Arquivo diário: 21 de novembro de 2015

Bravíssimo este Barça de Neymar, Suárez e Iniesta

Fim de festa no Santiago Bernabeu: 4 a 0 para o Barcelona

Fim de festa no Santiago Bernabeu, a casa do Real: 4 a 0 para o Barcelona

Era só que o faltava. Iniesta resolveu jogar. Jogar o que sabe. E ele sabe muito. Se já bastava a dupla Neymar & Suárez para fazer mágicas e gols pelo Barcelona desde que o solista Messi se contundiu, o maestro da companhia voltou a jogar em altíssimo nível. Assim, é difícil resistir a este Barça.

Como se o campo do Santiago Bernabeu fosse apenas um anexo do Camp Nou, o Real Madrid de Cristiano Ronaldo assistiu a um concerto perfeito deste irresistível Barça de Iniesta, Neymar e Suárez que vai se fazendo de novo campeão espanhol.

Suárez brilhou mais uma vez, com dois gols e uma assistência. Neymar voltou a estraçalhar, marcou um gol, fez a assistência para outro, provocou a expulsão de Isco,  enloqueceu a defesa do Real.

Aos 11 minutos do segundo tempo, quando Messi voltou assumir o posto de solista da companhia, o placar falava por si só: 3 a 0, um gol de cada um dos coadjuvantes estrelados que se tinham feito protagonistas durante sua ausência.

O placar não dizia tudo, porém. O Barcelona merecia mais.

Tanto merecia que, aos 29, Suárez fez mais um, o quarto do Barça, após receber de Alba a bola que lhe fora docemente presenteada por Lionel Messi.

Fim de festa. E que festa fez em Madri o líder do Campeonato Espanhol, agora seis pontos à frente de seu grande rival!

É verdade que o Real poderia ter marcado pelo menos um golzinho, mas o chileno Bravo fez duas ou três grandes defesas dificílimas e garantiu os 4 a 0.

Bravíssimo – deveria gritar a plateia.

Espanhóis reverenciam Neymar

A torcida brasileira certamente ainda está frustrada com o pífio desempenho de Neymar no 1 a 1 com a Argentina e nos 3 a 0 sobre o Peru pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, mas os espanhóis estão enfeitiçados pelo nosso craque, como escancara hoje o jornal Marca num texto  de múltiplos elogios:

– O brasileiro é possivelmente o jogador em melhor forma no futebol mundial. Somente Lewandowski, no Bayern, tem sido tão decisivo com seus gols.

– Nenhum outro jogador exibe uma regularidade tão acachapante.

Neymar, em ótima parceria com Luis Suárez, tem marcado gols, feito assistências, provocado pênaltis…

– Se continuar na forma atual, logo poderá estará disputando (com Cristiano Ronaldo e Lionel Messi)  o cetro de melhor jogador do mundo.

Depois de tanta reverência, o jornal mostra preocupação com o rendimento de Neymar no Real x Barça de logo mais:

– A única dúvida que existe para a partida desta tarde é o possível cansaço que ele pode sentir depois da viagem e dos jogos pela Seleção Brasileira.

Jogo de baixo interesse em Sampa: Palmeiras x Cruzeiro

Não deixa de ser curioso conferir o reencontro do Cruzeiro, reanimado nos últimos tempos por Mano Menezes, com o homem que o levou ao bicampeonato brasileiro nas duas últimas temporadas, deixou-o em baixa neste Brasileirão e hoje comanda o oscilante Palmeiras.

Pouco mais tem a oferecer ao torcedor o jogo deste sábado entre o Palmeiras de Marcelo Oliveira, que há quatro rodadas não experimenta o gostinho de uma vitória, e o Cruzeiro de Mano, que há 11 não sabe o que é perder.

Oitavo colocado no Brasileirão, com 51 pontos, cinco aquém do Z-4, o visitante tem chances apenas matemáticas de ainda conquistar uma vaga na Libertadores de 2016 – 3%, segundo o Infobola.

Com 49 pontos, em décimo lugar, o anfitrião já se desligou do campeonato e só pensa na Copa do Brasil, que lhe pode abrir as portas da próxima Libertadores.

O Cruzeiro desembarcará com força máxima às 19h30 no Allianz Parque. O Palmeiras, preservando-se para o primeiro jogo das finais da Copa do Brasil contra o Santos, será quase todo reserva.

Há programas mais interessantes na noite deste sábado em Sampa. O blogueiro vai ver 007 contra Spectre.

Jogo de altíssimo risco em Madri: Real x Barça

O Real Madrid x Barcelona deste sábado (às 15h15, no horário brasileiro) é o maior evento do fim de semana em todo o vasto mundo da bola, pode marcar a volta de Lionel Messi aos campos, tem Cristiano Ronaldo e Bale de um lado e Neymar e Suárez do outro, vale a liderança do Campeonato Espanhol.

Poderia ser um jogo tranquilo, apesar da rivalidade histórica, reforçada nos últimos tempos pelo apoio ostensivo da torcida do Barça à luta pela independência da Catalunha.

É um jogo de altíssimo risco, no entanto, avaliam as autoridades madrilenas depois das ações terroristas patrocinadas pelo Estado Islâmico em Paris na semana passada.

Cerca de 2.500 homens estão mobilizados para garantir – ou tentar garantir – a segurança no Santiago Bernabeu. Metade do contingente é de policiais; a outra metade, de seguranças privados do Real.

E a gente por aqui achava que perigoso seria o Vasco x Corinthians da quinta-feira em São Januário…