Arquivo diário: 25 de novembro de 2015

Gabigol dá vantagem ao Santos depois de perder pênalti

Gabigol: depois de perder um pênalti, dá vitória ao Santos

Gabigol: depois de perder um pênalti, dá vitória ao Santos na Vila Belmiro

Não se peça juízo ao jovem Gabriel Barbosa Almeida, que fez 19 anos no dia 30 de agosto e é um dos candidatos a parceiro de Neymar no ataque da Seleção que vai disputar a Copa do Mundo de 2018 na Rússia.

Maturidade em campo ele tem, tanto que nesta quarta-feira perdeu um pênalti aos cinco minutos do Santos 1 x 0 Palmeiras que abriu na Vila Belmiro as finais da Copa do Brasil e não se abalou nem um pouco.

Perdeu um gol cara a cara com Fernando Prasso logo aos 2 minutos do segundo tempo e continuou jogando, bem, como se nada tivesse acontecido.

O garoto confia no próprio taco, com menos empáfia do que mostrava antes, e vai tocando a bola com a canhotinha afinada até encontrar novas chances de decidir os jogos. Tem sido assim no Santos e na Seleção Olímpica.

E foi o Gabriel, nosso Gabigol, que acabou decidindo o jogo na Vila, já aos 33 minutos do segundo tempo, após receber um passe de Ricardo Oliveira na entrada da área, driblar Amaral com enorme facilidade e bater com categoria no canto direito de Fernando Prass sem lhe dar a a mínima chance de defender o chute envenenado.

Como se pedir juízo ao menino atrevido?

Juízo ele não tem.

Gabigol tirou a camisa para festejar o gol, recebeu o cartão amarelo e acabou indo mais cedo para o vestiário, substituído por Neto Berola depois de sentir uma fisgada na coxa.

Artilheiro da Copa do Brasil, com oito gols, Gabriel colocou o Santos muito perto do título que, ainda garoto, Neymar também conquistou há cinco anos.

Basta agora um empate no Allianz Parque para o Santos conquistar o bi e se garantir na Libertadores de 2016. Graças ao Gabigol.

Copa do Brasil pode ser decidida na Vila

Dorival x Marcelo: luta por vaga na Libertadores

Dorival x Marcelo: luta por vaga na Libertadores

Não é o melhor momento de nenhum dos dois na temporada: o Palmeiras, depois de muito sobe-e-desce, não vence um jogo do Brasileirão há cinco rodadas; o Santos venceu um, empatou três e perdeu um, resultados que lhe custaram a vaga no G-4, agora ocupado pelo São Paulo.

O Palmeiras também tinha frequentado o clube, mas de lá foi desligado faz tempo. Hoje está em décimo lugar, a cinco pontos do Santos, sexto colocado. É o time paulista com pior campanha no Brasileirão.

Para um e outro, o título da Copa do Brasil, que começam a decidir às 22 horas na Vila Belmiro, é o caminho mais viável rumo à Libertadores de 2016. O Santos até pode reverter a situação no Campeonato Brasileiro, mas o Palmeiras só tem a Copa do Brasil como salvação.

Marcelo Oliveira, que três vezes chegou à final e três vezes foi vice-campeão, leva a vantagem teórica de decidir o título em casa na próxima quarta-feira, mas promete botar o Palmeiras para atacar o Santos na Vila.

Tem razão. Embora o tal gol qualificado não valha nas finais, o Palmeiras precisa de um bom resultado hoje para não ter de se arriscar demasiadamente e dar campo ao contra-ataque quase sempre mortal do Santos daqui a uma semana no Allianz Parque.

Dorival Júnior, campeão da Copa do Brasil de 2010 com o Santos de Robinho, Ganso e Neymar, quer liquidar hoje a fatura de 2015.

Embora não tenha saído do 0 a 0 com o Flamengo no domingo, o Santos é quase imbatível em casa. Tinha vencido os 12 jogos anteriores do Brasileirão. Em 18 jogos na Vila, só perdeu um – para o Grêmio, há mais de quatro meses.

Foram mais 14 vitórias e três empates, 42 gols marcados, 14 sofridos (metade nos cinco jogos anteriores à chegada de Dorival, incluindo a derrota para o Grêmio e os empates com a Ponte e o Sport).

Nesta Copa do Brasil, o Santos venceu os seis jogos que fez na Vila, com direito a 2 a 0 no Corinthians e 3 a 1 no São Paulo.

São resultados que devem preocupar o Palmeiras.

O que se diz aqui e ali sobre o Atlético

Muricy Ramalho não se cansa de dizer que não negocia com clube que tem técnico empregado.

Em Belo Horizonte, porém, se diz que o Atlético Mineiro não tem problema em negociar com representantes de técnico desempregado.

Levir Culpi desconfia de que vai ter de procurar novo emprego em 2016.

E acha uma burrice que não lhe tenham dito isso antes.

Liga dos Campeões: cinco vagas em jogo nesta quarta

Depois dos jogos da terça-feira, já são cinco as equipes classificadas para oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa, a mais importante competição de clubes fo futebol mundial.

O Barcelona, que goleou a Roma por 6 a 1, e o Bayern, que enfiou 4 a 0 no Olympiacos, garantiram antecipadamente o primeiro lugar em seus grupos e se juntam ao trio classificado para as oitavas desde a quarta rodada desta fase de grupos: o Zenit, que manteve os 100% de aproveitamento ao vencer o Valencia por 2 a 0; o Real Madrid, que hoje visita o Shakhtar Donetsk, e o Manchester City, que vai enfrentar a Juventus em Turim.

Zenit e Manchester City nunca foram campeões da Liga.

Os jogos de hoje podem garantir outro cinco times nas oitavas, independentemente do resultado de seus adversários de grupo:

♦ Grupo A: PSG, se vencer o Malmö na Suécia

♦ Grupo B: Manchester United, se vencer o PSV na Inglaterra

♦ Grupo C: Benfica, se vencer ou empatar com o Astana no Cazaquistão; e Atlético de Madrid, se vencer o Galatasaray na Espanha

♦ Grupo D: Juventus, se vencer o Manchester City na Itália

O PSG e o Atlético de Madrid nunca foram campeões.

Ficariam sobrando seis vagas para a rodada de 8 e 9 de dezembro.

Atualização

PSG (5 a 0 sobre o Malmö), Benfica (2 a 2 com o Astana), Atlético de Madrid (2 a 0 sobre o Galatasaray) e Juventus (1 a 0 sobre o Manchester City) classificaram-se para as oitavas de final da Liga.

O Manchester United apenas empatou com o PSV por 0 a 0, foi ultrapassado pelo Wolfsburg, que venceu o CSKA na Rússia por 2 a 0, e vai ter de lutar por uma das duas vagas do Grupo B na última rodada. O PSV também está na briga.

Estarão em jogo na sexta rodada da fase de grupos mais sete vagas nas oitavas.

São 13 os candidatos. Em ordem alfabética: Arsenal, BATE Borisov, Bayer Leverkusen, Chelsea, Dinamo Kiev, Gent,  Manchester United, Olympiacos, Porto, PSV, Roma, Valência e Wolfsburg.

E a Bola de Ouro vai para…

Cristiano Ronaldo: mais uma Bola de Ouro?

Cristiano Ronaldo: de novo?

Palpite de Oliver Kahn, o goleiraço alemão que foi eleito o melhor jogador da Copa do Mundo de 2002 e perdeu para o fenômeno Ronaldo a Bola de Ouro daquela temporada, em entrevista ao site da Fifa (em espanhol  e inglês), sobre o ganhador deste ano:

– Certamente, será um novo duelo entre Messi, que fez uma temporada formidável, e Cristiano Ronaldo, que marcou muitíssimos gols outra vez. Acredito que novamente ganhará Ronaldo.

– E por quê? O goleirão responde, rindo:- Ele não se acha o melhor de todos?

A Fifa anunciará os três finalistas de 2015 na segunda-feira, 30.