River reabre Libertadores cheio de velhinhos

O River Plate, que tirou o Boca Juniors e o Cruzeiro da Libertadores, joga hoje, no Monumental de Núñez, em Buenos Aires, uma cartada decisiva para chegar à final. O adversário é o paraguaio Guaraní, que eliminou o Corinthians e o Racing e tem sido a grande surpresa da competição.

Não falta quem aposte em uma nova surpresa paraguaia nestas semifinais. O River volta à Libertadores sem Teo Gutiérrez, que negocia a transferência para o Sporting de Portugal, e ‘reforçado’ por trio muito, muito experiente: o atacante Javier Saviola e os meias Pablo Aimar e Lucho González.

Saviola tem 33 anos e, em seus melhores dias, jogou no Barça e no Real. Estava no Verona.

Aimar, 35 anos, já defendeu Valencia e Benfica, mas estava sem jogar havia mais de um ano, desde que foi dispensado pelo Johor Darul Tunku, clube da Malásia.

Lucho González, 34 anos, jogou no Porto e no Olympique de Marselha, e estava no  Al-Rayyan, do Qatar, antes de retornar ao River.

Serão mais de 100 anos de experiência à disposição do treinador Marcelo Gallardo, embora o mais provável é que somente Saviola comece jogando, hoje, contra o Guaraní.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s