Fla de Oswaldo terá noite de sonho ou de pesadelo

Não chega a ser uma moleza, mas também não será dureza instransponível para este Flamengo de alma nova desde a chegada de Oswaldo de Oliveira com seu jeito maneiro, quase maneiroso, para reverter o desempenho negativo sob o comando, igualmente sereno, de Cristóvão Borges.

O Fla é o favorito no confronto com o Cruzeiro às 21 horas desta quinta-feira no Maracanã e, se emplacar mesmo a quinta vitória consecutiva, vai coroar a fase de recuperação no Campeonato Brasileiro com o ingresso no G-4.

Será – ou seria – merecido.

Mesmo sem contar nas últimas três partidas com Guerrero, que se encontrava a serviço da seleção peruana e está se recuperando de uma lesão no tornozelo, O time reaprendeu a jogar ofensivamente, como é sua vocação.

E, por se distribuir melhor em campo, acabou se reequilibrando na defesa, tanto que marcou nove gols e sofreu apenas dois nas quatro vitórias sob o comando de Oswaldo.

É verdade que o Cruzeiro, agora comandado por Mano Menezes, também ensaia uma reação no campeonato, tendo vencido a Ponte Preta por 2 a 1 em Campinas e goleado o Figueirense por 5 a 1 em Belo Horizonte após uma sequência de quatro rodadas sem uma única vitória.

E é também verdade que os dois adversários recentemente batidos pelo Cruzeiro não têm no Brasileirão a força de Fluminense, Sport e São Paulo, três das quatro vítimas recentes do Fla.

O maior problema de Oswaldo de Oliveira serão os desfalques: ainda sem Guerrero e Ederson, contundidos, ele não terá Everton, expulso nos 3 a 1 sobre o Fluminense, e dificilmente poderá contar com Sheik, suspenso pelo STJD. O Flamengo ainda tenta uma manobra jurídica para escalá-lo hoje.

Tantos desfalques reduzem, é claro, o favoritismo do Fla no jogo que lhe pode valer o quarto lugar, posição que o time ocupou pela última vez na edição de 2011 do Brasileirão.

Se o Cruzeiro vencer no Maracanã, o Fla perderá mais do que o sonho de ingresso no G-4, pois continuará atrás de Santos, Atlético Paranaense e São Paulo e ainda correrá o risco de cair do sétimo para o oitavo lugar.

Basta que o Sport, que ainda não conseguiu vencer um jogo sequer fora de casa, derrote o Goiás no Serra Dourada.

Oswaldo de Oliveira pode ter, pois, uma noite de sonho ou de pesadelo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s