Arquivo diário: 18 de novembro de 2015

Noite de frustrações para Palmeiras, Goiás e Joinville

O jogo que menos valia foi o que mais emoções ofereceu: na Arena da Baixada, o Atlético Paranaense  fez 1 a 0 logo no primeiro minuto, o Palmeiras virou para 2 a 1, o Atlético revirou para 3 a 2, o Palmeiras fechou o placar em 3 a 3 aos 49 minutos do segundo tempo.

O empate deixa os dois times no meio da tabela, sem ilusões de chegar mais longe.

Os palmeirenses vão reclamar muito da arbitragem, realmente atrapalhada, mas deveriam se preocupar com o estado de nervos do time, que não tem frieza para encarar dificuldades e, mesmo nos instantes em que joga bem, pode sempre ceder a vantagem ao adversário.

Não será fácil vencer o Santos nas finais da Copa do Brasil, mas nada mais sobrou ao Palmeiras em 2015 do que tentar.

Na turma do fundão, o Coritiba se deu bem no Serra Dourada, batendo o Goiás por 3 a 1; o Figueirense conseguiu um surpreendente 1 a 0 sobre a Ponte Preta no Moisés Lucarelli; e o Avaí, em casa, afundou de vez o Joinville ao derrotá-lo por 2 a 1.

Depois dos resultados desta quarta-feira, o Vasco não tem alternativa na quinta em São Januário: se não vencer o Corinthians, vai pro beleléu em companhia do Goiás e do Joinville.

Anúncios

Em campo, Esperança x Desespero

Está chegando a hora de uns darem adeus à chance de ainda chegar ao G-4 e de outros se livrarem ou se afundarem de vez no Z-4 do Brasileirão. Três dos quatro jogos desta quarta-feira colocam em campo a esperança e o desespero:

– Serra Dourada, 19h30: Goiás x Coritiba

No confronto entre dois inquilinos do Z-4, vencer, dependendo de outros resultados da noite, é a chance de sair da zona de rebaixamento. Empatar não é bom para nenhum dos dois. Perder é encurtar o caminho para a Segundona.

– Ressacada, 21 horas: Avaí x Joinville

Com um ponto acima da linha de rebaixamento, o anfitrião ainda tem um mínimo de gordura para queimar. O visitante, lanterninha do campeonato, ou vence ou dá adeus, hoje mesmo, à Primeira Divisão.

– Moisés Lucarelli, 21 horas: Ponte Preta x Figueirense

A Ponte precisa da vitória para não perder de vez a pequena chance que ainda mantém de chegar ao G-4 ou, pelo menos, ao G-5. Vencendo, o Figueirense se distanciaria um pouco mais do Z-4. Se perder, pode até voltar para lá.

– Arena da Baixada, 21 horas: Atlético Paranaense x Palmeiras

É uma exceção da noite de esperanças e desespero. Fora de risco, sem maiores pretensões daqui em diante, o Atlético pode ir se preparando para quando 2016 chegar e o Palmeiras terá oportunidade de fazer um treino de bom nível para os dois jogos contra o Santos pelo título da Copa do Brasil.

Caicedo faz história nas Eliminatórias

Caicedo: artilheiro das Eliminatórias, um gol por jogo

Caicedo:  um gol em cada jogo

Artilheiro das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa de 2018, com quatro gols em quatro rodadas, um em cada jogo, o equatoriano Felipe Caicedo igualou, nos 3 a 1 de ontem sobre a Venezuela, um feito histórico do chileno Jorge Aravena.

Foi seu quinto gol consecutivo em jogos das Eliminatórias. Justamente contra o Chile, pela última rodada das Eliminatórias de 2014, Caicedo havia marcado o gol equatoriano na derrota por 2 a 1.

O goleador, que faz bem menos gols quando veste a camisa do Espanyol, é um dos principais responsáveis pela ótima campanha do Equador nestas Eliminatórias – com aproveitamento de 100%, iniciado na surpreendente vitória sobre a Argentina em Buenos Aires logo na rodada de abertura.

Fifa mantém e pode ampliar suspensão de Blatter e Platini

Joseph Blatter e Michel Platini receberam nesta quarta-feira comunicado do Comitê de Apelação da Fifa informando que foram negados seus recursos contra a decisão do Comitê de Ética que os suspendeu por 90 dias de qualquer atividade relacionada ao futebol.

A suspensão de ambos ainda pode ser prorrogada por mais 45 dias.

O Vasco também ganhou em Salvador

Mesmo sem querer, Dunga deu uma boa mão ao velho companheiro Jorginho no jogo de amanhã contra o Corinthians em que o Vasco continuará a luta para escapar ao rebaixamento.

Depois de atuar 90 minutos nos 3 a 0 sobre o Peru, dificilmente os corintianos Gil, Elias e Renato Augusto terão condições de jogar outros 90 na quinta-feira.

É claro que o trio estará lá, até porque o Corinthians pode assegurar matematicamente o título de campeão brasileiro em São Januário, mas não devem ser escalados por Tite desde o começo do jogo.