Um dia decisivo para Dunga na Copa América

Dunga 216Dunga: “Não queremos meninos, queremos homens!” – Foto: Rafael Ribeiro/CBF

O desrespeito voltou. Ouça Juan Arango, capitão da Venezuela:

– O Brasil não vive o seu melhor momento. E esse Brasil se complica sem Neymar.

E mais anda dizendo o veterano de 35 anos, que joga no futebol mexicano e  há dois meses mordeu em campo um jogador do Monterrey, mas, diferentemente do cracaço Luis Suárez, foi perdoado e está jogando a Copa América:

– Já aconteceram muitas surpresas. Nós ganhamos da Colômbia, que não era favorita contra o Brasil e também venceu. Nessa Copa América pode acontecer qualquer coisa. O Brasil não anda em seus melhores dias e nós estamos muito bem.

Era só o que faltava: o Brasil ser eliminado da Copa América pela Venezuela!

O mínimo que se espera dos trintões Jefferson, Daniel Alves, Thiago Silva, Miranda, Fernandinho, Elias e Robinho é que o Brasil mostre tranquilidade no jogo das 18h30, já sabendo o resultado de Colômbia x Peru, e garanta o primeiro lugar do Grupo C.

É verdade que Dunga também andou enchendo a bola venezuelana ao falar do confronto de logo mais no Monumental de Santiago:

–  Não será fácil. A Venezuela atua de maneira compacta, sabe o que faz em campo, e, mesmo com um jogador a menos desde o primeiro tempo, não desistiu de atacar no jogo contra a Colômbia.

Não consigo imaginar que este seja o tom da conversa que ele terá com seus jogadores antes do jogo.

Dunga sabe muito bem que, sem Neymar, viverá hoje um momento decisivo com a Seleção: ou dá a volta por cima,  bota a Venezuela em seu devido lugar no mapa mundi do futebol e continua na briga pelo título da Copa América ou vai para o pelourinho mais uma vez na vida.

Acostumado desde os tempos de jogador a virar o placar dos jogos mais  desfavoráveis, o comandante da Seleção deu também sinais do que quer em campo daqui em diante:

– Não queremos meninos, queremos homens!

E o que vale para os trintões vale igualmente para Filipe Luís, que se associará ao clube no dia 9 de agosto, e para Willian, Phillipe Coutinho e Firmino, a reduzida ala jovem da Seleção que já deveria estar se armando para a Copa do Mundo de 2018 e não apenas lutando por mais um título da Copa América.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s