vice-líder tem de vencer o Joinville às 16 horas para se desgrudar do Grêmio e não correr o risco de perder de vista o Corinthians, que, também em Santa Catarina e no mesmo horário, enfrentará o Figueirense.

Os jogos da tarde deste domingo, incluindo São Paulo x Palmeiras e Flamengo x Vasco, serão animados pelos resultados da matinê, especialmente Santos 3 x 1 Internacional.

(Atlético Paranaense 1 x 2 Ponte Preta apenas confirmou a morte prematura do anfitrião e a ressurreição do visitante.)

Com um jogo a mais do que seus principais adversários na disputa de uma vaga no G-4, o Santos está provisoriamente em quinto lugar, um ponto atrás do Palmeiras, um à frente do São Paulo e dois à frente do Flamengo.

Continuará animada a briga pela última vaga na elite e, dependendo de Figueirense e Joinville, pode até voltar a ter um pouco de graça a disputa entre os três que hoje ocupam o pódio do Brasileirão.

José Mourinho por José Mourinho

Mourinho & Mourinho: sempre fantástico?

Mourinho & Mourinho: perdendo ou ganhando, sempre fantástico?

De José Mourinho, comentando o 2 a 2 do seu Chelsea com o Newcastle neste sábado pelo Campeonato Inglês:

– Digo que tivemos atuações individuais terríveis. Quando isso acontece, é impossível um time ser um time.

De José Mourinho, há poucos dias, comentando os 4 a 0 do seu Chelsea sobre o Maccabi Tel Aviv na rodada de abertura da Liga dos Campeões da Europa:

– Eu sou um técnico fantástico quando não estou vencendo os jogos e sou um técnico fantástico quando estou vencendo.

Palmeiras e Fla encaram tabu de olho no G-4

O Palmeiras quer se manter no G-4, o Flamengo quer chegar lá.

No meio do caminho, um duplo tabu:

O Palmeiras não vence o São Paulo no Morumbi desde 2002. São 13 anos de tabu, com 13 vitórias são-paulinas e oito empates.

O Flamengo não vence o Vasco há cinco jogos, desde as semifinais do Campeonato Carioca até as oitavas da Copa do Brasil, com a derrota no primeiro turno do Brasileirão no meio.

No clássico paulista, a briga pela vaga no G-4 é direta: o Palmeiras lá ficará se pelo menos empatar, o São Paulo tem de vencer  para lhe tomar o quarto lugar.

No clássico carioca, disputado pela oitava vez nesta temporada, as ambições são de tamanho desproporcional: o Fla chegará ao quinto lugar em caso de vitória, o Vasco não sairá da vice-lanterna mesmo que vença, mas pelo menos continuará achando que ainda tem chance de escapar do rebaixamento.

No Morumbi e no Maracanã, a partir das 16 horas, valem mais a atualidade e a tabela de classificação do Campeonato Brasileiro do que a história e os tabus que tanto divertem a torcida.