Arquivo diário: 5 de novembro de 2015

Um dia não resolve problema de Corinthians e Santos

A CBF informa que adiou para o dia 19, quinta-feira, os jogos Vasco x Corinthians e Santos x Flamengo, marcados anteriormente para o dia 18, apenas 24 horas depois de Brasil x Peru em Salvador.

O Corinthians tem quatro jogadores na Seleção – Cássio, Gil, Elias e Renato Augusto – e o Santos tem dois – Lucas Lima e Ricardo Oliveira.

O adiamento é mais do que justificado, mas insuficiente, pois o intervalo entre o fim de Brasil x Peru e começo dos dois jogos do Brasileirão será de menos de 48 horas.

Pergunte a um fisiologista o que isso significa para a musculatura dos jogadores…

O problema é que a CBF cuida mais do fisiologismo do que da fisiologia.

Hulk é a fera brasileira na Liga dos Campeões

Hulk: sempre entre os melhores

Hulk: sempre entre os melhores

Pela quarta vez consecutiva, o paraibano Givanildo Vieira de Sousa entra na lista de oito candidatos ao prêmio de melhor jogador da rodada da Liga dos Campeões.

Os internautas do site da Uefa  colocaram o nosso Hulk, destaque do Zenit, em segundo lugar, sempre atrás de Cristiano Ronaldo, nas duas primeiras rodadas e em primeiro na terceira.

Na disputa pelo prêmio da quarta rodada, com a votação ainda em andamento, Hulk concorre com mais dois companheiros de Seleção – Neymar e Willian. Cristiano Ronaldo não foi indicado entre os oito melhores nas duas últimas rodadas.

Neymar ainda não tinha entrado em nenhuma das listas, Willian entrou também na da terceira rodada, mas foi votado por apenas 2% dos internautas.

Será que Hulk conseguirá o bis?

Atualização, na sexta-feira, dia 6:

Deu Hulk, de novo, com 32% dos votos.

Em segundo, Neymar, com 23%.

Willian, com 9%, ficou em quinto lugar, atrás de Javier Hernández e Thomas Müller.

Paulistão sem troca-troca deveria inspirar CBF

O Campeonato Paulista de 2016 terá uma novidade que deveria ser adotada pela CBF, começando pelo Brasileirão: nenhum técnico poderá trocar de clube durante a competição.

Quem pedir demissão ou for demitido deve ir procurar emprego em outra freguesia.

Se tal norma valesse no Brasileirão de 2015, Doriva não estaria no São Paulo nem teria treinado a Ponte Preta depois de sair do Vasco.

E mais: Marcelo Oliveira não teria assumido o comando do Palmeiras depois de ser demitido do Cruzeiro.

E muito mais:

♦ Vanderlei Luxemburgo não teria trabalhado no Flamengo e no Cruzeiro

♦ Oswaldo de Oliveira não teria ido para o Fla depois de perder o emprego no Palmeiras

♦ Cristóvão Borges não estaria trabalhando no Atlético Paranaense após ser despedido do Fla

♦ Guto Ferreira não estaria sofrendo na Chapecoense depois de ser dispensado pela Ponte Preta

♦ Argel Fucks não teria abandonado o Figueirense para comandar o Internacional

♦ Eduardo Baptista não teria trocado o Sport pelo Fluminense

O Flamengo é uma festa

A torcida rubro-negra pode festejar: Alan Patrick, Paulinho, Everton, Pará e Marcelo Cirino estão de volta.

O alegre quinteto voltou ao Ninho do Urubu nesta manhã.

Só Marcelo Cirino, em tratamento, não está treinando.

Oswaldo de Oliveira já conta com os demais para enfrentar o Goiás no domingo.

A Fifa morre de amores pelo futebol belga

Bélgica de Courtois Hazard e De Bruyne @0511@                  Bélgica de Courtois, Hazard e De Bruyne é a número 1 no ranking da Fifa

Não me pergunte por quê nem como, mas a Bélgica é a seleção numero 1 do mundo na versão de novembro, divulgada hoje, do ranking mensal da Fifa.

Não deve ser pela conquista da medalha de ouro do futebol olímpico em 1920 na Antuérpia.

De lá para cá, nada ganhou de relevante o futebol belga – que, se reconheça, está em evolução técnica, graças em grande parte aos imigrantes filhos de estrangeiros que hoje dão trato à bola em seus campos, e conta com estrelas como o goleiro Thibaut  Courtois e os meias Eden Hazard e Kevin De Bruyne.

Pelos critérios da Fifa, que você pode tentar entender em espanhol  ou em inglês, a ordem de grandeza do futebol mundial neste começo de novembro de 2015 é a seguinte:

  1. Bélgica

  2. Alemanha

  3. Argentina

  4. Portugal

  5. Chile

  6. Espanha

  7. Colômbia

  8. Brasil

  9. Inglaterra

10. Áustria

Diria um ilustríssimo baiano: “Alguma coisa está fora da ordem”.